27dez/170

Detox Pós-Festas

Nutricionista dá dicas para se recuperar dos excessos do Natal e do Ano-Novo

 

 

A ressaca das festas de fim de ano não perdoa. Com excesso de bebidas e comidas, o corpo costuma reclamar: o inchaço e a indisposição são os efeitos mais comuns. Para auxiliar na recuperação, o nutricionista Daniel Novais tem uma receita bem simples, que ajuda a eliminar a retenção de líquidos, diminuir a compulsão por doces e aumentar a disposição.

Receita para desintoxicar depois das festas

Ingredientes

– 2 limões

– 1 colher de chá de canela

– 2 cm de gengibre ralado (ou 1 colher de chá de gengibre em pó)

Modo de preparo

Esprema os dois limões, acrescente a canela, o gengibre e, se achar necessário, um pouco de água (gelada fica com o sabor melhor). Mexa bem e tome tudo!

“O limão ajuda a alcalinizar o sangue. O excesso de acidez faz mal para o corpo. Já a canela e o gengibre são termogênicos, eles aceleram o metabolismo e aumentam a disposição”, explica Daniel. “Não é uma bebida gostosa, mas funciona! O ideal é tomar logo ao acordar, em jejum, durante alguns dias”, indica.

Mas, é claro, a bebida não faz milagre. Além dela, o nutricionista Daniel Novais tem outras recomendações para deixar o corpo mais leve e começar bem o ano:

1) Hidratação é fundamental. Beba bastante água;

2) Evite o consumo de produtos ultraprocessados, por exemplo, lasanha congelada, macarrão instantâneo, refrigerantes…

3) Diminua o consumo de açúcar e de frituras;

4) Abacaxi, limão, canela, gengibre, açafrão, cravo, cranberry e alimentos verde-escuros (couve, por exemplo) são aliados no processo de desintoxicação. Bebidas com esses ingredientes são uma boa pedida;

5) A água de coco e os chás, principalmente o verde, o branco e o de hibisco, também são recomendados;

6) Evite bebidas alcoólicas;

7) Prefira alimentos integrais, que tenham uma boa quantidade de fibras, pois elas regulam o funcionamento do intestino. “Quando o intestino não está legal isso acaba deixando a pessoa letárgica, indisposta, entre outros problemas”, alerta o nutricionista.

8) Pratique atividades físicas. “De modo geral, um exercício aeróbio é muito bom para suar bastante e ajudar nesse processo de eliminação de substâncias ruins para o organismo. Mas é o educador físico que vai fazer a melhor indicação para cada pessoa”, orienta Daniel. “O mais importante é ser uma atividade prazerosa, que você goste, e consiga encaixar na sua rotina.”

Quero CompartilharShare on FacebookShare on Google+Tweet about this on TwitterShare on LinkedIn
26dez/170

Desconstruindo Candidaturas: Izalci Lucas

Dando continuidade a serie Desconstruindo Candidaturas, o personagem de hoje é o deputado federal, presidente do PSDB-DF, Izalci Lucas.

Desde  2015 Izalci propaga pelos quatros que é pré-candidato ao Governo do Distrito Federal (GDF), para isso o parlamentar vem percorrendo as cidades do DF e tentou de todas as formas emplacar o seu nome nessa disputa.

Em 2014, o então deputado Luiz Pitman passou o trator no PSDB e conseguir ser candidato ao Palácio do Buriti e assim Izalci foi preterido. Mas mesmo assim, o parlamentar obteve mais votos que o desconhecido Pitman.

O tempo passou e o deputado enfim conseguiu se declarar pré-candidato ao governo. Mas  as coisas saíram dos trilhos e não está sendo bem assim. Primeiro que Izalci não tem o  próprio partido nas mãos a todo tempo o deputado distrital Robério Negreiros e a trupe de Maria de Loudes de Abadia tentam o derrubar.

Segundo, suas pretensões são duvidosas e até mesmo piada nas rodas de articulações, o nome do deputado sempre é citado com essas interrogações: "Afinal quem manda no PSDB-DF?" "Será que Rollemberg tomou o partido?"

Todas essas dúvidas rondam Izalci e o fizeram perder pontos nas conversas de pé de ouvido e também nas pesquisas, o nome do parlamentar perdeu bastante folego, fruto de toda essa confusão. Se ele soubesse o que a dita direita fala ao seu respeito,ficaria com as orelhas bem vermelhas e ardendo.

Abadia, Rollemberg, Robério e a instabilidade minaram a candidatura do parlamentar que atualmente está no rabo do foguete. Em Brasília, o PSDB tem a fama de ser nanico mesmo sendo um partido considerado grande. As picuinhas na alta plumagem tucana engoliram Izalci e a sua turma.

Outra questão muito falada pelos seus "amigos" de articulações que o deputado é desagregador e não consegue montar uma chapa para conseguir se viabilizar na disputa. Sem contar com a fama de "interventor" que querendo ou não essa imagem acabou pegando.

O certo mesmo seria Izalci tentar a reeleição a federal ou mesmo agarrar com unhas e dentes uma vaga ao Senado. A confusão em seu partido e a aparente falta de comando a cada dia que passa o deixa mais distante da disputa, as nuvens da política mostram isso.

Resumo:

1 - O maior opositor de Izalci é o próprio PSDB-DF que tem nos seus quadros certas lideranças falidas, que mesmo assim atrapalham.

2 - Izalci foi alçado pela executiva nacional e está suscetível a uma rasteira na mesma proporção.

3 - Nas articulações seu nome não figura como cabeça de chapa e no máximo que pensam é  na sua reeleição a federal

4 - Se Izalci não consegue combater certas lideranças falidas imagine encarar uma disputa ao Palácio do Buriti

5 - A nominata do PSDB tanto para federal e para distrital são fraquíssimas

- A ala do PSDB que está no governo tenta o derrubar de todas as formas, mesmo eles sendo lideranças falidas.

7 - Até hoje Izalci não mostrou o menor poder de articulação. Isso é muito comentado nos bastidores.

8 - Tentar uma vaga ao Senado seria uma saída honrosa ou até mesmo a reeleição para deputado federal.

9 - Parece que o deputado não têm forças para retaliar aqueles que tentam o derrubar de todas as formas.

Na próxima matéria iremos falar de Wanderley Tavares

Fonte: Redação

Quero CompartilharShare on FacebookShare on Google+Tweet about this on TwitterShare on LinkedIn
25dez/170

Politica: Deusdete desiste e facilita chances de Juarezão

foto Facebook

O empresário Deusdete Benevides deverá abrir mão do sonho em virar deputado distrital em 2018 e tende adiar seu projeto politico para 2022. Caso se confirme o que os bastidores políticos já se antecipa em dizer, o distrital Juarezão amplia ainda mais as suas chances de reeleição na pacata cidade de Brazlândia.

Procurado para falar sobre a desistência de Deusdete Benevides, o parlamentar do PSB preferiu despistar; "O momento é de muito trabalho. Não posso falar de algo que não está ao meu alcance", declarou Juarezão ao gbu.

 

fonte: Redação

Quero CompartilharShare on FacebookShare on Google+Tweet about this on TwitterShare on LinkedIn
24dez/170

Politica: Juarezão ganha apoio de ex- aliado de Deusdete Benevides

Com a possível saída do páreo do empresário Deusdete Benevides do processo desse ano. O distrital do PSB, Juarezão, já começa a ganhar apoios e adesões ao seu projeto de reeleição. A mais nova aquisição de Juarezão foi o anúncio de apoio do empresário no ramo de gastronomia, Tio Rona, a candidatura do socialista.

O gbu falou com Tio Rona que se disse satisfeito com a sua tomada de decisão;" Vejo a cidade organizada e um deputado sem envolvimento com coisa errada. Então o mais legitimo seria dar o meu apoio ao nosso deputado Juarezão. Não busco benefícios ou favores individuais. Quero minha cidade com representante e dentro de nossa cidade a única aposta mais viável seria no Juarezão", declarou Rona ao gbu.

 

 

fonte: Redação

Quero CompartilharShare on FacebookShare on Google+Tweet about this on TwitterShare on LinkedIn
23dez/170

Politica: Brazlândia tende a ter dez candidatos á distrital

A cidade de Brazlândia deverá ter no máximo dez nomes no processo eleitoral de 2018. Esse ano a briga será intensa e mais uma vez o distrital Juarezão e o líder dos deficientes , Iolando Almeida, vão certamente disputar a preferência eleitoral na pacata região.

Dentre os dez nomes apresentados até o momento um deles mostra que poderá dar trabalho na dupla favorita. Trata-se de Edberg Lopes, que disputa votos com Iolando Almeida no meio aos deficientes da cidade;" O Iolando deixou de nos representar há muito tempo. E por isso minha pré- candidatura começa a ganhar força", declarou Edberg ao gbu.

 

 

fonte: Redação

Quero CompartilharShare on FacebookShare on Google+Tweet about this on TwitterShare on LinkedIn
22dez/170

Politica: Edimar Pireneus sonha com a Câmara Federal

A cidade de Brazlândia deverá abraçar uma candidatura para a Câmara Federal em 2018. O ex- presidente da Câmara Legislativa, Edimar Pireneus, tende a ser o favorito  na opinião do eleitorado da pacata cidade do DF em 2018.

O ex- parlamentar já vem fazendo caminhadas dentro da região e espera o reconhecimento pelo o trabalho que fez durante sua passagem pelo o parlamento do DF;"Vamos trabalhar para levar as prioridades do DF na discussão nacional`", salientou Pireneus ao gbu.

O blogdogbu também perguntou ao ex- distrital em qual dos nomes ele irá apostar suas fichas para distrital na região;" Na verdade tenho que respeitar todos os postulantes á distrital em minha cidade. Não posso escolher lado ou defender esse ou aquele candidato. Essa missão será da nossa comunidade que terá a noção exata de sua decisão", disse Edimar.

 

fonte: Redação

 

Quero CompartilharShare on FacebookShare on Google+Tweet about this on TwitterShare on LinkedIn
21dez/170

Politica: Major Cesário disputará a Câmara Federal

O ex- candidato á deputado federal por Brazlândia, Major Cesário, decidiu que vai buscar mais uma vez o sonho em se transformar em deputado federal pelo o DF. Segundo apurou o blogdogbu o pré-candidato acredita que os atuais representantes deixam a desejar;" Os policiais estão esquecidos na pauta nacional. E uma segurança pública trabalhando desmotivada é um sinal péssimo para o futuro do DF", disse, Major Cesário.

fonte: Redação

Quero CompartilharShare on FacebookShare on Google+Tweet about this on TwitterShare on LinkedIn
20dez/170

“Vamos concluir o 1º mandato com contas equilibradas”, diz Rollemberg

Governador deixa no ar intenção de dar continuidade à sua gestão no GDF ao fazer balanço de três anos no Buriti

Michael Melo/Metrópoles

MICHAEL MELO/METRÓPOLES

“Saímos do limite da Lei de Responsabilidade Fiscal (LRF) e nossos servidores recebem em dia”, afirmou. “Deixamos um legado importante para Brasília, que nenhum governo pode tirar: desativação do Lixão, universalização da educação para crianças de 4 e 5 anos, regularização fundiária, novo modelo de gestão da Saúde e investimentos para enfrentar a crise hídrica”, completou.

Durante a apresentação dos resultados de seu mandato, o governador falou sobre as obras e o desafio de melhorar a qualidade dos serviços prestados na rede pública de Saúde. Ele condicionou contratações de servidores e a criação de 220 leitos do Hospital da Criança à aprovação da emenda ao orçamento do DF que prevê o uso de R$ 1,2 bilhão do Instituto de Previdência dos Servidores (Iprev). A proposta será votada em 15 de janeiro.

Michael Melo/Metropoles

MICHAEL MELO/METROPOLES

Rollemberg falou sobre programas de geração de emprego, austeridade e medidas para conter a crise hídrica

O discurso entusiasmado, contudo, se contrapõe à avaliação do chefe do Executivo local. De acordo com pesquisa Metrópoles/Dados, 73,4% dos eleitores brasilienses consideram a gestão dele ruim ou péssima e 41,5% dão nota zero ao governo. Após o balanço, o socialista foi questionado por jornalistas sobre que nota daria à própria gestão. “Isso a população, no momento certo, dirá”, respondeu.

Realizações

Rollemberg falou ainda sobre as principais obras realizadas sob seu comando, bem como das que ainda estão em andamento. Informou que pretende encerrar de vez o Lixão da Estrutural até o primeiro semestre de 2018. Em relação à crise hídrica, destacou a entrega dos subsistemas produtores do Bananal e do Lago Norte, que adicionam mais de 1,4 mil litros por segundo na captação de água do DF.

A mais importante obra de captação de água, entretanto, ainda está em andamento. É a do Sistema Produtor Corumbá, uma parceria entre os governos do DF e de Goiás.

O socialista lembrou também outras medidas de seu governo, como a implementação do Bilhete Único e o investimento de R$ 207 milhões no Trevo de Triagem Norte e na Ligação Torto-Colorado, que deve resultar no fim de engarrafamentos na saída norte do DF, por onde mais de 100 mil motoristas transitam todos os dias.

Quero CompartilharShare on FacebookShare on Google+Tweet about this on TwitterShare on LinkedIn
20dez/170

Desconstruindo candidaturas: Eliana Pedrosa

Dando continuidade a serie: Desconstruindo Candidaturas. Hoje iremos falar da ex-deputada, empresária e  vice-governador, presidente do Podemos-DF, Eliana Pedrosa. As eleições de 2014 nunca irão sair da memória de Eliana. A sua ida PPS fez com que desse um passo atrás na sua carreira política.

Para quem não se lembra depois de desistir da candidatura Pedrosa foi ser vice do então líder das pesquisas José Roberto Arruda. o "careca" com problemas judicais ficou fora do jogo, a vez era de Eliana. Mas a direção nacional do PPS puxou o tapete da empresária e ela foi ser candidata a deputada federal, não foi eleita. Só dá um Google para entender a história.

Hoje vida que segue Eliana foi para o Podemos do senador e presidenciável,  Alvaro Dias e de cara deu uma bica no deputado distrital Rodrigo Delmasso. Com certeza Rodrigo irá sair da legenda. Nas articulações para ser cabeça de chapa isso pegou muito mal, nos confidenciou um dos pré-candidatos ao Palácio do Buriti.

A empresária ainda não se viabilizou como candidata ao Governo e nas negociações seu nome é pouco falado para ser a líder de uma coligação. Todos os outros postulantes vêem Eliana disputando uma vaga na Câmara Dos Deputados e de vez em quando o Senado.

O maior problema de Eliana Pedrosa é caseiro todos os postulantes ao Buriti principalmente da direita são bens claros em dizer quem atrapalha a ex-deputada é o seu irmão Eduardo Pedrosa muito conhecido nos bastidores.

Dizem que Eduardo é um verdadeiro articulista isso amedronta as articulações.  Outro problema é o seu sobrinho Dudu Pedrosa, filho do Eduardo, que é pré-candidato a deputado distrital. É confuso assim mesmo.

Os pré-candidatos a deputado distrital não entram no Podemos temendo a filiação de "Dudu" e assim serem bucha de canhão do clã Pedrosa.

Outra coisa que talvez os articuladores comentam é se a postulante é uma pessoa de direita centro-direita ou até mesmo centro-esquerda. Nas mesas de negociações essa é questão apesar de diminuta e muito mais falada.

Mais uma situação nessa saramandaia, Eliana uma hora se articula com os envagelicos e já chegou até cogitar ser vice de Jofran Frejat. Isso embola a cabeça de que  tentar compor com a empresária.

O que poucos sabem é Eliana e Eduardo não toleram mais o ex-governador José Roberto Arruda a treta entre eles é forte. A maioria dos candidatos estão sendo ou são manipulados por Arruda de alguma forma. Essa pendenga com o "careca" ainda irá dar muito pano para a manga e até mesmo atrapalhar "Os Pedrosas."

 Resumo:

1 - A sombra de Eduardo Pedrosa atrapalha Eliana

2 - Os passos do seu sobrinho Dudu enfraquece a nominata do Podemos

3 - Eliana não está pontuando nas pesquisas de opinião e isso a coloca em último lugar

4 - A postulante ao Buriti precisa mostrar que não é desagregadora e trazer partidos para o seu projeto majoritário.

5 - A treta com Arruda é séria e nos bastidores a chance de um dos dois lados se  ferir é grande.

6 - Caso Dudu Pedrosa se filie ao Podemos pode quebrar a nominata com toda certeza. 2014 que o diga.

7 - O fantasma de 2014 ainda paira. Será que Eliana aprendeu a lição?

8 - Os outros partidos não acreditam nas pretensões majoritárias de Eliana.

9 - Eliana deveria tentar ser vice de Frejat, concorrer ao Senado ou até mesmo deputado federal.

Na próxima matéria iremos falar de Izalci Lucas

Fonte: Radiocorredor

Quero CompartilharShare on FacebookShare on Google+Tweet about this on TwitterShare on LinkedIn
20dez/170

Câmara Legislativa aprova orçamento 2018

Câmara Legislativa aprova orçamento 2018

Foram apresentadas 710 emendas -- Foto: Agência Brasília -

Por Agência Brasília / Diário do Poder 

Nesta terça-feira (19) a Câmara Legislativa concluiu a votação, em segundo turno, do Projeto de Lei Orçamentária Anual (Ploa) para o exercício 2018 com 17 votos pela aprovação. Sendo assim, para o ano que vem o Distrito Federal terá orçamento previsto de R$ 26,95 bilhões. Computados os repasses da União para o Fundo Constitucional, o montante chegará a R$ 42,4 bilhões.
Durante a votação, os deputados legislativos apresentaram 710 emendas ao projeto. O primeiro turno já havia sido finalizado na noite de quarta-feira (13).

Os parlamentares se comprometeram ainda a comparecer em sessão extraordinária, em 15 de janeiro, para votar projeto de lei do Executivo que remanejará parte dos recursos, no valor de aproximadamente R$ 1,3 bilhão. Inicialmente, a proposta seria apreciada na forma de emenda à Ploa, mas não houve consenso. Parte dos parlamentares questionou o rito utilizado, o que adiou a votação.

A proposta do governo estima receita de R$ 26,95 bilhões para o próximo ano. Os recursos para o exercício seguinte estão assim divididos na proposta do governo:

R$ 14,8 bilhões para pagamento de pessoal
R$ 7,3 bilhões para custeio
R$ 2,3 bilhões para investimentos
R$ 680 milhões para reserva de contingência
R$ 400 milhões para operações financeiras
R$ 300 milhões para juros da dívida
R$ 300 milhões para amortização da dívida

A esta quantia se soma o repasse ao Fundo Constitucional, que atende a segurança pública e cobre parte dos gastos da saúde e da educação. É esperado que União repasse R$ 13,6 bilhões do fundo e R$ 1,86 bilhão para os investimentos das estatais.

Em relação ao fundo, a divisão de valores é de R$ 7,8 bilhões para a área de segurança. R$ 2,4 bilhões para educação e R$ 3,3 bilhões para a saúde.

Adotadas medidas de ajuste fiscal para equilibrar as contas do governo — que já deu resultados com a saída do DF do limite prudencial da Lei de Responsabilidade Fiscal, a Ploa mantém as despesas de 2018 praticamente no mesmo patamar de 2017.

Os investimentos serão mantidos, de acordo com o documento, custeados especialmente por meio de financiamentos do Banco do Brasil e do BNDES, por exemplo.

Entre as principais obras, estão as intervenções no Trevo de Triagem Norte, na saída Norte, obras de infraestrutura em regiões carentes e três escolas técnicas em processo de licitação.

Quero CompartilharShare on FacebookShare on Google+Tweet about this on TwitterShare on LinkedIn
20dez/170

MINISTRO EDSON FACHIN NEGA SUSPEIÇÃO DE MORO PRETENDIDA POR LULA

DEFESA DO EX-PRESIDENTE TENTAVA AFASTAR MORO POR 'PARCIALIDADE'

TRF-4 E STJ JÁ HAVIAM NEGADO PEDIDO DE LULA PELO AFASTAMENTO DE MORO E ANULAÇÃO DE SUAS DECISÕES (FOTO: REPRODUÇÃO)

Quero CompartilharShare on FacebookShare on Google+Tweet about this on TwitterShare on LinkedIn
19dez/170

MPF ACUSA PETISTA KOKAY DE FICAR COM PARTE DO SALÁRIO DE ASSESSORA

MPF: DEPUTADA DO PT EMBOLSAVA PARTE DO SALÁRIO DE ASSESSORA

Quero CompartilharShare on FacebookShare on Google+Tweet about this on TwitterShare on LinkedIn