31jan/210

Brazlândia terá até dez candidatos a distrital em 2022

Quero CompartilharShare on FacebookShare on Google+Tweet about this on TwitterShare on LinkedIn
29jan/210

Pesquisa nacional mostra que Bolsonaro lidera todos os cenários para presidente

Se a eleição fosse hoje, o atual presidente seria o mais votado no 1º e no 2º turnos

Levantamento nacional realizado pelo instituto Paraná Pesquisas revela que, se a eleição presidencial fosse realizada hoje, o presidente Jair Bolsonaro venceria a disputa em todos os cenários, contra todos os pré-candidatos, inclusive no “mano-a-mano” do segundo turno.

Em um primeiro cenário, Bolsonaro seria o mais votado com 30,5% dos votos, contra 12% de Sérgio Moro, enquanto o eterno candidato Ciro Gomes (PDT) somaria 10,6%, à frente de Fernando Haddad (PT), com 8,5%, Nesse cenário, Luciano Huck tem 8,1%, João Doria (PSDB) 5,4%, Guilherme Boulos (Psol) 3,5% e João Amoedo 2,9%.

No segundo cenário, Bolsonaro também lidera, com 31% das intenções de voto, contra 17% de Lula (PT), caso o ex-presidente pudesse participar da disputa. São seguidos por Sérgio Moro (12,1%), Ciro Gomes (9,2%), João Doria (5,3%), Boulos (3,6%), Amoêdo (3,3%) e Marina Silva, do Rede, com 2,3%.

No cenário 3, o atual presidente soma 33,7% contra 12.1% de Ciro, 11,7% de Haddad, 9,4% de Huck, 6,7% de Doria, 3,8% de Mandetta (DEM), 3,1% de Amoêdo e 1,1% de Flávio Dino (PCdoB).

Em hipotético segundo turno para presidente da República, Bolsonaro também lidera, em cenário contra Lula (42,4% a 35,7%), Moro (39,1% a 37,6%), Ciro (43,7% a 34,3%), Doria (44,9% a 29,4%) e Huck (42,7% a 33,2%).

O Paraná Pesquisas entrevistou 2002 eleitores em 204 municípios dos 26 estados e do Distrito Federal entre os dias 22 e 26 de janeiro.

Veja os números de segundo turno:

Além de liderar todos os cenários de 1º turno, Bolsonaro está à frente de todos também no 2º turno
Diário do poder
Quero CompartilharShare on FacebookShare on Google+Tweet about this on TwitterShare on LinkedIn
29jan/210

Celina Leão: “Não temos clima para impeachment, não temos crime para impeachment

24/11/2020. Credito: Ana Rayssa/CB/D.A. Press. Brasil. Brasilia - DF. CB Poder. Entrevista com a deputada federal Celina Leao.
Ana Maria Campos

À queima-roupa // Deputada Celina Leão (PP-DF)

Você está totalmente engajada na eleição de Athur Lira para a Presidência da Câmara. O que muda com a eventual vitória dele?

Estou mesmo totalmente engajada na campanha dele. Pessoalmente, para mim, não muda nada. Mas muda muito para o Brasil. O Arthur é a pessoa certa, na hora certa, no lugar certo. O Brasil precisa de alguém com coragem para comandar aquele poder e podermos fazer as grandes transformações que a população espera.

Em algum momento o presidente Jair Bolsonaro ou algum interlocutor do Planalto lhe pediu que apoiasse o Lira?
Em nenhum momento o presidente Bolsonaro me ligou, me pediu apoio, nada para o Lira. Meu compromisso veio mesmo do meu entendimento de que o Brasil precisava melhorar e precisa do Lira como presidente da Câmara.

Como aliado do presidente, Lira vai barrar a tramitação dos pedidos de impeachment de Bolsonaro?

Eu acho que o último assunto que o Brasil precisa tratar, principalmente para a economia avançar, é impeachment. Nós não temos clima para impeachment, crime para impeachment, até porque essa cultura de que quem não gosta de um governo pede o impeachment demonstrou que não traz nada de positivo para o Brasil.

Depois da eleição você volta para o governo Ibaneis, na Secretaria de Esporte?
Vou esperar passar a campanha. Os meus planos para este ano ainda vou discutir com nosso grupo político, com Lira e, também, com o governador Ibaneis, que é uma pessoa que respeito muito e considero muito também.

Lira ganha?

Eu não gosto muito desse clima de já ganhou. Acho muito arriscado. Em nenhuma eleição, a gente pode ter isso. Soa como arrogante. Mas a gente tem fé e se a gente continuar trabalhando como a gente vem fazendo, conversando com os deputados, ele vai alcançar sim a vitória. Estamos otimistas, mas com muita humildade.

Quero CompartilharShare on FacebookShare on Google+Tweet about this on TwitterShare on LinkedIn
29jan/210

Focado na reeleição, Ibaneis Rocha se prepara para embate eleitoral de 2022

Neste ano de 2021, o governador Ibaneis vai transformar o DF no maior canteiro de obras de toda a sua história. Mais de R$1 bilhão serão investidos nas 33 cidades do Distrito Federal

Por Toni Duarte

O governador Ibaneis Rocha deve começar a montar nos próximos dias, um núcleo de articulação política, visando fortalecer as alianças partidárias com a qual governa, focado no embate eleitoral de 2022. 

De 2019 para cá, a percepção da população do Distrito Federal é de que o DF mudou para melhor, o que fez o governo fechar 2020 com o altíssimo 54% de aprovação, segundo pesquisa realizada pela Exata Opinião Pública.

Ibaneis venceu os obstáculos provocados pelo rombo bilionário deixado pela gestão do ex-governador Rodrigo Rollemberg (PSB), além de um  sistema de saúde quebrado, servidores públicos desestimulados e regiões administrativas carregando suas cidades maltratadas.

Com a autoestima lá em cima, o chefe do Executivo foca agora  na sua reeleição de 2022.

O objetivo de Ibaneis  é montar um núcleo de tomadas de decisões para turbinar ainda mais o crescimento popular do seu governo.

José Humberto Pires, Secretário de Governo, Fernando Leite, presidente da Novacap, Wellington Moraes e Paulo Pestana (Comunicação), além de Bartolomeu Rodrigues da Cultura, são alguns dos prováveis nomes que deverão compor um robusto grupo de articulação política a ser convocado pelo governador.

A missão do grupo é de abrir frentes no âmbito da política do DF, quebrar arestas, costurar acordos e, principalmente, mostrar como o DF  mudou com a gestão de Ibaneis Rocha.

O grupo irá mostrar que nos últimos dois anos, Ibaneis fez um governo de enfretamentos para superar os obstáculos, incluindo os que surgiram no período da pandemia, uma guerra ainda não vencida.

Mostrará que mesmo com todas as dificuldades de caixa, o governo dialogou e pagou direitos negados aos servidores por gestões anteriores.

Que nos últimos dois anos, os setores mais sensíveis do funcionalismo como Saúde, Segurança e Educação, além de todas aos outras categorias que integram a máquina pública foram prestigiados por meio do diálogo permanente e pela valorização dos respectivos segmentos.

Que o governo ajudou grandes, médias e pequenas empresas a superarem a crise provocada pela pandemia,  ações que ajudaram a manter, ao máximo, os postos de trabalho.

No campo social, o governo cuidou e ainda cuida de milhares de famílias hipossuficientes, destinando a elas os importantes auxílios emergenciais para abrandar as dificuldades.

Agora o governo se prepara para investir pesadamente nas 32 cidades do DF levando melhoria da qualidade de vida aos mais de três milhões de brasilienses até o final de 2022.

Está em curso, nas diversas pastas do governo, mais de R$ 1 bilhão em licitações para a realização de grandes, médias e pequenas obras por todo o DF.

Todo esse conjunto de medidas é o que fará de Ibaneis Rocha o segundo governador a ser reeleito na história política do DF.

 

Quero CompartilharShare on FacebookShare on Google+Tweet about this on TwitterShare on LinkedIn
27jan/210

Política: Briga pelo o GDF deverá ter Paula Belmonte e mais quatro nomes

Ibaneis Rocha, Paula Belmonte, Izalci Lucas e Leila farão a briga dos gigantes pelo o comando do Palácio do Buriti em 2022

A eleição de 2022 poderá ser marcada por nomes fortes na briga pelo o comando do Palácio do Buriti. Os Senadores Izalci Lucas e Leila  já figuram como nomes certos na disputa, enquanto outros postulantes se movimentam na busca da esperada grande frente o PT vem construindo um nome competitivo para não virar coadjuvante na briga pelo o poder.

O atual Senador Reguffe vem avaliando os cenários e deverá concorrer a reeleição ou até mesmo pendurar as chuteiras caso sinta dificuldade na renovação do mandato. Vale lembrar que a Senadora Leila trabalha para ter o apoio de Reguffe e do ex-Senador Cristovam Buarque. Ela já garantiu o apoio do ex-governador Rodrigo Rollemberg.

Ibaneis e seu projeto de reeleição

O chefe do executivo Ibaneis Rocha candidato natural a reeleição vem trabalhando para juntar um número grande de partidos e assim garantir mais quatro anos no comando do DF. Entre os analistas de plantão a opinião deles é que o governador trabalhe para evitar um eventual segundo turno e assim a chamada " grande surpresa da renovação".

Entre os mais estudiosos da política um eventual segundo turno nunca é bom para quem já está no poder;" O teto de quem está no comando é sempre alcançado no primeiro turno. Com o país passando por essa mutação eleitoral, um segundo turno é risco real para quem está sentado na cadeira", avalia, E. Lima

Paula Belmonte poderá ser a novidade

Considerada uma deputada das mais atuante do DF, Paula Belmonte, se apresenta no cenário atual como a grande novidade da eleição majoritária de 2022. A parlamentar não aceitou entendimento com o governo Ibaneis Rocha e vem criando um via alternativa para o eleitor do DF daqui a dois anos.

A proposta de Paula Belmonte será mostrar ao eleitorado do DF que a renovação se fará  necessária nesse momento de incertezas. A parlamentar deverá iniciar um giro por todo o DF para mostrar a viabilidade das suas propostas e de seus projetos com vistas ao comando do Buriti.

As movimentações de Paula Belmonte vem deixando muita gente entusiasmada e acreditando que a parlamentar está no caminho certo;" Vejo a Deputada Paula Belmonte distante da velha politica e dos vícios do poder. Ela vem tendo uma atuação na defesa do interesse público e do respeito ao voto recebido", salientou, Celso Araújo, professor da rede pública.

Redação

Quero CompartilharShare on FacebookShare on Google+Tweet about this on TwitterShare on LinkedIn
27jan/210

GDF: Samuel Sousa é escolhido por Ibaneis o mais novo Secretário Executivo da Pessoa com Deficiência

O competente ex-chefe de gabinete do distrital Iolando Almeida, Samuel Sousa, deixou a Câmara Legislativa por força de decreto e assumirá pelo os próximos dias nada mais nada menos que a importante Secretaria Executiva da pessoa com deficiência do DF.

 

A nomeação do agora Secretário Executivo, Samuel Sousa, foi publicada no diário oficial do DF dessa quarta-feira (27).

Boa sorte ao Secretário Executivo da pessoa com deficiência em sua nova missão.

Redação

 

Quero CompartilharShare on FacebookShare on Google+Tweet about this on TwitterShare on LinkedIn
26jan/210

Águas Lindas: Dr. Lucas interrompe agenda para socorrer vítima de atropelamento na BR

Com uma agenda popular diária, Dr. Lucas é chamado por populares para prestar socorro a vítima de atropelamento na BR

O prefeito de Águas Lindas Dr. Lucas estava em uma agenda popular na manhã desta terça-feira (26) quando teve que interrompe-la para prestar socorro a uma pessoa vítima de atropelamento na BR.

O chefe do executivo deu o primeiro atendimento a vítima e pediu que os moradores priorizasse o uso das passarelas para evitar acidentes ao mesmo tempo garantiu aos moradores que presenciaram a ocorrência que irar buscar junto ao DNIT providências no sentido de ampliar o número de passarelas bem como revitalizar as já existentes.

A moradora Silvia Torres declarou ao blogdogbu que a postura do atual Prefeito vem agradando;" A prova de que ele vem sendo diferente é que se ele não tivesse nas ruas certamente ele não estaria socorrendo essa vítima. Ele está presente e nós moradores sentimos isso no dia a dia", disse.

O Prefeito Dr. Lucas vem mostrando uma gestão voltada as pessoas e bem mais próxima da comunidade.

Redação

Quero CompartilharShare on FacebookShare on Google+Tweet about this on TwitterShare on LinkedIn
25jan/210

Bolsonaro anuncia insumos da China para CoronaVac que chegarão no fim da semana

Ministro Eduardo Pazuello confirmou em vídeo que a carga chegará ao Brasil até o fim da semana

Diário do poder

O presidente da República Jair Bolsonaro utilizou as redes sociais na tarde desta segunda-feira (25) para comunicar que a Embaixada da China confirmou a liberação do envio de 5.400 litros de insumo farmacêutico ativos (IFA) para produção da vacina CoronaVac no Brasil. O imunizante contra a covid-19 desenvolvido pela farmacêutica chinesa Sinovac será produzido pelo Instituto Butantan.

Em seguida, o ministro da Saúde, Eduardo Pazuello, anunciou em vídeo que os insumos para produzir Coronavac devem chegar ao Brasil até o fim desta semana.

Bolsonaro agradeceu ao governo chinês pela sensibilidade com que tratou o caso, bem como aos ministros brasileiros Ernesto Araújo, das Relações Exteriores; Eduardo Pazuello, da Saúde; e Tereza Cristina, da Agricultura, pelo empenho na negociação com a China.

O presidente não divulgou previsões para a chegada dos insumos que são, no caso da CoronaVac, o próprio vírus inativado, cerne para produção do imunizante.

A mensagem também comunica que está sendo acelerada a liberação dos insumos que serão utilizados para a Fundação Oswaldo Cruz produzir a vacina de Oxford/AstraZeneca, no Brasil.

 

Quero CompartilharShare on FacebookShare on Google+Tweet about this on TwitterShare on LinkedIn
23jan/210

Fiasco: Fracassam em todo o Brasil carreatas convocadas por Psol e PT,  pelo impeachment do presidente Jair Bolsonaro

Convocadas por Psol e PT, carreatas pelo impeachment do presidente Jair Bolsonaro fracassam em todo Brasil

Convocadas pelo PT, Psol e movimentos de extrema-esquerda para este sábado (23), as carreatas que pediam o impeachment do presidente Jair Bolsonaro foram um verdadeiro fracasso em várias cidades do Brasil.

Em São Paulo, os organizadores tentaram utilizar a imagem do candidato derrotado Guilherme Boulos (Psol) para alavancar algum apoio. No entanto, a adesão ao movimento foi muito menor do que os organizadores esperavam. Resultado: Boulos berrava ao microfone para um punhado de gatos-pingados molhados pela chuva.

" alt="" aria-hidden="true" />

O fracasso da carreata paulista não pode ser justificado pelas fortes chuvas que caem em São Paulo nas últimas semanas. As inúmeras bandeiras do PT e o figurino com camisas vermelhas ostentadas pelos manifestantes denunciaram o viés esquerdista dos organizadores, adeptos ao “quanto pior, melhor”. É um movimento da esquerda para a esquerda, não tem povo, não tem massa, não tem nenhuma novidade. E todo esse vermelho que lembra o governo corrupto do PT e seus líderes causa repulsa no cidadão comum.

O cenário foi o mesmo em outras cidades. A imagem de manifestantes em Castanhal-PA viralizou, virando piada nas redes sociais. “Uma mega manifestação com oito pessoas e um bebê de colo!”, ironizou um internauta ao compartilhar a imagem.

" alt="" aria-hidden="true" />

Outro ponto a ser considerado é que, ao convocar carreatas, os organizadores distorcem a verdadeira dimensão do movimento, já que uma fila com 1 km de carros pode ter somente algumas dezenas de pessoas, a depender do trecho, da disposição e distanciamento que tais veículos trafegam. Nas imagens compartilhadas nas redes sociais por participantes das carreatas era possível constatar que vários veículos trafegavam com vários metros de distância uns dos outros, muitos ocupados apenas pelos seus motoristas.

No Distrito Federal, a Polícia Militar contabilizou 500 veículos, mesmo número de Belém do Pará. Já no Rio de Janeiro, a estimativa é de que apenas 100 veículos participaram. No Recife e no estado de São Paulo, os números não foram muito diferentes, evidenciando a baixa adesão popular.

As carreatas foram convocadas pelos partidos PT, PSOL, Rede, PDT, PCdoB, PV, PSB, Cidadania e PCB. Também contou com a adesão de movimentos de extrema-esquerda como Frente Povo Sem Medo, a Frente Brasil Popular, o Movimento dos Trabalhadores Sem Teto (MTST), a União Nacional dos Estudantes (UNE) e a União Estadual dos Estudantes de São Paulo (UEE-SP).

Internet

Quero CompartilharShare on FacebookShare on Google+Tweet about this on TwitterShare on LinkedIn
23jan/210

Arthur Lira assume favoritismo na disputa para presidir a Câmara

Bloco de apoio a Arthur Lira soma 242 votos contra 203 do candidato de Rodrigo Maia

A disputa pela presidência da Câmara, afinal, não está tão acirrada como parecia. Apesar de o atual presidente Rodrigo Maia colocar toda máquina a serviço do preposto Baleia Rossi (MDB-SP), o favoritismo está com o rival.

O bloco de partidos que apoia o deputado Arthur Lira (PP-AL) soma 242 votos, cerca de 47% do total. Já o bloco de Rossi chega apenas a 203, mas só se contar com improváveis 100% dos deputados do MDB, DEM, PT, PSB, PDT, PV, PCdoB, Cidadania, Rede e Solidariedade. A informação é da Coluna Cláudio Humberto, do Diário do Poder.

Reduzem as chances de Baleia Rossi outras cinco candidaturas que lhe tiram votos: no seu MDB e também no Novo, Psol, Avante e PL.

A candidatura de Fábio Ramalho (MDB-MG), deputado muito querido na Câmara, tira votos preciosos de Rossi entre os 33 membros da bancada.

Diário do poder

Quero CompartilharShare on FacebookShare on Google+Tweet about this on TwitterShare on LinkedIn
22jan/210

Sucessão CF: PSL deixa Baleia Rossi e adere a Artur Lira

Oficialização do apoio ao candidato do PP a presidente da Câmara foi deferido hoje

A Secretaria-Geral da Mesa Diretora da Câmara dos Deputados deferiu nesta quinta-feira (21) a entrada do PSL no bloco partidário que apoia a candidatura do deputado Arthur Lira (PP-AL) à presidência da Casa.

O partido estava no bloco de apoio ao candidato Baleia Rossi (MDB-SP), mas foi apresentado requerimento com as assinaturas da maioria dos integrantes da bancada em apoio ao bloco de Lira.

Arthur Lira agora conta com o apoio oficial de 11 partidos, no bloco de apoio à sua candidatura à Presidência da Câmara dos Deputados. São eles: PL, PP, PSD, Republicanos, PTB, Pros, Podemos, PSC, Avante, Patriota e PSL.

O deputado do PP de Alagoas disputa o comando da Câmara dos Deputados, no pleito marcado para 1º de fevereiro, contra os deputados Baleia Rossi (MDB-SP), Capitão Augusto (PL-SP), André Janones (Avante-MG), Alexandre Frota (PSDB-SP), Fábio Ramalho (MDB-MG), Marcel van Hattem (Novo-RS) e Luíza Erundina (PSOL-SP).(Com informações da Agência Câmara de Notícias).

Diário do poder

Quero CompartilharShare on FacebookShare on Google+Tweet about this on TwitterShare on LinkedIn
22jan/210

Saúde: Distrital Iolando garante mais médicos e técnicos em área complexa para Brazlândia

Parlamentar se movimenta para melhorar a saúde de sua base

A cidade de Brazlândia que vem recebendo um cuidado especial nas questões estruturais também não ficará sem os avanços na área da Saúde pública da região.

O distrital Iolando Almeida (PSC) anunciou nessa quinta-feira (21) junto com o Secretário de Saúde a chegada de mais quatro médicos na área da clínica médica e mais desseseis técnicos na área de hematologia.

Procurado pelo o blogdogbu o parlamentar garantiu que o reforço na área da Saúde se faz necessário;" Vamos sempre melhorar a nossa área da saúde. Os médicos estão chegando para melhor atender a nossa comunidade", garantiu Iolando.

Redação

Quero CompartilharShare on FacebookShare on Google+Tweet about this on TwitterShare on LinkedIn