1fev/210

Política: Corpo de Bombeiros e Brazlândia poderá ter o popular Goiano na disputa da Câmara Federal em 2022

O popular Goiano vem sendo sondado para disputar uma vaga de Deputado Federal pelo o PP

A cidade de Brazlândia poderá ter um dos seus filhos ilustres na disputa das eleições legislativas federal em 2022. O conhecido e popular Coronel Eugênio, mas conhecido na cidade como Goiano , poderá representar a coorporação dos bombeiros e o DF em temas nacionais.

O nome de Goiano é visto de forma muito positiva dentro de Brazlândia e no corpo de bombeiros e não será surpresa o engajamento de lideranças da região na defesa da candidatura do Coronel Eugênio;" Ele sempre foi prestativo a nossa cidade. O Goiano é um incentivador do esporte e da cultura. Sem esquecer que dedicou sua carreira na defesa da vida", salientou Walter Goies, morador da cidade.

O blogdogbu tentou falar com Coronel Eugênio mas estava desligado o telefone.

Redação

Quero CompartilharShare on FacebookShare on Google+Tweet about this on TwitterShare on LinkedIn
1fev/210

Após primeiro dia de vacinação de idosos, DF tem 59 mil imunizados

Balanço da Secretaria de Saúde inclui os trabalhadores de saúde vacinados nas últimas duas semanas no Distrito Federal

Vacinação de idosos contra a Covid-19HUGO BARRETO/METRÓPOLES

No primeiro dia de vacinação em idosos com 80 anos ou mais, a Secretaria de Saúde (SES) imunizou 7.792 pessoas nesta faixa etária. Também foram vacinados outros integrantes do grupo prioritário, num total de 7.564 pessoas.

Com mais salas para vacinação, a pasta alcançou o maior número de imunizados, em um único dia, desde o início da campanha. No total, foram 15.356 vacinas aplicadas nesta segunda-feira (1º/2).

Além disso, 59.671 pessoas receberam a primeira dose da vacina que previne a Covid-19 no Distrito Federal. Em função da procura por vacinas registrada no início da vacinação, alguns cidadãos começaram, de forma espontânea, a organizar os veículos em filas em frente aos pontos de vacinação.

Por essa razão, alguns gestores regionais de saúde optaram pela modalidade drive-thru. Isso ocorreu na Policlínica do Lago Sul, UBS 20 de Planaltina (Arapoanga), UBS 2 de Sobradinho e na UBS 1 do Riacho Fundo 1.

Veja o balanço de vacinados por região até 1º de fevereiro:

Região de Saúde Central: asas Sul e Norte, lagos Sul e Norte, vilas Planalto e Telebrasília, Varjão, Cruzeiro, Noroeste e Sudoeste/Octogonal
Doses aplicadas: 21.338

Região de Saúde Sudoeste: Taguatinga, Vicente Pires, Águas Claras, Arniqueira, Recanto das Emas e Samambaia
Doses aplicadas: 9.612

Região de Saúde Oeste: Ceilândia, Sol Nascente/Pôr do Sol e Brazlândia
Doses aplicadas: 6.855

Região de Saúde Sul: Gama e Santa Maria
Doses aplicadas: 8.227

Região de Saúde Norte: Planaltina, Sobradinho, Sobradinho 2 e Fercal
Doses aplicadas: 4.607

Região de Saúde Centro-Sul: Guará, Cidade Estrutural, Candangolândia, Núcleo Bandeirante, Riacho Fundo 1, Riacho Fundo 2, Park Way, Setor de Indústria e Abastecimento (SIA) e Setor Complementar de Indústria e Abastecimento (SCIA).
Doses aplicadas: 6.164

Região de Saúde Leste: Paranoá, Itapoã, Jardim Botânico, São Sebastião e Jardins Mangueiral
Doses aplicadas: 2.868

Metropoles

Quero CompartilharShare on FacebookShare on Google+Tweet about this on TwitterShare on LinkedIn
1fev/210

Rodrigo Pacheco é eleito presidente do Senado: 57 votos a 21 de Tebet

Na disputa entre Rodrigo Pacheco (DEM) e Simonte Tebet (MDB), prevaleceu o candidato do DEM

Após uma sessão sem confusões, o Senado Federal elegeu Rodrigo Pacheco (DEM-MG) na tarde desta segunda-feira (1º) como o novo presidente da Casa, para o biênio 2021-2022. O substituto de Davi Alcolumbre (DEM), que deixou o cargo, recebeu 57 votos, contra 21 votos de Simone Tebet (MDB-MS).

O chamamento para a votação dos senadores começou logo após as 17h20 e foi encerrada às 18h38. A apuração demorou 20 minutos e foi concluída com a vitória do candidato que teve o apoio tácito do governo, mas também de senadores da oposição.

Diário do poder

Quero CompartilharShare on FacebookShare on Google+Tweet about this on TwitterShare on LinkedIn
1fev/210

Política: Celina no ministério?

A possível vitória de Arthur Lira ao comando da Câmara Federal nessa segunda-feira (01) deverá dar uma mexida geral no xadrez politico nacional.

O partido de Lira no DF tem como principal nome a ex- presidente da Câmara Legislativa, Celina Leão.

A vitória de Lira poderá fortalecer o PP na base do governo federal e ministério estão sendo dados como certo para a legenda. A Deputada federal Celina Leão vem sendo sondada para ocupar espaço na Esplanada dos ministérios na área do esporte.

Esperar para ver!

Redação

Quero CompartilharShare on FacebookShare on Google+Tweet about this on TwitterShare on LinkedIn
1fev/210

PSDB também deve abandonar bloco e já se fala em desistência de Baleia Rossi

Teve grande impacto retirada de apoio do partido de Rodrigo Maia a seu próprio candidato

A debandada do DEM inspirou outros partidos e o PSDB também caminha para definir nesta segunda-feira (1º) sua saída do bloco de apoio à candidatura de Baleia Rossi (MDB-SP) à presidência da Câmara. A debandada fragilizou Baleia de tal maneira a que no fim da noite deste domingo (31) já circulavam rumores sobre a desistência do candidato de Rodrigo Maia, que não quer correr o risco de uma votação humilhante.

A saída da bancada tucana representa derrota não apenas para Rodrigo Maia, mas principalmente para outro inimigo declarado do presidente Jair Bolsonaro: o governador de São Paulo, João Doria (PSDB).

A “neutralidade” decidida neste domingo pela bancada do DEM foi uma reação à atitude do próprio Maia, que incluiu o partido entre os apoiadores de Baleia sem ao menos consultar os deputados. Antes de iniciar a reunião deste domingo, a maioria dos deputados do DEM já apoiavam Arthur Lira (PP-AL).

Após a debandada do DEM do bloco de apoio articulado por Rodrigo Maia, que é seu filiado, outros partidos passaram imediatamente a rever o apoio a Baleia e até mesmo, como no caso do PT, ao candidato do DEM à presidência do Senado, Rodrigo Pacheco (MG).

O grande temor dos partidos que apoiam Baleia Rossi é que sua derrota os excluirá não apenas de cargos da mesa diretora, mas do comando de todas as comissões permanentes da Câmara. Foi mais ou menos o que levou a maioria do MDB do Senado a abandonar a candidatura de Simone Tebet (MS) para apoiar Pacheco.

Maia reagiu mal à decisão do seu partido, que na prática o deixou falando sozinho. Após gritar descontrolado que não aceitava a decisão da bancada, como se isso tivesse algum significado, ele ameaçou a vingança contra “o grupo de Bolsonaro”: a aceitação de “qualquer um” dos pedidos de impeachment do presidente. Diário do poder

Quero CompartilharShare on FacebookShare on Google+Tweet about this on TwitterShare on LinkedIn
1fev/210

Na véspera da eleição, DEM abandona Rodrigo Maia e decide não apoiar Baleia Rossi na disputa para o comando da Câmara

O Democratas decidiu que não irá mais apoiar formalmente a candidatura de Baleia Rossi (MDB-SP). O partido ficará “neutro”, sem também indicar apoio ao outro candidato, deputado Arthur Lira (PP-AL).

O posicionamento foi aprovado por unanimidade pela executiva nacional do partido, em reunião na noite deste domingo (31).

Havia uma pressão grande de alguns deputados para que a sigla migrasse de bloco e passasse a integrar o grupo de apoio a Lira.

O presidente do partido, ACM Neto, e o atual presidente da Câmara, Rodrigo Maia, fizeram um forte esforço para segurar o movimento. Diante do racha, a bancada optou por não mais compor qualquer bloco.

“É uma decisão pela independência. Não blocar com nenhum dos candidatos e os deputados ficam então livres para votar de acordo com sua convicção pessoal”, afirmou o deputado Efraim Filho (PB), líder do DEM na Câmara.

A decisão representa uma derrota para o atual presidente da Casa, Rodrigo Maia (DEM-RJ), um dos principais articuladores da campanha do candidato Baleia Rossi (MDB-SP).

O partido liderou o lançamento da candidatura de Baleia – mas, segundo integrantes da bancada, hoje a maior parte dos votos "migrou" para o deputado Arthur Lira (PP-AL).

FONTE:  CNNBRASIL.COM.BR

Quero CompartilharShare on FacebookShare on Google+Tweet about this on TwitterShare on LinkedIn