20jan/210

Desespero: Reunião’ de Maia com embaixador é só um factoide de quem perde poder

Serão apenas duas pessoas falando mal de quem mais detestam: Jair Bolsonaro

A doze dias de acabar sua presidência na Câmara, o deputado Rodrigo Maia tenta criar fatos políticos para mostrar que ainda lhe resta poder e utilidade.

O factoide do dia, nesta terça (19), foi solicitar uma “reunião virtual” com o embaixador da China “para entender” criação de supostas dificuldades do governo chinês para fornecer o principal insumo para produção de vacina.

O bate-papo não terá efeito prático: serão apenas duas pessoas falando mal de quem mais detestam: Jair Bolsonaro. A informação é da Coluna Cláudio Humberto, do Diário do Poder.

Contratos de importação/exportação não passam por diplomatas e nem por parlamentares, porque se trata de relação com empresas privadas.

A importação desse insumo foi contratada do Butantan junto a Sinovac, laboratório privado que desenvolveu a vacina rebatizada de Coronavac.

É incomum diplomatas estrangeiros falarem mal dos governos que os hospedam. Só por isso a reunião com Maia suscita alguma curiosidade.

Diário do poder

Quero CompartilharShare on FacebookShare on Google+Tweet about this on TwitterShare on LinkedIn