24abr/190

Retomada compra de veículos na CLDF

CLDF retoma licitação de R$ 449 mil para comprar cinco carros oficiais Casa quer adquirir os veículos novos para uso institucional. Certame chegou a ser suspenso por apresentar regras que limitavam concorrência

Após uma suspensão para readequação do edital, a Câmara Legislativa do Distrito Federal (CLDF) retomou a licitação para a compra de novos carros. A Casa pretende gastar R$ 449.500 na aquisição de cinco veículos oficiais. Ou seja, cada unidade custará aos cofres públicos R$ 89,9 mil. Apesar das críticas de parte dos deputados distritais, a Mesa Diretora seguiu em frente com o pregão e republicou, nesta quarta-feira (24/04/2019), o certame no Diário da CLDF.

 

A primeira versão do edital foi lançada em março. O martelo seria batido no dia 26 de abril, mas, no começo deste mês, montadoras questionaram as regras originais do pregão. Segundo as empresas, a licitação inicial apresentava limitações, induzindo a escolha por veículos específicos. Em outras palavras, a concorrência não seria justa. Na época, a Mesa Diretora negou a suspensão do processo, mas prometeu readequar o texto. Agora, a Casa espera efetivar a compra em 7 de maio.

 

Procurada pelo Metrópoles, a Mesa Diretora informou que foram feitas mudanças técnicas na licitação. A nova redação tem o objetivo de “abrir ainda mais” o pregão, a fim de permitir a participação de um número maior de empresas na concorrência. De acordo com a cúpula do Legislativo, a compra dos carros é uma decisão tomada com base em estudos técnicos da própria Casa.

 

Sem detalhar os levantamentos, os gestores argumentam que a manutenção dos carros antigos causaria prejuízo aos cofres públicos, sendo mais cara do que a aquisição das unidades. Os novos veículos serão exclusivos para uso institucional, inclusive para ações da Polícia Legislativa.

Primeira publicação no Diário da Câmara:Nova versão, publicada nesta quarta-feira (24/04/2019):

O presidente da Casa, deputado distrital Rafael Prudente (MDB), não quis comentar o assunto. De acordo com o segundo-secretário da Mesa, Robério Negreiros (PSD), o pregão foi republicado apenas para adequações. “Com acatamento de impugnações de licitantes, visando maior competitividade”, completou.

 

“Reforçamos que os veículos não são de uso dos gabinetes parlamentares, e sim para estrutura da Casa, incluindo coordenação de Polícia Legislativa e Cerimonial”, afirmou o emedebista.

Em 2012, a CLDF comprou seis automóveis Ford Fusion a R$ 62,5 mil cada. Em 2016, houve uma tentativa de renovação da frota dos carros oficiais. No entanto, em razão da repercussão negativa da licitação, em meio a uma crise financeira sem precedentes no Distrito Federal, a Casa revogou autorização dada para a aquisição de novos automóveis.

Por Isadora Teixeira - Francisco Dutra - Fotos: Igo Estrela - Metrópoles
Quero CompartilharShare on FacebookShare on Google+Tweet about this on TwitterShare on LinkedIn