15dez/170

“Nunca vi o orçamento ser amputado pela CLDF”, diz Rollemberg

Dênio Simões/Agência Brasília

DÊNIO SIMÕES/AGÊNCIA BRASÍLIA

 Em agenda nesta sexta (15/12), o governador comentou a rejeição pela Câmara de emenda que permite aplicação de R$ 1,2 bi do Iprev em obras

A declaração é bem mais amena do que a nota divulgada pelo GDF na quinta (14). Um dia após a Câmara rejeitar a proposta, o Buriti se manifestou sobre a decisão: “É um grave equívoco político e administrativo, e prejudicará diretamente a população, que perderá qualidade no atendimento dos serviços públicos”. Para o Executivo, a medida tem “desejos eleitorais inconfessáveis”.

Câmara Legislativa não gostou do tom e reagiu na noite de quinta-feira. Também por meio de nota, chamou o governo de “mentiroso” e ainda pontuou que a gestão Rollemberg agiu de forma “leviana” ao dizer que a decisão da Casa prejudicaria a população do DF.

Na manhã desta sexta, Rollemberg disse que, sem poder lançar mão de R$ 1,2 bilhão da previdência do servidor, não poderá contratar “milhares de servidores da saúde e abrir centenas de leitos que estão fechados”. “Não poderemos fazer isso se a Câmara Legislativa não retomar a votação da proposta original tão importante para a nossa cidade”, destacou o socialista.

A proposta do Executivo previa, inicialmente, o remanejamento de R$ 10 milhões para casamentos comunitários. Depois de reportagem publicada pelo Metrópoles, essa emenda foi retirada.

Orla

A declaração do governador foi feita depois do lançamento do projeto para a revitalização da orla do Lago Paranoá. O valor do contrato está estimado em R$ 2,5 milhões.

O edital do concurso para o projeto que revitalizará toda a orla do Lago foi assinado pelo governador  e pela equipe da Secretaria de Gestão do Território e Habitação, responsável pela elaboração do certame.

Os concorrentes deverão elaborar projetos arquitetônicos, urbanísticos e paisagísticos que indiquem usos, atividades e configuração do espaço à margem do reservatório. As inscrições on-line, que são gratuitas, serão abertas na segunda-feira (18) e se estenderão até 23 de fevereiro. Metropóles

Quero CompartilharShare on FacebookShare on Google+Tweet about this on TwitterShare on LinkedIn
15dez/170

Temer vai participar do Programa Silvio Santos para tentar se popularizar

Temer vai participar do Programa Silvio Santos para tentar se popularizar

De acordo com o Palácio do Planalto, o convite partiu do apresentador. / Tribuna da Internet - Foto: thedawn-news.org 

Por Fernando Jordão - Correio Braziliense

 

Em um esforço para difundir e popularizar a reforma da Previdência, o presidente Michel Temer deve participar, em breve, do Programa Silvio Santos, do SBT. A informação foi divulgada pelo colunista Lauro Jardim, do jornal O Globo, e confirmada pelo Correio.

De acordo com o Palácio do Planalto, o convite partiu do apresentador. Agora, a Presidência busca maneiras de viabilizar a participação de Temer. Até o momento, contudo, não há previsão de quando o programa iria ao ar.

Já a assessoria do SBT informou ainda não ter informações sobre a presença de Temer no dominical. A única certeza da emissora é que a participação do presidente não acontecerá no próximo domingo (17/12), uma vez que o programa já foi gravado, sem a presença do peemedebista.

A FAVOR – Silvio Santos e sua emissora já se mostraram favoráveis à aprovação da reforma da Previdência em outras ocasiões. No começo do ano — antes das duas denúncias contra o presidente Michel Temer serem apresentadas —, a estação veiculou diversos anúncios defendendo as mudanças no sistema previdenciário. Em tom de alerta, uma das campanhas dizia: “Você sabe que se não for feita a reforma da Previdência, você pode deixar de receber o seu salário?”

Quero CompartilharShare on FacebookShare on Google+Tweet about this on TwitterShare on LinkedIn
15dez/170

Reconhecimento

Na CLDF, assessores de distritais elegeram Lira como o “Trapalhão do Ano”, devido ao show de estranhos comentários, propostas e atitudes do parlamentar durante o ano de 2017. O distrital de São Sebastião derrapou muito em 2017 e ainda inventou uma CPI  que causou enorme dor de cabeça ao governo e cujo relatório final, escrito por Lira, foi considerado uma peça extraordinariamente ridícula que foi duramente criticada pela imprensa e até mesmo por colegas na Câmara Legislativa. Lira não gosta de ouvir conselhos. Reeleição comprometida.

Fonte: Donny Silva

Quero CompartilharShare on FacebookShare on Google+Tweet about this on TwitterShare on LinkedIn
15dez/170

‘GREVE DE FOME’ CONTRA REFORMA DA PREVIDÊNCIA É APENAS CENOGRÁFICA

GRUPO QUE FAZ 'GREVE DE FOME' CONTRA REFORMA DORME EM CASA

Quero CompartilharShare on FacebookShare on Google+Tweet about this on TwitterShare on LinkedIn
15dez/170

PLANO B DE LULA É ‘DOMINAR O CONGRESSO’

CASO FIQUE INELEGÍVEL, LULA TENTARÁ ELEGER MAIS PARLAMENTARES

Quero CompartilharShare on FacebookShare on Google+Tweet about this on TwitterShare on LinkedIn