3jul/170

Polícia Federal Cumpre Prisões Em Mais Uma Etapa Da Operação Lava Jato No Rio

Agentes estão nas ruas para cumprir oito mandados de prisão contra suspeitos que fazem parte da cúpula do transporte rodoviário. No domingo, filho de Jacob Barata foi preso no Galeão

Polícia Federal cumpre mandados em prédio na Lagoa, Rio (Foto: Cristina Boeckel/G1)

A Polícia Federal realiza na manhã desta segunda-feira (3) mais uma etapa da operação Lava Jato no Rio de Janeiro. Desta vez, o foco da ação é a cúpula do transporte rodoviário. Os agentes estão nas ruas para cumprir oito mandados de prisão, dos nove que foram expedidos.

Na noite deste domingo (2), a força-tarefa da Lava Jato cumpriu ummandado de prisão contra Jacob Barata Filho. Um dos maiores empresários do ramo de ônibus do Rio de Janeiro, ele foi preso no Aeroporto Internacional Tom Jobim, ao tentar embarcar para Lisboa, Portugal. O empresário já estava na área de embarque quando foi detido.

De acordo com as investigações, foram rastreados R$ 200 milhões em propina pagos pelos investigados a políticos do estado.

Por volta das 6h30, agentes da PF estavam no apartamento de Lélis Marcos Teixeira, presidente da Fetranspor. Lélis já havia sido levado em condição coercitiva em outra operação da Lava Jato e desta vez tem um mandado de prisão contra ele.

Policiais federais também estava, no mesmo horário, em um condomínio na orla da Barra da Tijuca, para cumpriu outro mandado de prisão.

Agentes também fazem buscas nas cidades de São Gonçalo e Paraíba do Sul, no estado do Rio de Janeiro, e nos estados do Paraná e Santa Catarina.

Empresário Jacob Barata Filho é preso no Rio

Empresário Jacob Barata Filho é preso no Rio

O empresário Jacob Barata Filho foi preso no aeroporto Tom Jobim, por volta das 23h30, tentava embarcar para Lisboa. De lá, os agentes o encaminharam para o Instituto Médico Legal (IML), no Centro do Rio. O comboio da PF chegou ao IML às 23h50 e deixou o local cinco minutos depois, seguindo direto para a sede da Polícia Federal.

Jacob Barata Filho é um dos maiores empresários do ramo de ônibus do Rio de Janeiro e foi preso pela força tarefa da Lava Jato, por volta das 21h, na área de embarque. O mandado de prisão foi expedido pelo juiz Marcelo Bretas, da 7ª Vara Federal Criminal, com base em investigações do Ministério Público federal e da Polícia Federal que encontraram indícios que o empresário pagou milhões em propina para políticos do Rio.

A Polícia Federal estava monitorando o empresário e antecipou a prisão, que aconteceria nos próximos dias, quando foi informada que Jacob embarcaria para Portugal com passagem só de ida.

O pai do preso na noite deste domingo, Jacob Barata, atua no ramo dos transportes via ônibus no Rio de Janeiro há várias décadas. Ele é conhecido como “Rei do ônibus” e é fundador do grupo Guanabara, do qual Jacob Barata Filho também é um dos gestores. Várias empresas do conglomerado atuam no transporte de passageiros no Rio. Os negócios da família também já se estenderam para outras cidades, estados e meios de transporte.

Em nota, a defesa do empresário alegou que ele estava realizando viagem de rotina a Portugal, onde possui negócios há décadas e para onde faz viagens mensais. A defesa do empresário disse que irá se pronunciar sobre o processo assim que tiver acesso aos autos.

Quero CompartilharShare on FacebookShare on Google+Tweet about this on TwitterShare on LinkedIn
3jul/170

Video que mostra Juarezão beijando cantor sertanejo movimenta Brazlândia

Exibindo IMG_20170703_111808260.jpg

O grupo de oposição decidiu partir para o ataque ao distrital Juarezão na cidade de Brazlândia. O parlmantar foi filmado em um momento de descontração tomando uma cerveja e por alguns momentos pagando micos dos mais diversos no evento.

Vale lembrar que a responsabilidade do vídeo ainda não foi tornada pública, mas os bastidores mostram que se trata de um aliado do parlamentar que vazou para amigos e por consequência viralizou nas redes sociais;" Ele sempre foi desse jeito quando bebe. E uma forma carinhosa que ele tem com os amigos", declarou um aliado de Juarezão que pediu anonimato.

Aos amigos mais próximos o distrital fez brincadeira com o ocorrido;" Estava comemorando a obra do esgoto no Incra 08. Ai fomos comemorar, apenas isso", declarou Juarezão.

Tiro pela a culatra

Com o proposito de desgastar a imagem de Juarezão, a oposição não esperava que nas redes sociais o distrital ganhasse mais apoio do que criticas. Veja alguns comentários postado no facebook sobre os beijos de Juarezão;

Gleiton Santiago

Gleiton Santiago Rapaz agora só pq ele e deputado tem q ser santo, moss e FDS cada um com seus problema e suas pinga deixa o cara em paz e no seu lazer sucegado curtindo uma moda d viola

Glauber Lopes Câmara
Glauber Lopes Câmara Ele é uma pessoa normal quando não está no trabalho dele

Tiago Consultor Imobiliário Só porque o cara é político ele não tem direito de se divertir??? Quebra o galho né, tantas coisas mais úteis para sair postando, resolvem cuidar da vida dos outros, antes da personalidade de político, o cara é um ser humano como muitos outros mundo afora, é por causa de comportamento como esse que o Brasil tem ótimos políticos eleitos, os "inteligentes" acham que pq o cara é político, ele se torna santo.

Eliete Rodrigues Pimentel
Eliete Rodrigues Pimentel quando for bebe mim chama egoista kkkkkk tambem gosto de uma cana

Marisa Patriota

Marisa Patriota Nunca vi esse homem ,mas ao meu ver ele tem direito a se divertir como quiser .

 

Quero CompartilharShare on FacebookShare on Google+Tweet about this on TwitterShare on LinkedIn