9jan/190

Brasil:Toffoli nega pedido para votação aberta para presidência da Câmara

O presidente do Supremo Tribunal Federal (STF), ministro Dias Toffoli, decidiu hoje (9) manter votação secreta para a eleição da presidência da Câmara, prevista para 1º de fevereiro.  O ministro decidiu rejeitar mandado de segurança protocolado ontem (8) pelo deputado federal eleito Kim Kataguiri (DEM-SP), que defendeu que a votação dos parlamentares para eleger novo presidente da Casa fosse aberta.

Na decisão, Toffoli entendeu que a Constituição não definiu se votação da Câmara deve ser aberta ou secreta. Contudo, o regimento interno da Casa determina que a eleição para a Mesa Diretora seja fechada.  Para o ministro, embora os deputados sejam eleitos pelo voto popular, com dever de atuar com transparência, as regras para eleição dos cargos da Mesa Diretora não pode sofrer interferência de outros poderes.

“A escolha da Mesa Diretiva importa, para além de uma seleção do dirigir administrativo da Casa, uma definição de ordem política, intimamente relacionada à natural expressão das forças político- ideológicas que compõe as casas legislativas – que se expressa, por exemplo, na definição das pautas de trabalho e, portanto, no elenco de prioridades do órgão – impactando diretamente na relação do Poder Legislativo com o Poder Executivo. Essa atuação, portanto, deve ser resguardada de qualquer influência externa, especialmente de interferências entre Poderes”, decidiu Toffoli.

Toffoli também deve decidir nos próximos dias recurso do SD e do MDB contra a decisão que impediu a realização de votação secreta para a eleição da nova Mesa Diretora do Senado. o

No dia 19 de dezembro, antes do início do recesso, o ministro Marco Aurélio aceitou um mandado de segurança protocolado pelo senador Lasier Martins (PSD-RS) e determinou que a votação seja feita de forma aberta. Assim, os votos dos parlamentares nos integrantes da mesa, entre eles o novo presidente da Casa, poderiam ser conhecidos pelos eleitores.A votação secreta está prevista no Regimento Interno do Senado e da Câmara, no entanto,  Marco Aurélio entendeu que a regra é inconstitucional. (Agência Brasil)

Quero CompartilharShare on FacebookShare on Google+Tweet about this on TwitterShare on LinkedIn
9jan/190

DF: Ibaneis indica nomes para BRB

O governador Ibaneis Rocha (MDB) indicou seis nomes para as diretorias do Banco de Brasília (BRB) nesta terça-feira (8/1). No ofício, encaminhado ao Conselho de Administração da instituição financeira, o emedebista sugeriu ex-dirigentes da Caixa e de fundos nacionais para a instituição brasiliense.

Para o posto de diretor Financeiro e de Relações com Investidores do BRB, Ibaneis apontou Pedro Antônio Estrella Pedrosa, que estava à frente da Diretoria de Gestão de Fundos e Benefícios (Digef) do Fundo Nacional da Educação (FNDE).

Ex-diretor da Empresa Brasileira de Serviços Hospitalares (EBSERH), o nome de Fabiano Pereira Côrtes foi indicado para o cargo de diretor de Tecnologia do BRB.

Direto da Caixa Econômica, devem desembarcar na instituição financeira brasiliense o ex-diretor de Saneamento e Infraestrutura Antônio Gil Padilha Bernardes Silveira e o diretor interino de Administração e Gestão de Ativos de Terceiros, Flávio Eduardo Arakaki.

O nome do primeiro foi sugerido para a Diretoria de Risco e Controladoria do BRB; e o do segundo, para a Diretoria Administrativa, Financeira e de Serviços da BRB DTVM S.A.

Também foram indicados, pelo chefe do Executivo, Bolivar Tarrago Moura Neto e Carlos Antônio Vieira Fernandes. Funcionário de carreira do Banco Central (BC), Neto foi secretário-executivo do Conselho Curador do Fundo de Garantia do Tempo de Serviço (FGTS). O nome dele foi proposto para o posto de diretor-presidente do BRB Card.

Já Fernandes é diretor-presidente da Fundação dos Economiários Federais (Funcef) e deve assumir o cargo de diretor operacional do BRB Crédito, Financiamento e Investimento.

O novo presidente do BRB é Paulo Henrique Rodrigues Costa. Ele deixou o posto de vice-presidente de Clientes, Negócios e Transformação Digital da Caixa Econômica Federal para assumir a instituição financeira brasiliense. Donnysilva

Quero CompartilharShare on FacebookShare on Google+Tweet about this on TwitterShare on LinkedIn
9jan/190

Brazlândia: Depois de matéria administrador é procurado para participar das decisões

O grupo político do distrital Iolando Almeida na pessoa do futuro chefe de gabinete, Marcelo Gonçalves, decidiu se manifestar em virtude da matéria do blogdogbu que noticiou o isolamento do atual administrador regional, Coronel Jesiel Costa.

De acordo apurou o blog, o administrador Jesiel Costa vem sendo isolado da escolha dos futuros nomeados na administração que ele detém o principal cargo.

Até o lançamento da matéria nessa quarta-feira (10), o chefe do executivo local não iria indicar nem mesmo a sua secretária particular. Mas segundo um aliado do administrador o cenario mudou e no início da tarde ele foi comunicado que participaria das futuras decisões.

Na verdade, o administrador que teve seu nome sugerido na urna popular precisa ser respeitado.

Aliado de distrital garante;" Todos serão honrados"

Em nota divulgada por Marcelo Gonçalves, o mesmo garante que todo mundo que esteve na eleição do distrital serao atendidos.

Vamos acompanhar!

VEJA A NOTA

COMUNICADO!

"Todas as ações e decisões em referência a Administração Regional de Brazlândia, estão sendo feitas em conjunto e com o crivo do Administrador!

O que acontece e que temos um grupo que ganhou a eleição junto com o Deputado e todos serão honrados."

Marcelo Gonçalves - Futuro chefe Gabinete

 

 

Redação

Quero CompartilharShare on FacebookShare on Google+Tweet about this on TwitterShare on LinkedIn
9jan/190

Brazlândia: Administrador sem direito a indicar nem a sua secretária

Em reuniao com lideranças comunitárias da região, o administrador regional da cidade de Brazlândia, Jesiel Costa, já deu demonstrações claras que deve ser uma peça decorativa na principal cadeira política da pacata cidade.

Ao ser questionado pelo líder jovem Bruno Simão, sobre a formação de sua equipe de trabalho e se teria essa autonomia para escolher alguem da sua confiança, o silêncio funebre do administrador, mostra que ele será a chamada "rainha da Inglaterra" no comando da cidade.

Vamos esperar para ver!

 

Redação

Quero CompartilharShare on FacebookShare on Google+Tweet about this on TwitterShare on LinkedIn