15ago/190

Política: Fim da gestão Jesiel Costa foi selada, falta ele entender

Administrador Jesiel Costa já foi fritado, só precisa entender que precisa ser engolido

Jesiel Costa e Marcelo Gonçalves

O atual Administrador regional de Brazlândia, Jesiel Costa, acreditando cegamente que teria sido eleito de forma democrática para o cargo que hoje ocupa no executivo da cidade, pode ter selado o fim de sua gestão de forma precoce.

Sem seguir as diretrizes naturais do cargo de confiança, o administrador deixou os seus principais defensores junto a gestão Ibaneis Rocha com um certo clima de desconfiança e mal estar ao mesmo tempo.

Vale lembrar que o próprio Jesiel Costa tinha conhecimento a época que o nome considerado  de consenso seria o do seu atual chefe de gabinete, Marcelo Gonçalves.

Afinal, ele não teria rejeição da comunidade nem das lideranças comunitárias da região. Sem dizer que o PIB da cidade (Empresários) e os movimentos religiosos também ver em Marcelo Gonçalves um nome de fácil acesso.

Os campos se unem

Passado os seis primeiros meses de gestão Ibaneis Rocha a cidade tem pouco a comemorar. Mas não podemos creditar esse fracasso a gestão sem vida pela qual passa a cidade de Brazlândia. Afinal, o primeiro semestre sempre vem como uma forma de arrumar a casa e dar sequência nas ações nos meses seguintes.

Nos próximos dias serão intensificadas as ações com vistas a troca administrativa do comando da cidade de Brazlândia.

Até porque, efetivar o atual chefe de gabinete ao cargo de administrador regional com o apoio político, de uma grande parcela de lideranças comunitárias e da classe empresarial da cidade será apenas um detalhe nesse emaranhado jogo político local.

O administrador Jesiel Costa que hoje já estaria ocupando a posição inusitada de uma espécie de "primeiro ministro" na cidade, já começa a entender que cumpriu a sua missão e entregará a cidade limpa e preparada para a continuidade administrativa.

Vale lembrar que a relação entre Marcelo Gonçalves e Jesiel Costa continua sendo amistosa e respeitosa. Afinal, nenhum dos dois tem culpa de serem apenas peças para fácil movimento nesse complicado xadrez político pelo o qual passa a cidade de Brazlândia.

Procurado pelo o blog o chefe de gabinete, Marcelo Gonçalves, salientou que gostaria de não emitir opinião sobre o tema abordado pelo o blogdogbu. Mas confirmou que houve o vôo panorâmico de decisões ocorrido na manhã da última segunda-feira (13).

O parlamentar da região não declara, mas certamente está esperando por parte de Jesiel Costa uma sinalização de desprendimento do cargo e a disposição para tomarem um café e definirem de forma conjunta a sucessão no comando da cidade.

Entre aliados próximos, Jesiel Costa, tem confirmado que pretende sair "sem atirar" e pretende se manter no projeto de reeleição de Iolando Almeida;"Engana- se quem acredita que deixarei o projeto do nosso deputado Iolando Almeida", teria dito Jesiel.

 

Redação

Quero CompartilharShare on FacebookShare on Google+Tweet about this on TwitterShare on LinkedIn