3mar/15

Hélio José quer destinar recursos de emenda parlamentar para energia alternativa

helioJos

Waldemir Barreto/Agência Senado

 O senador Hélio José (PSD-DF) elogiou a decisão do relator-geral do Orçamento, senador Romero Jucá (PMDB-RR) de permitir aos novos deputados e senadores a apresentação de emendas parlamentares ao Orçamento ainda em 2015. Hélio José anunciou sua intenção de destinar recursos para a eficiência energética das unidades de educação e saúde no Distrito Federal, com ênfase em equipamentos movidos a energia solar que tornem os hospitais autossuficientes em eletricidade.

O senador também quer destinar recursos para trocar equipamentos antigos de unidades de ensino como forma de reduzir o consumo de energia e estimular a educação ambiental. Ele frisou que o ciclo de fartura de eletricidade no Brasil acabou e o preço da energia se tornará um ônus cada vez maior para o orçamento público.

— O desembolso de recursos do Estado em geração mais barata de energia, de eletricidade, tornará as unidades de ensino imunes ao aumento desse insumo, preservando, assim, os recursos para as atividades pedagógicas — explicou o senador.

fonte:

 

Fonte: Donny Silva

3mar/15

EXCLUSIVO: Administrador de Brazlândia André Queiroz fala com o blogdogbu

Andre

O administrador de Brazlândia, André Queiroz, aceitou e estará sendo entrevistado com exclusividade pelo o blogdogbu.  O chefe do executivo de Brazlândia deverá responder perguntas das mais diversas e terá a oportunidade da falar de seus projetos enquanto gestor da cidade onde fez a sua história.

Então acompanhe na edição de domingo a entrevista com exclusividade de André Queiroz.

fonte: Redação

3mar/15

Politica: Juarezão ganha apoio de peso na CLDF

luiznho

O Deputado distrital Juarezão parece que começou acertar nas escolhas para compor o seu gabinete. Nessa semana o ex- candidato á distrital Luizinho Araújo acertou a sua ida para o gabinete do parlamentar do PRTB.

O distrital deverá anunciar dentro de alguns dias a aquisição do ex- administrador de Brazlândia, Nilson Assunção. Com a ida de Luizinho Araújo o atual chefe de gabinete do parlamentar, Eleovaldo Ferreira, deverá ter um time com mais experiência e preparado para o projeto de reeleição de Juarezão.

fonte: Redação

2mar/15

Após 3 meses, GDF libera rua fechada por moradora após decisão judicial

Cerca foi retirada na segunda; Via foi construída em propriedade particular.Família negociou com vice-governador; TJ vai decidir valor do ressarcimento

Do G1 DF

Fechada há três meses e dez dias, uma avenida da Área Especial 6, em Brazlândia, no Distrito Federal, foi liberada para tráfego de veículos nesta segunda-feira (2). O acesso foi fechado pela aposentada Nilza Leite Gonçalves, após uma decisão judicial.

A liberação ocorre seis dias depois que o Tribunal de Justiça determinou a retirada da cerca por entender que o direito da coletividade deve ser respeitado. O TJ vai definir como será o ressarcimento da moradora.

A decisão favorável do Supremo Tribunal Federal (STF) saiu em novembro último. Com a autorização em mãos, Nilza interditou a avenida com uma cerca de arame farpado. Ela afirma que comprou o terreno em 1953 e que a administração transformou um trecho da propriedade em rua em 2005, mesmo sabendo que era uma área privada.O vice-governador do DF, Renato Santana, negociou com a família a liberação da via em troca de indenização. Ele procurou pessoalmente a moradora no início de janeiro. "No passado houve um atropelo aqui. A via foi construída sem a conclusão de um processo de desapropriação, o que está hoje em estudo e análise na Terracap."

Faixa orientando motoristas sobre decisão judicial que levou ao fechamento de uma rua em Brazlândia, no DF (Foto: TV Globo/Reprodução)

Faixa sobre fechamento da via em Brazlândia (Foto: TV Globo/Reprodução)

Com a interdição, os motoristas e pedestras que saiam do Setor Veredas em direção ao Setor Tradicional precisam fazer um desvio de três quilômetros. Nesta segunda, um trator foi utilizado para retirar a cerca.

Em janeiro, o advogado da família solicitou o levantamento para o corretores da região, a fim de avaliar o custo da propriedade.

Parentes de Nilza dizem estar confiantes de que o problema será resolvido. Há 45 dias, ela disse estar otimista. "Acredito que sim, o governador está empenhado. Eu quero que resolva porque desse jeito não pode ficar."

2mar/15

Merendeiros e recepcionistas de hospitais do DF entram em greve

Categorias cobram benefícios atrasados; grupo da saúde se queixa de salário.Governo afirma que salários de 2015 de ambas as categorias estão em dia

Merendeiras e recepcionistas de hospitais do DF durante assembleia que decidiu pela greve das categorias (Foto: Robson Oliveira Silva/Sindserviços-DF/Divulgação)

Merendeiras e recepcionistas de hospitais do DF durante assembleia que decidiu pela greve das categorias (Foto: Robson Oliveira Silva/Sindserviços-DF/Divulgação)

 Do G1 DF

Recepcionistas de hospitais públicos e merendeiros da rede de ensino do Distrito Federal decidiriam na manhã desta segunda-feira (2) entrar em greve. Segundo o Sindserviços, sindicato que representa as categorias, os terceirizados da saúde não receberam o salário, o vale-transporte e o tíquete-refeição. Os responsáveis pelas refeições nas escolas cobram férias e vale-transporte.

Os 800 merendeiros que optaram pela greve são empregados da empresa G e E Eventos. Eles afirmam que só vão retornar ao serviço quando os pagamentos estiverem em dia. Os 655 recepcionistas são funcionários da GVP e afirmam que estão sem salário, vale-transporte e tíquete alimentação de janeiro. Eles são funcionários da empresa GVP.

O GDF informou que tem dívidas de R$ 16,8 milhões com três empresas que prestam serviço para a Secretaria de Educação, relativas ao período de agosto a dezembro de 2014, e que os pagamentos de 2015 estão em dia. Durante a paralisação, a orientação é servir aos estudantes alimentos que não precisem de manipulação, diz a pasta.

A Secretaria de Saúde informou que a dívida com a GVP, referente a 2014, é de R$ 1,2 milhão. "Para quitar o débito, foi disponibilizado, pelo Fundo de Saúde do DF, crédito suplementar no valor citado, que está em análise na Secretaria de Planejamento e Gestão." A pasta diz que não há pagamento em atraso em 2015.

Os 500 funcionários da Planalto resolveram não aderir à paralisação. Segundo o sindicato, ficou acordado com o governo que eles receberão os atrasados nesta terça (3).

O DF tem 3.072 merendeiros em 657 unidades de ensino. Segundo o governo, estudantes que vivem em áreas de vulnerabilidade social têm direito a um lanche e um almoço na escola. Alunos do ensino integral recebem três refeições diárias. 

No início da tarde, o sindicato afirmou que se reuniu com procuradores do trabalho do Ministério Público do Trabalho e solicitou que o órgão interceda contra as empresas terceirizadas, que não estão cumprindo com acordo firmado no início do ano. A categoria também solicitou nova audiência pública com representantes do GDF e com as empresas inadimplentes

2mar/15

Bolivar Rocha: ” A cidade de Brazlândia está suja”

Bolivar-balanço-de-Brazlândia

O ex- administrador de Brazlândia, Bolivar Rocha, resolveu abrir o verbo sobre a gestão do atual administrador da cidade, André Queiroz. Nas palavras do ex- gestor pode -se considerar um desastre nesse primeiro momento; " Ele não tá dando conta nem de limpar a cidade. É lixo por todo lado. E vamos ser honesto não se ver o administrador nas ruas", disse Rocha ao blogdogbu.

A equipe do  blogdogbu estará fazendo uma visita nos setores da cidade no próximo final de semana para ouvir a comunidade sobre a gestão André Queiroz. Entre aliados do distrital Juarezão que indicou o atual administrador já tem gente acreditando que o novo modelo de gestão de Queiroz já começou a despertar os opositores; " As prioridades do André Queiroz é ouvir para fazer. Isso pode tá causando mal estar na oposição", declarou fazendo a defesa velada da atual gestão.

fonte: Redação

2mar/15

Juarezão participa de ato da bandeira em Brazlândia

imagem: facebook

imagem: facebook

O distrital Juarezão esteve participando na manhã da última sexta - feira (27)   do ato de cerimonia de juramento á Bandeira Nacional e recebimento do certificado de dispensa de incorporação ao Serviço Militar.

O evento contou com mais de oitenta jovens da cidade de Brazlândia e a participação do chefe da Junta Militar da cidade, Nivaldo Soares, do parlamentar Juarezão e do administrador regional da cidade, André Queiroz.

Nas redes sociais o distrital justificou a sua participação; " Gosto muito de participar destes eventos, pois acredito que os jovens são importantes para a mudança que nossa cidade tanto precisa", disse Juarezão.

fonte: Redação

1mar/15

Em reunião, GDF começa a elaborar plano para os próximos quatro anos

Secretários, gestores e Buriti debateram ações para período de 2016 a 2019.Mapa estratégico deve ser enviado à Câmara Legislativa até 1º de agosto

Governador do DF, Rodrigo Rollemberg, reúne secretariado para traçar Plano Plurianual 2016-2019 (Foto: Pedro Ventura/GDF/Divulgação)

Governador do DF, Rodrigo Rollemberg, reúne secretariado para traçar Plano Plurianual 2016-2019 (Foto: Pedro Ventura/GDF/Divulgação)

 Do G1 DF 

Secretários de Estado, gestores de empresas públicas, chefes das forças de segurança e deputados distritais se reuniram com o governador do Distrito Federal, Rodrigo Rollemberg, e com o vice Renato Santana na tarde deste sábado (28) para dar início à elaboração do Plano Plurianual (PPA) deste mandato. O documento vai nortear a gestão pública entre os anos de 2016 e 2019, e deve ser aprovado pela Câmara Legislativa ainda neste ano.

Para isso, o GDF precisa enviar o texto à Câmara até 1º de agosto. Segundo o governo, a reunião na residência oficial em Águas Claras estabelece as bases para a criação do mapa estratégico. O encontro foi coordenado por Rollemberg e pela secretária de Planejamento, Orçamento e Gestão, Leany Lemos.

"O plano define o futuro, para a gente focar naqueles resultados que queremos alcançar em longo prazo. Faremos um monitoramento desses projetos estruturantes, que vão ser as entregas ao fim do governo", afirmou Leany.

Os gestores foram divididos em 13 grupos de trabalho com os temas: educação; mobilidade; planejamento; saúde; segurança; infraestrutura; cultura, turismo, esporte e lazer; desenvolvimento com sustentabilidade; meio ambiente; assistência social e cidadania; gestão e segurança.

O plano plurianual também receberá colaborações do Movimento Brasil Competitivo, com quem o GDF fechou convênio de cooperação no início do mês. Uma primeira versão do documento deve ser apresentada ao secretariado até meados de março, para que eles discutam a adequação das propostas. O GDF não divulgou detalhes das metas previstas até o momento.

28fev/15

Novas delações ampliam clima de apreensão em Brasília

alta tensao

A notícia de que dois executivos da Camargo Corrêa fecharam acordo de delação premiada na operação Lava Jato ampliou o ambiente de apreensão instalado no mundo político em Brasília. Isso porque Dalton Avancini e Eduardo Leite são os primeiros executivos de uma grande empreiteira que aceitam colaborar com as investigações.

O temor entre parlamentares em Brasília é que isso estimule a delação de outros empreiteiros que já estão dispostos a falar. Entre eles, Ricardo Pessoa, da UTC, que está sendo pressionado pela família e que tem se queixado do abandono de autoridades de quem era próximo no passado.

As novas delações apontam para uma nova frente de investigação dentro da Lava Jato. Com isso, começa a ficar claro para políticos de Brasília que a abertura de inquéritos que será pedida pelo Procurador-Geral da República não será o ponto final dessa história. Isso tem ampliado o ambiente de suspense no Congresso Nacional.

Todo dia somos surpreendidos com novos lances da Operação Lava Jato. Quem pensava que seria colocado uma pedra final nesta semana com a abertura dos inquéritos se enganou”, disse ao Blog em tom de alerta um deputado da base aliada, que acredita que será incluído nos pedidos de abertura de inquérito de Janot.

 

Fonte: Blog do camarotti

28fev/15

De rejeitado a aplaudido

O deputado distrital Chico Vigilante (PT) consegui realizar uma proeza, foi do céu ao inferno em pouco tempo. Os videos que o parlamentar oposicionista postava sobre as finanças do GDF vinham acompanhados de muitos xingamentos. Mas, a maré virou, Chico mostrou onde tinha o dinheiro, o governo deu a mão a palmatória e no final da história, o xingado Chico, foi aplaudido. 

Vigilante com isso mostrou que sabe conviver com a roda viva que é a política.

fonte: blogdoodir

27fev/15

CLUBE MILITAR CRITICA LULA E CHAMA O EX-PRESIDENTE DE ‘AGITADOR’

EM NOTA, ASSOCIAÇÃO DE OFICIAIS DA RESERVA REBATE DECLARAÇÕES DE LULA EM ATO PELA PETROBRAS E DIZ QUE HÁ APENAS 'UM EXÉRCITO' NO PAÍS

A ASSOCIAÇÃO SE QUEIXA DA FALA DO EX-PRESIDENTE QUANDO DISSE QUE OS PETISTAS TAMBÉM SABEM BRIGAR (FOTO: BAND)

O Clube Militar publicou em seu site nota em que critica duramente o ex-presidente Luiz Inácio Lula da Silva por seu discurso durante ato em defesa da Petrobrás, na terça-feira, 24, no Rio. O texto chama Lula de "agitador" e o acusa de incitar a discórdia. "É inadmissível um ex-presidente da República pregar, abertamente, a cizânia na Nação", diz a nota.

A associação, composta por oficiais da reserva, se queixa da fala do ex-presidente, quando disse que os petistas também sabem brigar "sobretudo quando o (João Pedro) Stédile (líder do MST) colocar o exército dele nas ruas". A declaração foi feita durante discurso a militantes que participavam do ato, cujo objetivo era defender a estatal em razão dos desgastes provocados pelas investigações de irregularidades. Stédile era um dos presentes no ato.

A fala gerou resposta dos militares. "Neste País sempre houve e sempre haverá somente um exército, o Exército Brasileiro, o Exército de Caxias, que sempre nos defendeu em todas as situações de perigo, externas ou internas", afirma o texto, repudiando a declaração do ex-presidente.

O texto questiona ainda a real intenção da manifestação de Lula e sugere que o petista teme as investigações em curso na Operação Lava Jato. "O que há mais por trás disso? Atitude prévia e defensiva de quem teme as investigações sobre corrupção em curso?".

Os petistas que protestaram no centro do Rio são criticados por mostrarem "despreparo com as lides democráticas" e acusados de reagirem fisicamente aos que gritavam 'fora, Dilma'. "Reagiram inconformados como se só a eles coubesse o "direito" da crítica aos atos de governo".

Abaixo, a íntegra da nota:

"O Brasil só tem um Exército: o de Caxias!

Ontem, nas ruas centrais do Rio de Janeiro, pudemos assistir o despreparo dos petistas com as lides democráticas. Reagiram inconformados como se só a eles coubesse o "direito" da crítica aos atos de governo. Doeu aos militantes petistas, e os levou à reação física, ouvir os brados alheios de "Fora Dilma".

Entretanto, o pior estava por vir! Ao discursar para suas hostes o ex-presidente Lula, referindo-se a essas manifestações, bradou irresponsáveis ameaças: " ..também sabemos brigar. Sobretudo quando o Stédile colocar o exército dele nas ruas". Esta postura incitadora de discórdia não pode ser de quem se considera estadista, mas sim de um agitador de rua qualquer. É inadmissível um ex-presidente da República pregar, abertamente, a cizânia na Nação. Não cabem arrebatamentos típicos de líder sindical que ataca patrões na busca de objetivos classistas.

O que há mais por trás disso?

Atitude prévia e defensiva de quem teme as investigações sobre corrupção em curso?

Algum recado?

O Clube Militar repudia, veementemente, a infeliz colocação desse senhor, pois neste País sempre houve e sempre haverá somente um exército, o Exército Brasileiro, o Exército de Caxias, que sempre nos defendeu em todas as situações de perigo, externas ou internas." (AE)

27fev/15

Médicos conseguem liminar e não terão salários parcelados

O Sindicato dos Médicos do Distrito Federal (SindMédico-DF) obteve, no fim da tarde de ontem, decisão liminar da 7ª Vara de Fazenda Pública para ação que pede a suspensão imediata do escalonamento dos salários dos servidores públicos imposto pelo governo do Distrito Federal (GDF).

O presidente do SindMédico-DF, Gutemberg Fialho, enfatiza que a Justiça demonstrou reconhecer a ilegalidade da medida e o dano que causa ao trabalhador. “Já fizemos uma paralisação e agora obtivemos essa sentença favorável à nossa demanda. Vamos usar de todos os meios lícitos para fazer valer nossos direitos”, destaca.

  Dias antes, na segunda-feira, o SindMédico-DF convidou dirigentes dos demais sindicatos de servidores da Saúde, representantes do Sindireta e do Sinpro-DF para uma reunião, da qual se originou o Movimento Sindical de Defesa do Serviço Público do Distrito Federal cuja primeira ação foi divulgar moção conjunta de apoio ao movimento reivindicatório dos professores.   “Em vez de deixar de cumprir suas obrigações institucionais e patronais, o GDF tem que fechar a toneira de benefícios concedidos por meio de renúncia fiscal e perdão de dívidas”, afirma Gutemberg.

Informações SindiMédico-DF 

27fev/15

Brazlândia: Ostentação “II”, Ar, terra e mar

Evento é considerado para a elite e a venda é feita em dólar

Carnavil 2015 um festa pra lá de animada. saiba porque

A cidade de Brazlândia realiza há mais de 15 anos o melhor e maior Carnaval de rua do DF. Em 2015 a diferença é que mesmo a cidade tendo um parlamentar eleito.

O maior evento popular  realizado dentro da região não aconteceu. Mas se a comunidade sofreu pela não realização da festa. Não podemos falar o mesmo de algumas figuras da cidade de Brazlândia. Por incrível que pareça, ligados ao distrital da região que tem um eleitorado considerado humilde se levarmos  em conta a politica de ostentação dos aliados de Juarezão depois de sua eleição.

carnavio carnavio-navios-carnaval-de-salvador carnavio   Veja essa máteria na integra a qualquer momento no blogdogbu....

 fonte: Redação

27fev/15

GDF envia à Câmara projeto para usar R$ 140 milhões dos fundos distritais

O governador do Distrito Federal, Rodrigo Rollemberg (PSB-DF), anunciou nesta quinta-feira (26), em coletiva realizada no Palácio do Buriti, que encaminhou à Câmara Legislativa do DF um projeto que permite ao governo a utilização dos recursos dos fundos distritais na conta única do tesouro.

De acordo com o governador, a decisão foi tomada após receber a informação de que, no mês de fevereiro, repetindo o ocorrido no mês anterior, o GDF teve deficit de receita de mais de R$ 50 milhões, o que poderia comprometer o pagamento da primeira parcela dos salários de fevereiro, prevista no escalonamento realizado pelo governo.

A expectativa de uso dos fundos distritais gira em torno de R$ 140 milhões. A medida visa também o pagamento integral da primeira parcela de salários de até R$ 9.000,00 dos servidores em fevereiro.

Segundo o governador, a utilização dos recursos dos fundos distritais dará uma liberdade maior ao governo, possibilitando pagamentos imediatos, como os atrasados, férias e horas extras dos servidores da saúde e educação.

— Uma medida extrema que vai garantir ao governo a possibilidade de uma maior flexibilidade na utilização desses recursos sem prejuízo das atividades financiadas pelos fundos.

O governador afirmou também que a prioridade é o pagamento dos salários dos servidores. A liberação dos recursos dos fundos distritais vai ser de acordo com as necessidades das áreas.

Informações do Portal R7.

27fev/15

Brazlândia: bandidos roubando celular nas proximidades do CILB

cilb

A cidade de Brazlândia começa a entrar no roteiro dos vagabundos sem receios. Na manhã de hoje dois estudantes foram abordados por delinquentes e tiveram seus aparelhos celular roubados. A ex- administradora do Hospital da cidade, Célia Maria, foi a primeira a encontrar os jovens estudantes assustados com todo a situação.

No momento do ocorrido um professor de Educação Fisica chegou a jogar o carro em cima do bandido que conseguiu se desvencilhar e evadir - se do local.

Esperamos que as autoridades da região tomem providências no sentido de garantir pelo menos a segurança dos nossos jovens estudantes. Que já andam assustados com os índices de criminalidade que aumenta á cada dia no DF.

fonte: Redação