2set/190

Expulsar Aécio Neves Virou Uma Questão De Honra Para O PSDB De João Dória

Governador não engole o arquivamento o caso e não quer esse peso nas eleições 2022

O governador de São Paulo, João Doria, não engoliu o arquivamento do processo de expulsão do PSDB do deputado Aécio Neves (MG). A derrota, na executiva tucana, representou grande humilhação para Doria e o tucanato paulista, por isso virou uma questão de honra retomar o caso. A tendência é Dória se associar ao prefeito paulistano Bruno Covas, para quem não há espaço para ele e Aécio no PSDB. A informação é da Coluna Cláudio Humberto, do Diário do Poder.

O núcleo duro da pré-campanha ao Planalto acha que Doria não pode disputar a eleição de 2022 com “ladrões evidentes” filiados ao PSDB.

Doria está sendo pressionado pelos correligionários paulistas a esticar a corda, ciente de que, se ela arrebentar, terá de sair do partido.

Com Aécio e outros tucanos enrolados no PSDB, Dória teme perder autoridade para atacar a ladroagem de adversários óbvios como o PT.

O governador avalia que o PSDB é sua melhor opção partidária. Desfiliando-se, teria de criar um novo partido.

Fonte: Diário do Poder

Quero CompartilharShare on FacebookShare on Google+Tweet about this on TwitterShare on LinkedIn