19out/180

Em terapia holística, Rollemberg diz que Ibaneis “não está tranquilo”

Nesta sexta-feira (19/10), o socialista passou por sessão de Reiki para equilibrar as energias na reta final da campanha

Michael Melo / Metrópoles

Em uma agenda curta de campanha nesta sexta-feira (19/10), o candidato à reeleição ao Palácio do Buriti, Rodrigo Rollemberg (PSB), visitou um espaço terapêutico na Asa Norte, onde fez uma sessão da técnica japonesa Reiki. A terapia holística visa buscar o equilíbrio das energias.

Na ocasião, o governador aproveitou para alfinetar o adversário. Disse que a maneira de agir de Ibaneis Rocha (MDB) “indica que ele não está tão tranquilo quanto parece”. “[São] reações de desequilíbrio, arrogância e preocupação”, destacou o socialista.

Após a terapia, Rollemberg ainda afirmou não acreditar nos números divulgados nessa quinta-feira (18) pela pesquisa Datafolha. Nela, Ibaneis aparece com 75% dos votos válidos – excluindo-se brancos e nulos –, contra 25% do atual governador. Os percentuais são os mesmos apontados pelo Ibope, publicados na quarta (17).

Como o Metrópoles mostrou, levando-se em conta os números do Datafolha, Rollemberg precisa tomar, por dia, quase 50 mil eleitores do concorrente Ibaneis Rocha para conseguir a reeleição em 28 de outubro.

“Eu tenho outros indicadores mostrando que essa diferença é muito menor do que tem sido apresentado pelos grandes institutos de pesquisa. Eles erraram no Distrito Federal, em Minas Gerais, em São Paulo, no Rio de Janeiro (no primeiro turno). Não sei o motivo. Mas tenho muita confiança [na vitória]”, declarou o buritizável.

Já no corredor, Rollemberg afirmou que, se reeleito, pretende contratar mais médicos especialistas em saúde da família e ampliar as práticas integrativas na rede pública, como ioga, automassagem, terapia comunitária, Reiki e homeopatia. “Elas ajudam a promover a saúde e garantir o bem-estar e, com isso, fazer com que as pessoas tenham menos doenças”, explicou. METROPÓLES.

 

Quero CompartilharShare on FacebookShare on Google+Tweet about this on TwitterShare on LinkedIn