26jan/140

Apartamentos do Morar Bem em Samambaia serão entregues a partir de junho

Governador visitou, neste domingo (26),conjunto habitacional na cidade para acompanhar o andamento das obras

Banner__3

  Ailane Silva, da Agência Brasília 

 Os primeiros apartamentos do empreendimento habitacional H4, com 1.007 moradias, do programa Minha Casa, Minha Vida/ Morar Bem, em Samambaia, serão entregues a partir de junho deste ano. O anúncio foi feito, neste domingo (26), pelo governador Agnelo Queiroz, em visita a um dos edifícios que está com 60% das obras concluídas. 

"Estamos fazendo uma mudança radical na política habitacional do DF. Em 2011, éramos a única unidade da federação que não estava credenciada no programa Minha Casa, Minha Vida. Hoje, já lançamos editais para construção de 100 mil casas e apartamentos", destacou o governador. 

Segundo o secretário de Habitação, Geraldo Magela, a construção do H4 era uma reivindicação antiga. O processo para iniciar as obras começou em 2008 e não teve continuidade. "Em 2011, o empreendimento possuía entraves no Tribunal de Contas. Conseguimos resolver e, agora, estamos dando continuidade aos 18 prédios que consolidarão o sonho da moradia própria de muitas famílias", explicou o secretário.... 

Destinado a cooperativas, o conjunto é formado por 18 edifícios de seis e sete andares, cada um com 54 apartamentos, em média. As unidades habitacionais possuem sala, cozinha, banheiro, dois quartos, com direito a garagem. O valor individual será de cerca de R$120 mil, abaixo do preço de mercado, que pode chegar a R$180 mil. 

Para a diarista Jovina Pereira, que mora há 8 anos no DF e recebeu simbolicamente do governador a chave de sua moradia, ficou claro que a política habitacional do DF está mudando. "Antes, era mais demorado e mais difícil conseguir uma moradia. Hoje, as condições de pagamento estão melhores e, em vez de ter custos com aluguel, terei com o meu apartamento", disse. 

Segundo a presidente da Associação dos Inquilinos do Distrito Federal (Asisan-DF), Janete Gontijo, as obras foram retomadas em março de 2013. "Esse governo está colocando o processo para avançar, ao contrário do que acontecia antes. Agora, a conquista da habitação ocorre de forma organizada. Temos perspectivas de quando vamos receber a moradia, com data marcada e endereço definitivo", elogiou. 

Segundo Magela, há outras áreas em Samambaia que serão destinadas para construção de mais 12 prédios. "Isso tudo será feito com o intermédio de outras cooperativas que não foram contempladas anteriormente, porque pela demora do processo perderam a quantidade de associados e não puderam concorrer", completou. 

De acordo com o administrador regional da cidade, Risomar Carvalho, os futuros moradores do H4 terão toda a infraestrutura necessária para residir nos imóveis. "Samambaia já tem capacidade de distribuição de água, energia e todos os requisitos básicos para atender os novos moradores. Além disso, eles poderão contar com 28 creches que serão construídas na cidade e com Unidade de Pronto Atendimento", disse.

Comentários (0) Trackbacks (0)

Sem comentários


Leave a comment

Trackbacks estão desabilitados