19fev/200

Concessão de 40 horas aos servidores deve ampliar capacidade de atendimento na Saúde, afirma Jorge Vianna

Para distrital, concessão de 40 horas, deve impactar na redução de superlotações de prontos-socorros das unidades de saúde do DF

Por Kleber Karpov

O deputado distrital, Jorge Vianna (Podemos), utilizou a tribuna, da Câmara Legislativa do DF (CLDF), na tarde desta terça-feira (18), para questionar problemas no dimensionamento da saúde pública do DF. O parlamentar apontou a necessidade de ampliação de carga-horária, para 40 horas, aos servidores da Secretaria de Estado de Saúde do DF (SES-DF) para aumentar a capacidade de atendimento e reduzir as superlotações nas unidades de saúde.

“Existe vários processos no SEI [Sistema Eletrônico de Informações] de solicitações de ampliação de carga horária para os trabalhadores, especificamente, de Taguatinga. Eles já pediram a ampliação e estão trabalhando no caos no Pronto Socorro e se conseguíssemos ampliar a carga horária dos trabalhadores, desafogaríamos o pronto socorro.”, disse Vianna ao se exemplificar o problema do Hospital Regional de Taguatinga (HRT), comum as demais unidades de saúde do DF.

Segundo Vianna, há reivindicações em tramitação na Subsecretaria de Gestão de Pessoas (Sugep) da SES-DF, que devem ter chegado na Secretaria de Economia do DF. O deputado fez um apelo ao governador do DF, Ibaneis Rocha (MDB), que dê agilidade a ampliação da carga-horária para 40 horas, na SES-DF.

“Peço que o governador conceda as 40 horas principalmente a essas áreas críticas da saúde.  Não é justo o técnico em enfermagem ficar cuidando 15 a 20 pacientes no pronto socorro. Se a gente conseguir ampliar a carga horária, chamar mais concursados, a gente consegue desafogar as emergências.”, disse Vianna.

Fonte: Politica Distrital

Quero CompartilharShare on FacebookShare on Google+Tweet about this on TwitterShare on LinkedIn