1jan/190

Rafael Prudente (MDB) é eleito presidente da Câmara Legislativa

  O distrital em segundo mandato contou com o apoio de 17 parlamentares. O outro candidato, Cláudio Abrantes (PDT), teve sete votos

Parlamentar em segundo mandato, Rafael Prudente (MDB) foi eleito com 17 votos para a presidência da Casa(foto: Arthur Menescal/Esp. CB/D.A Press)
Parlamentar em segundo mandato, Rafael Prudente (MDB) foi eleito com 17 votos para a presidência da Casa(foto: Arthur Menescal/Esp. CB/D.A Press)

O deputado distrital em segundo mandato Rafael Prudente (MDB) foi eleito presidente da Câmara Legislativa com o apoio de 17 parlamentares. A votação ocorreu na tarde desta terça-feira (1/1), após a posse dos 24 distritais e do governador Ibaneis Rocha (MDB).

Prudente teve como concorrente apenas Cláudio Abrantes (PDT). Ao contrário do que ocorreu em legislaturas anteriores, a vitória do emedebista se estabeleceu ao menos duas semanas antes da posse. A costura nos bastidores favoreceu o distrital reeleito, que garantiu o apoio dos colegas com antecedência.  A composição da mesa será votada na sequência.

Tanto Prudente quanto Abrantes tinham a simpatia de Ibaneis, que, até por essa razão, preferiu não se envolver tão ativamente na eleição. Com um correligionário na presidência da Casa, o governo deve começar o mandato com base sólida. Até agora, apenas os petistas Chico Vigilante e Arlete Sampaio se declararam, de fato, como oposição.
A sessão foi iniciada às 15h01 pelo deputado Robério Negreiros (PSD), único membro remanescente da mesa diretora anterior. Houve um prazo de 30 minutos para que os parlamentares interessados em concorrer aos cargos se inscrevessem para a disputa. No regimento, o prazo poderia ser de até 60 minutos, mas os distritais concordaram em reduzir o período.

Dois blocos foram formados pelos novos distritais. Para Unir o DF, liderado por Rafael Prudente, ficou com 17 nomes, o que o deu vantagem na disputa dos principais cargos. Outro grupo, liderado por Reginaldo Veras (PDT) e ainda sem nome, contou com sete integrantes.

A sessão se prolongou em discussões sobre a necessidade de proporcionalidade na composição da mesa diretora. Chico Vigilante (PT) defendeu que, pelo entendimento do regimento interno, seria preciso garantir que as minorias estivessem representadas no comando da casa.

A intenção era que o bloco menor, formado por sete deputados, tivesse uma vaga. “Deixar sem voz as minorias é o mesmo que deixar sem voz a representatividade”, destacou Vigilante. “É assim que quer o unir o DF e a CLDF atropelando sete deputados? Sabemos ter harmonia, mas também sabemos ir para o confronto”, disse Vigilante, em indagação a Rafael Prudente.

Novo presidente

Prudente chegou ao segundo mandato na Câmara Legislativa com 26.373 votos. O distrital de 34 anos é filho de Leonardo Prudente, que exerceu a presidência da Casa de 2009 até a renúncia em 2010, com o envolvimento no escândalo da Caixa de Pandora. Ele foi condenado por improbidade administrativa e abandonou a política, abrindo espaço para o filho.

O ex-distrital acompanhou, pela manhã, a posse de Rafael no novo mandato. Durante a campanha, o empresário formado em administração afirmou que defenderia principalmente a saúde e a geração de empregos na nova legislatura.

Composição da mesa

Rodrigo Delmasso (PRB) comandará a vice-presidência. À frente das três secretarias executivas, ficarão Iolando (PSC), Robério Negreiros (PSD) e João Cardoso Professor-Auditor (Avante).
O grupo de Rafael Prudente (MDB) concorreu aos cinco cargos da Mesa Diretora. A votação para cada posto ocorre de forma separada. Veja a lista dos eleitos:
Presidente: Rafael Prudente (MDB)
Vice-presidente: Rodrigo Delmasso (PRB)
1º Secretário Executivo: Iolando (PSC)
Suplente: Jorge Vianna (Podemos)
2º Secretário Executivo: Robério Negreiros (PSDB)
3º Secretário Executivo: João Cardoso Professor-Auditor (Avante) .
Correio Brasiliense
Quero CompartilharShare on FacebookShare on Google+Tweet about this on TwitterShare on LinkedIn
1jan/190

Ibaneis, em posse na Câmara Legislativa: “A saúde está em frangalhos”

O governador do Distrito Federal também prometeu honrar cada voto e disse que quer respeito à população

Hugo Barreto/Metrópoles

O governador Ibaneis Rocha (MDB) tomou posse, nesta terça-feira (1º/1), na Câmara Legislativa. Após a execução do hinos Nacional e de Brasília, pela banda do Corpo de Bombeiros, o emedebista fez o juramento e assinou o termo de posse. Em discurso improvisado, prometeu estar perto do povo e honrar cada voto.

“Tenho certeza que foi Deus que me escolheu para estar neste momento, porque sabe do meu trabalho e da minha força de querer fazer”, destacou. Ibaneis disse que quer trabalhar de forma unida, independentemente de partidos ou ideologias. “Eu digo que não costumo olhar pelo retrovisor. Temos que fazer uma gestão que olha para frente”, afirmou.

O emedebista também citou os muitos problemas que vai ter de enfrentar a partir desta terça (1º). “A saúde do DF está em frangalhos. A segurança pública, um caos, e as corporações se veem no direito de brigarem entre si. Isso vai acabar. Assim que o secretário de Segurança (Anderson Torres) for empossado, todas as forças terão de se reportar a ele. Quero respeito à população”, avisou.

Ibaneis também disse que encara o desafio “com muito carinho, orgulho”. “Não vou apenas honrar a Lei orgânica e a Constituição, mas honrar cada voto, de cada um de vocês”, assinalou

Metropoles

 

Quero CompartilharShare on FacebookShare on Google+Tweet about this on TwitterShare on LinkedIn
1jan/190

Após missa, Ibaneis segue para ser empossado na Câmara Legislativa

 

No Santuário Dom Bosco, o novo governador do DF disse que vai dar início ao SOS Distrito Federal nest

Igo Estrela/Metrópoles

Forte candidato à presidência da Câmara Legislativa, Rafael Prudente (MDB) chegou à Casa acompanhado  da família, incluindo o pai, o ex-distrital Leonardo Prudente. Sem mandato há quatro anos, a petista Arlete Sampaio retorna à CLDF e reconhece o cenário pouco favorável ao PT. “Mas são os desafios que nos animam mais”, disse. Metropoles

Quero CompartilharShare on FacebookShare on Google+Tweet about this on TwitterShare on LinkedIn
1jan/190

Com uniforme do Samu, deputado quebra o protocolo em posse na CLDF

Jorge Vianna (Podemos) decidiu usar a vestimenta para representar a categoria que ajudou a elegê-lo: os técnicos em enfermagem

HUGO BARRETO/METRÓPOLES

No seu primeiro mandato na Câmara Legislativa do Distrito Federal (CLDF), o distrital eleito Jorge Vianna (Podemos) quebrou o protocolo no dia da posse, nesta terça-feira (1º/1). O novo deputado decidiu usar o uniforme do Serviço de Atendimento Móvel de Urgência (Samu) para representar a categoria que ajudou a elegê-lo: os técnicos em enfermagem.

Metropoles
Quero CompartilharShare on FacebookShare on Google+Tweet about this on TwitterShare on LinkedIn
1jan/190

Distrital eleito chega para posse na Câmara em fusca da PMDF

João Hermeto é subtenente da reserva da Polícia Militar do Distrito Federal. Ele assumirá pela primeira vez uma vaga na CLDF.

IGO ESTRELA/METRÓPOLES

O deputado distrital eleito João Hermeto (PHS) inovou ao chegar à Câmara Legislativa, nesta terça-feira (1º/1), a bordo de um fusca caracterizado com as cores e símbolos da Polícia Militar do Distrito Federal (PMDF). Ele e outros 23 colegas tomarão posse nos cargos nesta manhã.

Recem ingresso na reserva da Polícia Militar, o subtenente ficou conhecido pela população quando foi administrador regional da Candangolândia, no governo de Agnelo Queiroz (PT). Na eleição de 2014, obteve cerca de 10 mil votos, mas ficou apenas com a primeira suplência. Em 2018, mudou o foco de campanha, reaproximando-se do seu eleitorado.
Metropoles
Quero CompartilharShare on FacebookShare on Google+Tweet about this on TwitterShare on LinkedIn