13maio/190

Politica: Passo maior que a perna derrubou Rosso da política

 

Por Fred Lima

Governador tampão do DF e deputado federal de um mandato, Rogério Rosso (PSD) quis alçar voos maiores na eleição passada. Invés de disputar a reeleição para a Câmara dos Deputados, o pessedista preferiu encarar a disputa polarizada ao Buriti.

Nesta quarta-feira (8), Rosso divulgou nota afirmando que abandonará o mandato de presidente regional do PSD no DF. Com o ato, o ex-deputado se afastará definitivamente da política e pretende se dedicar ao novo emprego na farmacêutica União Química, de propriedade de Fernando Marques, candidato derrotado ao Senado no pleito passado.

A reeleição à Câmara estava praticamente garantida, o que daria a Rogério musculatura política para concorrer ao Senado ou ao governo em 2022. Só que a vontade de ser governador falou novamente mais alto e no final ficou claro que se tratava de uma medida precipitada.

Daqui quatro anos, Rosso poderá regressar à Câmara ou entrar na briga pelo Senado. Pleitear o GDF outra vez é risco absoluto de ficar fora da política por oito anos.

Da Redação

Quero CompartilharShare on FacebookShare on Google+Tweet about this on TwitterShare on LinkedIn