20jul/140

Cristiano Araújo é ficha limpa e MPE não pode extrapolar suas atribuições

Por Francisco Lima Jr.

Muito tem chamado a atenção dos interessados pela política local, e dos jornalistas que fazem esta cobertura, o “ativismo” fora do comum por parte do Ministério Público Eleitoral do DF, com relação a alguns candidatos, e, em especial, com o candidato do PR, ao GDF, José Roberto Arruda.

Despertou mais ainda o meu interesse, esse “ativismo”, quando tomei conhecimento do belíssimo artigo do Dr. Adriano Soares da Costa, que é Advogado especializado em Direito Eleitoral, presidente do Instituto de Direito Público e Político (IDPP), autor do livro "Instituições de Direito Eleitoral", um dos principais títulos sobre o tema no Brasil, postado em sua página na rede social, nesta 4a feira(17), sob o titulo “TUTELA DO ELEITOR: QUANDO ILUMINADOS QUEREM TOMAR PARA SI A DEMOCRACIA. OU A TARA DO FICHALIMPISMO”.

Replico, aqui, um pequeno trecho do Dr. Adriano Soares: “Tenho falado muito, em meus escritos, sobre o moralismo eleitoral, a tentativa de se higienizar a democracia através da intervenção do Ministério Público ou da Justiça Eleitoral, ao argumento de que o eleitor não sabe votar. Seria o eleitor um tolo incapaz de escolher os seus representantes.

Li com estupefação a nota do Ministério Público Eleitoral do Distrito Federal, segundo o portal G1 - O Portal de Notícias da Globo: "A Procuradoria Regional Eleitoral do Distrito Federal divulgou nota nesta quinta-feira (10) na qual afirma que José Roberto Arruda (PR), caso seja eleito para o cargo de governador em outubro deste ano, não poderá assumir por conta da condenação por improbidade administrativa mantida no Tribunal de Justiça do DF".

Em outras palavras: o Ministério Público Eleitoral do DF faz propaganda negativa explícita contra o candidato Arruda, em evidente abuso de poder. Quer direcionar o voto do eleitor, dizendo que ele, o eleitor, "perderá" o voto se votar em Arruda. Isso é um atentado à democracia. Ora, se o Ministério Público Eleitoral entende que a candidatura de

Arruda é ilícita, impugne o pedido de registro. Mas lançar nota à imprensa é um evidente abuso de poder. Trata-se de uma forma de coação ao eleitor para não votar em uma candidatura não desejada pelo Ministério Público.

É a realização agravada do tipo pena do art.300 do Código Eleitoral: " Art. 300. Valer-se o servidor público da sua autoridade para coagir alguém a votar ou não votar em determinado candidato ou partido".

Imagine se essa moda pega: toda vez que o Ministério Público Eleitoral impugnar uma candidatura, emitir-se notas à imprensa dizendo: "O MPE impugnou a candidatura de fulano. Se fulano for eleito, poderá não assumir o mandato". Depois, perto do dia da eleição, outra nota, com o mesmo conteúdo. Qual o nome que se dá a essa prática? É evidente abuso de poder em desfavor de uma candidatura, buscando intimidar ou coagir o eleitor a não votar naquele candidato, com a propaganda subliminar do uso do "voto útil".”
 

Outro detalhe que reforça, lamentavelmente, o desvio de função do MPE, apontados pelo ilustre advogado, escolhi, aleatoriamente, na lista que o próprio MPE cita como sendo candidatos “ficha suja”, o deputado distrital Cristiano Araújo, do PTB.

Pois bem, fui atrás de sua assessoria de imprensa e veja a reposta que obtive acompanhada de documentos que comprovam o que afirmam: “O deputado Cristiano Araújo (PTB), acusado de abuso de poder econômico em 2006, teve seu caso extinto pelo Tribunal Superior Eleitoral. Esta decisão permitiu que o parlamentar se candidatasse e se reelegesse em 2010. Foi um dos mais votados. Agora, é candidato ao terceiro mandato, na Câmara Legislativa do Distrito Federal.  A questão anterior está inteiramente vencida. Não há o que discutir.

O processo foi extinto e em 2010 foi deferida sua candidatura, quando Cristiano Araújo foi reeleito. A impugnação do Ministério Público Eleitoral, que o incluiu numa lista de pessoas com níveis de culpabilidade diferenciados e razões diversas, demonstra que há um forte
conteúdo político-partidário nessa informação.

O deputado Cristiano Araújo não é ficha suja e pode, tranquilamente, ser candidato em outubro próximo. Será.” Faço minhas as palavras do Dr. Adriano Soares da Costa, quando alerta em seu artigo acima citado: “Essa questão do Arruda, em particular, não me interessa.

Interessa me o que daí poderá ocorrer no futuro, com o Ministério Público Eleitoral usando do seu poder ou múnus para tutelar a democracia e fazer propaganda eleitoral negativa de uma candidatura. Isso é muito grave para as eleições. E me impressiona o silêncio da OAB sobre o tema. Será que todos nós estamos anestesiados com a tara do fichalimpismo?”

* Francisco Lima Jr.(47), jornalista, cientista político pela UnB e professor de jornalismo das Faculdades Icesp/Promove, no DF.

17jul/140

Politica: se movimentando nas cidades

unnamed

Foto: Edson Leal

O Distrital Cristiano Araújo foi recebido por moradores da cidade de São Sebastião essa semana. O parlamentar ouviu diversas reivindicações da comunidade e garantiu  total empenho no sentido de buscar junto ao GDF as soluções necessárias para a população.

Na região central da cidade o distrital ouviu reclamações que vão da falta do hospital até as questões de segurança pública.

fonte: Redação

17jul/140

GDF exonera administrador preso por esquema irregular de alvarás

Dois servidores da administração São Sebastião também foram detidos.G1 não conseguiu contato com presos; eles serão indiciados por 2 crimes

Do G1 DF

Fachada da administração regional de São Sebastião, no Distrito Federal (Foto: Isabella Formiga/G1)

Fachada da administração regional de São Sebastião, no Distrito Federal (Foto: Isabella Formiga/G1)

O governo do Distrito Federal exonerou o administrador de São Sebastião, Antônio Jucélio Gomes Moreno, preso nesta terça em uma operação que investiga um esquema irregular de concessão licenças de funcionamento. O afastamento foi publicado no Diário Oficial desta quarta-feira (16). Dois servidores também foram detidos pela Polícia Civil.

Os agentes da Delegacia de Repressão aos Crimes contra a Administração Pública (Decap) iniciaram a operação às 6h na administração regional. Além de Moreno, foram presos o chefe da gerência de licenciamento de obras, Jailson Mendes Félix, e o diretor social, Paulo Dias Souza.

G1 não conseguiu contato com os suspeitos. A assessoria da administração disse que não tem informações sobre a operação e que apenas a Polícia Civil se manifestaria sobre o caso.

Os policiais cumpriram quatro mandados de busca de apreensão nas casas dos envolvidos e na sede da administração regional. De acordo com a Polícia Civil, os suspeitos cobravam vantagens indevidas de empresas para liberar as licenças.

A polícia citou como exemplo o caso de um circo que teve de pagar R$ 1,5 mil usados pela administração regional para consertar um caminhão público em troca da liberação da licença de funcionamento. A nota fiscal que comprova o o conserto do veículo, que estava há 10 meses na oficina, foi apresentada pelos representes do circo à polícia.

Também houve casos de licenças emitidas em duplicidade, o que é irregular. Segundo a corporação, o único caso provado é o do circo, mas outras três denúncias estão sendo investigadas.

De acordo com a Decap, os três servidores foram presos temporariamente porque passaram a intimidar testemunhas depois que souberam da investigação policial.

"As testemunhas começaram a chegar à delegacia com versão previamente ajustada, fato esse que motivou diligência na data de hoje", disse o delegado Vicente Paranahiba. "O objetivo das prisões era fazer uma oitiva simultânea para evitar que eles combinassem o depoimento."

O delegado disse ainda que os servidores negaram as acusações e afirmaram que o pagamento do conserto do caminhão havia sido uma doação.

Agora eles devem ser indiciados por concussão (obtenção indevida de vantagem no uso de função pública), que tem pena prevista de até oito anos de prisão, e associação para o crime, que pode chegar a três anos. O delegado afirma que espera que a prisão sirva de estímulo para que novas vítimas se apresentem à delegacia. Os suspeitos podem ficar presos por até cinco dias

 

17jul/140

POLÍCIA DO RIO PEDE PRORROGAÇÃO DA PRISÃO DE ATIVISTAS

POLÍCIA DO RIO DE JANEIRO PEDE PRORROGAÇÃO DA PRISÃO DE 26 ATIVISTAS

Foto: Tomaz Silva/Agência Brasil

Foto: Tomaz Silva/Agência Brasil

A Polícia Civil do Rio de Janeiro pediu hoje (16) a extensão da prisão temporária (válida por cinco dias) de 16 investigados por participação em atos violentos em manifestações. O pedido não incluiu os 12 ativistas autorizados ontem (15) a serem liberados pela Justiça,  por meio habeas corpus. No sábado (12), a Operação Firewall prendeu 19 pessoas e apreendeu dois adolescentes. Ao todo, 26 prisões foram decretadas pela 27ª Vara Criminal. Nove pessoas estão foragidas.

O alvará de soltura dos 12 ativistas está no Cartório da 7ª Câmara Criminal do Tribunal de Justiça do Rio de Janeiro e a expectativa dos advogados é que os ativistas deixem o sistema penitenciário hoje. Entre eles, a advogada Eloysa Samy Santiago, assistida pela Ordem do Advogados do Brasil (OAB), e a radialista da Empresa Brasil de Comunicação (EBC), Joseane Freitas, defendida pelo Sindicato dos Jornalistas do Município do Rio de Janeiro.

A advogada do Instituto Defensores de Direitos Humanos (DDH), Raphaela Lopes, que conseguiu a liberação de três ativistas, aponta duas irregularidas nos processo: a decretação de prisão temporária para prevenir um “fato futuro”, o que deveria ser feito pela prisão preventiva, e a ausência de indícios que justificassem a prisão. “Não há um detalhamento do porquê, do envolvimento dos ativistas em supostos atos ilegais”.

O instituto, que também defende um dos adolescentes apreendidos, encaminhará ainda hoje um pedido de extensão dos efeitos dohabeas corpus do 12 ativistas para o jovem ainda hoje. Anteriormente, a entidade ingressou com pedido de liberdade assistida......

17jul/140

Migração de deputados pode mudar tempo na TV

eleições 2014O Tribunal Superior Eleitoral (TSE) decidiu hoje (16) que vai analisar os casos de parlamentares que mudaram de partido após a eleição de 2010. A questão poderá ter impacto no tempo que 11 candidatos à Presidência da República terão no horário eleitoral no rádio e na televisão, que começa no dia 19 de agosto. A decisão foi tomada após uma audiência pública no tribunal com a presença de representantes dos partidos para debater a minuta de resolução sobre a distribuição do tempo entre as coligações.

De acordo com o presidente do TSE, Dias Toffoli, o tempo de cada coligação no horário eleitoral, já dividido pelo tribunal, poderá sofrer alterações. A decisão deve sair em agosto. “[Os tempos] podem sofrer algumas alterações em razão de informações sobre a bancada de cada partido que está tendo na Câmara dos Deputados, em relação aos eleitos e aos novos partidos criados”, disse Toffoli.

Em 2012, o Supremo Tribunal Federal (STF) decidiu que os partidos recém-criados têm direito a mais tempo de propaganda eleitoral, em rádio e TV, se conseguirem atrair deputados federais de outras legendas. O entendimento deve ser levado em conta na análise pelo TSE.....

17jul/140

ELEIÇÕES 2014 Candidatos percorrem o DF

Candidatos ao Palácio do Buriti no corpo a corpo para ouvir a população

Por Rejane Evaristo – Os candidatos ao Governo do Distrito Federal estão se dividindo entre suas atividades habituais e os compromissos de campanha. Durante a terça-feira, os concorrentes ao Buriti fizeram corpo a corpo, ouviram a população e apresentaram projetos para cada região.

Agnelo_divulgação

Agnelo Queiroz

O governador do Distrito Federal e candidato à reeleição, Agnelo Queiroz (PT), aproveitou o horário de almoço de ontem para visitar a Feira Permanente do Núcleo Bandeirante. Durante o encontro com a população, Agnelo ressaltou que sua campanha será baseada nos projetos e obras realizados durante seu mandato e que não vai se preocupar com os ataques dos adversários. “Estou cada vez mais preparado para continuar no governo”, disse.

 O deputado distrital Chico Vigilante (PT), o ex-diretor geral do Transporte Urbano do Distrito Federal (DFTrans) e candidato a deputado federal, Marco Antônio Campanella, o secretário de Saúde, Rafael Barbosa, o secretário de Administração Pública, Wilmar Lacerda e o administrador do Núcleo Bandeirante, Elias Dias Carneiro acompanharam Agnelo na visita.

Hoje, no período da manhã, o governador participou de uma reunião com representantes da Associação Comercial e Industrial de Águas Claras.

Arruda_Divulgação

José Roberto Arruda

O candidato ao Governo do Distrito Federal José Roberto Arruda (PR) passou a tarde e a noite dessa terça-feira caminhando e conversando com os moradores de São Sebastião.

Durante a visita, Arruda apresentou suas propostas para a cidade. Entre elas estão: a construção do hospital, a duplicação da DF-463, a regularização de todas as terras, além da urbanização completa dos bairros Residencial Vitória e Morro da Cruz, ambos carentes de toda infraestrutura urbana. “Os adversários andam espalhando que a gente vai derrubar as casas daqui”, discursou, no último evento do dia, um comício no Morro da Cruz. “Mas no nosso governo, casa de pobre não vai ser derrubada. A gente vai consertar tudo isso aqui e depois vamos entregar a escritura para o pai de família poder viver com tranquilidade”, completou.

Em conversas com os moradores, Arruda ouviu críticas ao funcionamento da saúde pública. A Unidade de Pronto Atendimento (UPA), construída na gestão dele e inaugurada pelo governo atual, não consegue atender a população por falta de médicos. “No meu governo, os médicos vão trabalhar porque vão ser respeitados, vão ser estimulados e vão ser cobrados”, frisou.

Outra preocupação apresentada pelos moradores diz respeito à regularização fundiária. Em 2009, a gestão Arruda contratou a empresa para fazer o levantamento topográfico, que está pronto. O passo seguinte seria o registro dos imóveis e a entrega das escrituras. Mas, desde então, o processo está paralisado, afirmou o candidato.

Arruda salientou que nos três anos de seu mandato, só em São Sebastião foram criados o
bairro Jardins Mangueiral, o Residencial Oeste foi urbanizado, e foram construídas duas escolas, uma vila olímpica e a UPA.

Hoje, Arruda fará caminhadas pelas cidades do Distrito Federal e às 20h participará de um Comício em Samambaia.

Pitiman

Luiz Pitiman

O Plenário da Câmara dos Deputados aprovou, ontem, o Projeto de Decreto Legislativo 1472/14, do Senado, que indica Bruno Dantas Nascimento para o cargo de ministro do Tribunal de Contas da União (TCU). O deputado federal e candidato ao GDF Luiz Pitiman (PSDB) não participou da votação do projeto, já que defende a PEC 339/2013, de sua autoria, que institui concurso público de provas e títulos para o preenchimento dos cargos de ministro do TCU.

“O Tribunal de Contas da União tem que ser qualificado por pessoas de estudo, preparo, competência e qualificação técnica. O que temos verificado de tal sistemática é que o perfil dos indicados nem sempre atende às exigências técnicas necessárias ao bom desempenho do cargo. Normalmente, as indicações recaem sobre políticos que apoiam quem fará a indicação, mas que nem sempre estão aptos tecnicamente a exercer tarefa tão importante quanto a atribuída aos Tribunais de Contas”, justificou Pitiman.

Pitiman participou de atividades internas da Câmara dos Deputados durante toda a terça-feira e hoje a agenda se repete. Às 21h de hoje, o candidato vai participar de um jantar de confraternização com a presença do Senador Aécio Neves e Senador Aloysio Nunes, para conversa sobre o processo eleitoral e compartilhar informações. O convite foi feito pelo líder do PSDB, o deputado Antonio Imbassahy.

Senador Rodrigo Rollemberg (PSB-DF) celebra o 70º aniversário da Consolidação das Leis do Trabalho (CLT)

Rodrigo Rollemberg

O senador Rodrigo Rollemberg cumpriu sua agenda no Senado Federal durante toda a terça-feira. Em seu discurso na Casa, o candidato aproveitou para destacar a operação da Polícia Civil que prendeu o administrador de São Sebastião, Antônio Jucelio Gomes Moreno, por suspeita de irregularidades na concessão de licenças e alvarás de funcionamento, na região.

Rollemberg ressaltou que a corrupção dentro das Administrações Regionais estaria “virando regra e não exceção” e que é necessária a criação de regras para a contratação dos ocupantes de cargos nestes locais. Hoje, o senador deve continuar cumprindo agenda no Senado Federal, que realiza esforço concentrado esta semana.

Toninho PSOL_DIVULGAÇÃO

Toninho do PSol

O candidato Toninho do Psol limitou sua agenda de ontem para se reunir com a base aliada e discutir estratégias de campanha. Além disso, no inicio da noite de ontem, Toninho participou de uma celebração ecumênica em homenagem a Plínio de Arruda, ex-deputado federal, que faleceu no último dia 8 de julho.

De acordo com a assessoria do partido, Toninho deve intensificar a campanha a partir de hoje, quando recebe a candidata à presidência da Republica pelo Psol, Luciana Genro. Logo após, os candidatos devem fazer um corpo a corpo na Rodoviária, de onde seguem para o lançamento oficial das candidaturas.

perci2

Perci Marrara

A candidata Perci Marrara (PCO) visitou as avenidas comerciais Sul e Norte, em Taguatinga, ontem. Logo depois, a candidata participou de um almoço virtual com os eleitores. Hoje, a candidata deve se reunir com estudantes da Universidade de Brasília (UnB) para discutir políticas direcionadas à Universidade.

fonte: blogdocallado

 

17jul/140

Os candidatos sem-agenda

Por Ricardo Callado – A campanha começou de fato para alguns candidatos ao Governo do Distrito Federal (GDF). A agenda diária consta caminhadas, visita a feiras, reuniões e comícios. Para outros, a campanha ainda não começou. O caso mais emblemático é o do governador Agnelo Queiroz (PT), candidato à reeleição. Ele também é o mais prejudicado por acumular as funções de governador e candidato. Mesmo assim, nos últimos dias, a agenda oficial constava apenas despachos internos. Salva raras exceções como a de hoje, que prevê a presença de Agnelo às 19 horas, no coquetel a chefes de Estado da América do Sul, no Palácio do Itamaraty.

 ***

Candidato

A agenda de candidato de Agnelo ainda não existe. Nunca foi divulgada. Isso não quer dizer que o governador não faça alguma coisa para pedir novamente o voto do brasiliense e lhe confiar mais quatro anos de mandato. Ontem mesmo ele visitou o mercado no Núcleo Bandeirante.

 ***

Prazo oficial

A campanha foi autorizada pelo Tribunal Superior Eleitoral (TSE) desde o dia 6 de julho. Logo no primeiro dia candidatos ao Palácio do Buriti, como o ex-governador José Roberto Arruda (PR) e o senador Rodrigo Rollemberg (PSB), saíram em campo.

 ***

Comícios

Arruda já fez pelo menos quatro comícios. Vem priorizando a visita em áreas mais carentes e populosas de Brasília. Já esteve, por exemplo, na Cidade Estrutural, no Itapuã, Sol Nascente e Samambaia. Além de visita a feiras e caminhadas.

 ***

Senado

Rollemberg tem conseguido fazer campanha mesmo dividindo a atuação no Senado. Principalmente essa semana quando a pauta do Congresso é intensa. Depois, a Casa deve entrar em uma espécie de recesso branco até às eleições.

 ***

Pitiman

O mesmo caso vive o deputado federal Luiz Pitiman, candidato ao Buriti pelo PSDB. As sessões na Câmara dos Deputados diminuem o ritmo da campanha, mas Pitiman promete correr contra o tempo perdido a partir do fim de semana.

 ***

Fora do expediente

Quando começar a sua agenda de campanha, Agnelo terá que se dividir entre as funções de governador e de candidato. Poderá fazer campanha na hora do almoço e depois das 18 horas, quando termina o expediente no GDF. Isso na teoria. A prática funciona diferente. É impossível separar as coisas.

 ***

(Coluna Coletivo Político publicada na edição de 16 de julho de 2014, no Jornal Coletivo)

- See more at: http://blogs.maiscomunidade.com/blogdocallado/#sthash.hCqhkdm8.dpuf

16jul/140

Politica: de volta e com moral

Govcreche1

O agora ex- administrador de Brazlândia, Bolivar Rocha, parece que mostra a cada dia a sua influência dentro do governo e principalmente junto ao governador Agnelo Queiroz.

O Diário Oficial trouxe publicado nessa Terça - feira (15) a sua ida para ficar cada vez mais perto do chefe do executivo. Enquanto Bolivar Rocha deverá desfrutar do conforto do Palácio do Governo o seu homem de confiança, Vadson Ramos, assume o comando da cidade de Brazlândia.

A sinalização dada pelo o governador Agnelo Queiroz foi clara para aqueles que fazem oposição a seu afilhado dentro da cidade. Quem acreditava em enfraquecimento teve que se contentar com a manutenção da força de Bolivar.

fonte: Redação

16jul/140

Eleições: Ministério Público Eleitoral quer barrar quatro candidaturas

Em sentido horário: José Maria Eymael (PSDC), Levy Fidelix (PRTB), Rui Costa Pimenta (PCO) e Mauro Iasi (PCB)

O Ministério Público Eleitoral quer barrar a candidatura de quatro candidatos à Presidência da República. Os procuradores alegam problemas nos registros de Mauro Iasi (PCB), Levy Fidelix (PRTB), José Maria Eymael (PSDC) e Rui Costa Pimenta (PCO).

O MP Eleitoral solicitou que os políticos e os partidos juntem documentos que estão faltando, como certidões criminais obrigatórias. Caso apresentem os documentos que faltam, as candidaturas deverão ser liberadas.

Os quatro candidatos têm sete dias a partir da data em que forem notificados para esclarecer as pendências.

 

Fonte: Portal Diario do Poder
15jul/140

Saúde: Rede pública oferece tratamento contra gota

Doença atinge mais os homens e provoca inchaço e fortes dores nas articulações

 A gota é um tipo de artrite que ocorre quando o ácido úrico se acumula no sangue e causa inflamação nas articulações. Não há cura definitiva para a doença, já que a maioria é provocada por falhas na eliminação ou na produção do ácido úrico. ... 

Quem apresentar os sintomas deve procurar um clínico-geral que irá fazer os primeiros exames e encaminhará o paciente ao reumatologista. A rede pública de saúde tem 25 profissionais habilitado, que atendem no HBDF, Hran, HRC, HRPa, HRG, HRS e HRT. Em 2013, a Secretaria de Saúde realizou mais de 31 mil consultas ambulatoriais em reumatologia e reumatologia pediátrica. 

Existem dois tipos, a aguda, que é dolorosa e geralmente afeta uma articulação, e a crônica, que consiste em episódios repetidos de dor e inflamação que podem envolver mais de uma articulação. Na maioria das vezes, a primeira crise pode durar de 3 a 10 dias. Geralmente são indicados dieta e medicamentos. 

 A coordenadora de Reumatologia da SES/DF, Jamille Cordeiro, explica as causas da doença. "Com a ausência congênita de um mecanismo enzimático responsável pela excreção do ácido úrico pelos rins, sem a eliminação adequada há um aumento da concentração desse ácido úrico no sangue", informou. 

Ainda segundo a especialista, a outra causa, menos comum, é a produção excessiva de ácido úrico pelo organismo devido a um defeito enzimático, nesse caso a pessoa produz uma grande quantidade de ácido úrico e os rins não conseguem eliminá-la, informou. 

A gota é mais comum em homens, mulheres após a menopausa e em pessoas que ingerem álcool em excesso. Pacientes que fazem uso de determinados medicamentos diuréticos também podem ter níveis mais altos de ácido úrico no sangue. A doença pode se desenvolver ainda em pacientes com diabetes, doença renal, obesidade, anemia falciforme e outras anemias. 

SINTOMAS – Na maioria das vezes o sintoma inicial é um inchaço do dedo grande do pé acompanhado de dor forte. A primeira crise pode durar até 10 dias e, após esse período, o paciente volta a levar uma vida normal, o que geralmente faz com que ele não procure uma ajuda médica imediata. 

Uma nova crise pode surgir em meses ou anos e comprometer a mesma ou outras articulações, sem tratamento o intervalo entre as crises tende a diminuir e a intensidade da dor, aumentar. O paciente que não se trata pode ter suas articulações deformadas e ainda apresentar depósitos de cristais de monourato de sódio em cartilagens, tendões, articulações e bursas. 

Fonte: Jornal Brasilia / Agência Brasília
14jul/140

DF: Quadrilha de alta periculosidade para em blitz próximo ao Incra 08

braz3Quatro criminosos invadiram uma casa na noite de ontem (10) e fizeram uma família inteira passar por momentos de terror, com espancamentos e ameaças de morte. O grupo roubou pertences e fugiu no carro das vítimas. Porém, às 16h de hoje (11), a quadrilha esbarrou em um ponto de bloqueio do batalhão rodoviário da Polícia Militar do DF, instalado no Km 13 da DF 180.

Os policiais revistaram os ocupantes e o veículo, e encontraram três facas, cordas, marretas e machadinhas, material que possivelmente seria utilizado em outros roubos. Ao consultar a placa e a ficha dos suspeitos a surpresa: o veículo era o roubado na noite anterior, e todos os suspeitos tinham passagens por crimes graves. Um deles com dois homicídios.

 
Abordagem de risco
 

“Estávamos em seis, e logo que consultamos a ficha dos abordados, pedimos apoio de imediato, pois éramos somente seis contra quatro, o que torna a abordagem de risco”, disse o sargento J. Braz. E ele tinha razão. Ao perceberem que a “casa iria cair”, os quatro correram, um pra cada lado. Os policiais partiram então para a captura, com o apoio de policiais militares de Brazlândia e da PM de Goiás.

Os quatro foram recapturados minutos depois. As vítimas do dia anterior foram convocadas à delegacia e reconheceram os criminosos. Eles foram autuados por roubo qualificado entre outros crimes.

fonte: Brazrural
14jul/140

Pede pra sair

Dilma traumann

 Ainda no rescaldo da humilhante derrota do Brasil para a Alemanha, o site da campanha à reeleição da presidente Dilma - Muda Mais - publicou um duro ataque ao presidente da CBF José Maria Marin. 

Obra da pena do próprio coordenador geral, o jornalista Franklin Martins. Ao ler a crítica, Dilma ficou enfurecida. Gritou com todos no Planalto. Não pensava aquilo, e discordava. 

Sobrou até para o coitado do atual porta-voz Thomaz Traumann. Mandou que fosse retirada a nota imediatamente. Traumann levou mais bronca de Dilma.  Ao retornar ao seu gabinete e avisá-la que Franklin não iria cumprir a ordem. 

A presidente tentou localizar Lula e sabiamente ele não quis ser encontrado. O jeito foi ela própria colocar a mão na massa e falar com Franklin. Exigir que ele retirasse o post contra o presidente da CBF. 

Franklin ainda tentou convencê-la. A situação só piorou. E até os corredores do 3o andar do Planalto ouviram na quinta passada os berros da presidente Dilma com o seu por enquanto homem da internet.

fonte: Quidnovi

14jul/140

DILMA É VAIADA NA ENTREGA DA TAÇA DA COPA DO MUNDO

O ÁUDIO DAS VAIAIS E XINGAMENTOS CONTRA DILMA VAZARAM NA TRANSMISSÃO DE TV

Joseph Sepp Blatter, Dilma Rousselff entregam para a seleção da Alemanha a Taça de campeão da Copa do Mundo FIFA Brasil 2014. (Foto: THIAGO BERNARDES/FRAME/ESTADÃO CONTEÚDO)

A presidenta Dilma Rousseff foi vaiada e ofendida mais de uma vez neste domingo (13) quando sua imagem surgiu nos telões do Maracanã, durante a entrega da taça da Copa do Mundo de 2014 para a seleção alemã, que venceu por 1×0 final contra a Argentina. Assim como aconteceu na abertura do Mundial, o áudio das vaiais e xingamentos contra Dilma vazaram na transmissão de TV.

Durante e após a decisão do Mundial, ela foi hostilizada cinco vezes ao todo por parte do público que compareceu ao estádio. A manifestação se repetiu quando ela apareceu cumprimentando o técnico da Argentina, Alejandro Sabella, e foi mais forte no momento em que Dilma entregou o troféu de campeão para o capitão do time alemão, Philipp Lahm. Nesse instante, as vaias se transformaram em um cântico ofensivo à presidente. Ela ficou o troféu em mãos por apenas três segundos.

Antes, quando os alemães recebiam apenas as medalhas pelo título, a euforia da torcida alemã abafou outras vaias à presidente. A música alta no estádio também ofuscou os apupos. Os telões evitaram mostrar a presidente sozinha em meio a outras autoridades, durante a cerimônia.

Na abertura da Copa, no dia 12 de junho, Dilma ouviu vaias mais fortes e até xingamentos no estádio Itaquerão, em São Paulo, antes e durante a partida da seleção brasileira contra a Croácia.

Participaram da cerimônia de entrega do prêmio o presidente da Fifa, Joseph Blatter, a chanceler alemã Angela Merkel e o presidente da Rússia, Vladimir Putin. O time levará para Berlim uma réplica banhada a ouro do troféu.

Autor do gol que deu o título para a Alemanha, a oito minutos do fim da prorrogação, Mario Götze foi escolhido o melhor em campo. Já o argentino Lionel Messi recebeu, com a frustração estampada no rosto, o título de melhor jogador da Copa.

fonte: Diário do Poder

13jul/140

PAPA É ARGENTINO, MAS DEUS É BRASILEIRO E A COPA É DA ALEMANHA: 1×0

ARGENTINA JOGOU SUJO, COM A AJUDA DO JUIZ, MAS AINDA ASSIM PERDEU O JOGO

COPA DO MUNDO FIFA 2014

Em um gol espetacular, Götze matou a bola no peito e bateu antes que ela caísse no chão

A seleção da Alemanha sagrou tetra-campeão mundial no Maracanã, em jogo que durou 120 minutos, com intensa participação de brasileiros que torceram em massa em favor da seleção germânica.

O gol alemão foi marcado a oito minutos do fim da prorrogação. Götze recebeu na área, matou no peito, e abriu o placar para a Alemanha. O gol significou o tetracampeonato para os europeus, que venceram a Copa do Mundo de 2014 neste domingo (13) por 1×0 contra a Argentina, em partida disputada no Maracanã, Rio de Janeiro.

Götze, o heroi do jogo, entrou no final do segundo tempo, no lugar do atacante Klose. Na terceira final de Copa entre Argentina e Alemanha, os europeus conquistaram a segunda vitória sobre os sul-americanos.

Foi um jogo de paciência no estádio do Maracanã e a Alemanha soube esperar o momento certo para dar o golpe mortal na Argentina, com gol de Mario Götze, para enfim conquistar o tetracampeonato da Copa do Mundo, neste domingo, no Rio de Janeiro. Em um duelo equilibrado, os europeus impuseram o seu estilo de jogo desde o início, diante da retranca montada pelo técnico Alejandro Sabella, e precisaram de 112 minutos para confirmar o favoritismo.

Depois de um duelo aguerrido e sem gols durante 90 minutos, a Alemanha buscou o gol salvador aos 7 minutos do segundo tempo da prorrogação. André Schürrle disparou pela esquerda e cruzou na área para Götze, que dominou no peito e bateu para as redes, para alegria de alemães e choro dos torcedores argentinos presentes no Maracanã.

Com o triunfo, a Alemanha desempatou os duelos contra a Argentina em finais de Copa, a decisão mais repetida da história Em 1986, os sul-americanos levaram a melhor. Quatro anos depois, foi a vez do time europeu erguer a taça. Antes, a Alemanha já se sagrara campeã em 1954 e 1974.

Curiosamente, os alemães faturaram o tetra 24 anos depois da conquista do tricampeonato, assim como fizeram o Brasil e a Itália, outras duas seleções que têm quatro troféus – a seleção brasileira já soma cinco títulos. A Copa de 2014 repetiu ainda as últimas duas edições, ao ser decidida na prorrogação.

A Alemanha contou com ampla torcida brasileira, mesmo depois do vexame que impôs à seleção nacional na semifinal. Mas, mesmo com o favoritismo adquirido na goleada de 7 a 1, teve dificuldade contra o bom e compacto time argentino, que não teve o machucado Angel Di María. Para equilibrar, a Alemanha perdeu Khedira antes do apito inicial. Ele se machucou durante o aquecimento.

O primeiro tempo foi um duelo da retranca contra o toque de bola alemão. Mas, mesmo na defensiva, os argentinos criaram as melhores chances. No segundo tempo, os sul-americanos esboçaram uma pressão no início, mas logo sucumbiram ao cansaço, em razão da sequência de jogos duros e decididos na prorrogação e pênaltis. A Alemanha, contudo, não aproveitou a chance e precisou decidir a partida somente no tempo extra.

O título coroa a boa campanha alemã na Copa, que teve início com uma retumbante goleada de 4 a 0 sobre Portugal do melhor do mundo, o atacante Cristiano Ronaldo. Depois de atuações temerosas contra Gana e Argélia, o técnico Joachim Löw soube ajustar o time para ganhar ainda mais consistência, deixando para trás seleções tradicionais como França e Brasil. Na final, foi a vez de superar a bicampeã Argentina.

O tetracampeonato também premia todo o planejamento da Alemanha, que estabeleceu em 2002 um vitorioso plano para renovar o futebol nacional. Os resultados culminaram na revelação de jogadores que passaram a atuar juntos desde a Copa de 2006. Naquele ano e em 2010, a seleção terminou em terceiro lugar, após o vice-campeonato de 2002. A busca pelo quarto título, enfim, teve final feliz.

O JOGO – A final da Copa do Mundo do Brasil teve início previsível, com ambos os times se estudando, cautelosos. Considerada a favorita ao título, a Alemanha tratou logo de impor seu toque de bola, enquanto que a Argentina postou suas duas linhas de quatro jogadores na defesa, estabelecendo a retranca.

A estratégia favoreceu inicialmente a equipe de Sabella, eficiente na defesa, como nos últimos três jogos. Recuada, saiu em velocidade no contra-ataque. E, assim, criou a primeiras boas chances de gol, todas pela direita. Aos 3 minutos, Higuaín invadiu a área pela direita e bateu cruzado, com perigo. Messi, aos 8, também ameaçou na linha de fundo, assim como Zabaleta na sequência.

Os argentinos eram mais efetivos em sua proposta de jogo, de forte marcação, e não tinha maiores dificuldades para neutralizar as poucas investidas do adversário. A Alemanha chegava com facilidade à intermediária, mas cercava a área com pouca objetividade. Em uma das raras chances, Lahm cruzou da direita e Klose alcançou de cabeça, aos 12 minutos.

O time sul-americano seguia levando maior perigo no ataque, apesar da postura mais defensiva. Aos 20 minutos, Higuaín recebeu livre cara a cara com Neuer, após erro da defesa alemã, mas bateu mal, para fora, na melhor chance do jogo até então. Não foi o único susto sofrido pela Alemanha. Aos 29, Lavezzi cruzou da direita e Higuaín, em claro impedimento, mandou para as redes. O árbitro anulou o lance.

Aos 30 minutos, o técnico Joachim Löw precisou fazer uma mudança inesperada no time. Kramer, que entrara de última hora na vaga de Khedira, machucado durante o aquecimento, precisou deixar o campo. Ele levou forte pancada na cabeça de Garay e caiu em campo, aparentemente desacordado. O meia até tentou ficar no jogo, mas não aguentou. Löw colocou Schürrle, aumentando o poder de fogo dos alemães.

Schürrle teve grande oportunidade para abrir o placar aos 36 minutos, que bateu forte e deu trabalho a Romero pela primeira vez na partida. A Alemanha, então, passou a atacar mais, aproveitando as brechas que começaram a surgir na defesa argentina, mais ofensiva no final da primeira etapa. Aos 46, os europeus tiveram a sua melhor chance em cabeçada de Höwedes, sem marcação dentro da área, na trave.

O jogo seguiu mais aberto no segundo tempo, principalmente por causa da postura mais ofensiva da Argentina, com Agüero no lugar de Lavezzi. Logo no primeiro minuto, Messi desperdiçou chance incrível ao avançar pela esquerda, entrar na área e bater rente à trave esquerda de Neuer.

Mas os avanços da Argentina logo desaceleraram. Agüero, sem ritmo, não conseguia dar sequência às jogadas e Messi acusava dores musculares na coxa. Mais cansada, a equipe sul-americana afrouxou a marcação e a Alemanha passou a levar maior perigo. Em uma grande chance, Schürrle tabelou com Müller dentro da área e perdeu oportunidade preciosa, aos 25 minutos.

O cansaço logo atingiu também os alemães, que cometiam erros mais bobos no ataque, acumulando chances seguidas. Em uma das jogadas mais incisivas, Kroos recebeu grande passe fora da área e encheu o pé, direto para fora, aos 36 minutos. Praticamente sem reação, a Argentina até tentava se arriscar no ataque, com muitas falhas.

A dificuldade das duas equipes nas finalizações culminou na prorrogação. E oportunidades surgiam para ambos os lados, na medida em que o cansaço abatia os jogadores. Mais cansados, os argentinos apelam para faltas mais violentas, com a complacência do árbitro italiano Nicola Rizzoli.

As faltas dominaram o primeiro tempo da prorrogação. E foram acrescidas da cadência argentina na segunda etapa, mais interessada nas cobranças de pênaltis. Até que, aos 7 minutos, Schürrle fez o cruzamento preciso para Götze levar a Alemanha ao tão almejado tetracampeonato.

FICHA TÉCNICA

ALEMANHA 1 x 0 ARGENTINA

ALEMANHA – Neuer; Lahm, Hummels, Boateng e Höwedes; Kramer (Schürrle), Schweinsteiger, Kroos e Özil (Mertesacker); Müller e Klose (Götze). Técnico: Joachim Löw.

ARGENTINA – Romero; Zabaleta, Demichelis, Garay e Rojo; Mascherano, Biglia, Pérez (Gago) e Messi; Lavezzi (Agüero) e Higuaín (Palacio). Técnico: Alejandro Sabella.

GOL – Götze, aos 7 minutos do segundo tempo da prorrogação.

CARTÕES AMARELOS – Schweinsteiger e Höwedes (Alemanha); Mascherano e Agüero (Argentina).

ÁRBITRO – Nicola Rizzoli (Fifa/Itália).

RENDA – Não disponível.

PÚBLICO – 74.738 presentes.

LOCAL – Estádio do Maracanã, no Rio de Janeiro (RJ).

 

12jul/140

STF AGILIZA OS PROCESSOS CONTRA PARLAMENTARES

SUPREMO RESOLVEU ‘ESTIMULAR’ O CONGRESSO A ACABAR COM FORO PRIVILEGIADO

STF_EBC

Supremo Tribunal Federal. Foto: Agência Brasil

O Supremo Tribunal Federal resolveu “estimular” o Congresso a acabar com o tal foro privilegiado, ao retirar do plenário e passar às turmas o julgamento dos processos contra parlamentares, que congestionam a pauta. As turmas só têm 5 ministros e suas sessões não são exibidas na TV Justiça, têm uma dinâmica bem mais ágil, por isso as decisões sairão rapidamente. E rapidez nunca interessa a políticos processados.

Como o STF anda com a mão mais pesada no julgamento de políticos, logo o Congresso vai votar projetos acabando com o foro privilegiado.

Foro privilegiado livra parlamentares de ações na primeira instância, mas eles encaram decisões irrecorríveis do Supremo Tribunal Federal.

A mudança do julgamento de políticos para as turmas foi obra dos dois ministros novatos do STF: Luís Roberto Barroso e Teori Zavascki.

fonte: Diario do Poder