12fev/190

Política: Atitude de Edimar Pireneus pode ser considerada “suicídio”

O respeitado ex-deputado Edimar Pireneus poderá cometer "suicídio político" se decidir apoiar alguém no processo de escolha popular para administrador.

Não será nenhuma novidade se o ex-parlamentar começar a receber visitas e ligações telefônicas  de pré- candidatos buscando seu apoio.

Como Pireneus ainda sonha em voltar ao poder nas eleições de 2022, caso defina apoiar alguém para administrador, o ex- distrital estaria de forma antecipada dando um "tiro na própria cabeça" e se despedindo de forma antecipada da vida pública.

Procurado pelo o blogdogbu, o distrital preferiu não opinar sobre o tema.

 

Redação

 

Quero CompartilharShare on FacebookShare on Google+Tweet about this on TwitterShare on LinkedIn