4jun/200

Política: Thayse Cesário virá para as disputas de 2022

A cidade Brazlândia deverá ter pelo menos onze nomes nas disputas políticas a Câmara Legislativa em 2022.

A conselheira tutelar Thayse Cesário deverá colocar seu nome a disposição do eleitorado da cidade e será uma das duas mulheres que testarão seu nome daqui a dois anos.

A conselheira reeleita para o conselho tutelar já foi sondada por dois partidos políticos.

 

Redação

 

Quero CompartilharShare on FacebookShare on Google+Tweet about this on TwitterShare on LinkedIn
4jun/200

Alberto Fraga pode ser definido como ministro de Segurança ainda hoje

Indicação do ex-deputado pode ser sacramentada em reunião do presidente com o líder da bancada da Segurança Pública

O ex-deputado Alberto Fraga pode ser definido como novo ministro do governo Bolsonaro ainda nesta quinta (4), durante reunião do presidente com o deputado Capitão Augusto (PSL-SP), coordenador da bancada de Segurança Pública na Câmara. Bolsonaro decidiu dividir novamente o Ministério da Justiça para recriar a pasta de Segurança Pública, solução muito elogiada por seus resultados, durante o governo Michel Temer. A informação é da Coluna Cláudio Humberto, do Diário do Poder.

Capitão Augusto apoiaria a indicação de Fraga, coronel da reserva da Polícia Militar do Distrito Federal e amigo pessoal do presidente.

O próprio presidente afirmou que definirá logo o ministro, para evitar especulações, e anunciou a reunião com o deputado paulista.

No governo Temer, o Ministério da Segurança Pública destinou grande volume de recursos aos Estados, promovendo redução da criminalidade.

Diário do Poder

Quero CompartilharShare on FacebookShare on Google+Tweet about this on TwitterShare on LinkedIn
4jun/200

Convenção virtual nas eleições 2020

De acodo com calendário eleitoral, a escolha dos candidados para disputa deve ser realizada entre o dia 20 de julho e 5 de agosto

O relator, ministro Luis Felipe Salomão, submeteu a consulta ao plenário do TSE Foto: Divulgação/TSE
O relator, ministro Luis Felipe Salomão, submeteu a consulta ao plenário do TSE Foto: Divulgação/TSE

 

BRASÍLIA - O plenário do Tribunal Superior Eleitoral (TSE), por unanimidade, autorizou nesta quinta-feira que os partidos realizem convenções por meio virtual para a escolha dos candidatos que disputarão as eleições municipais de 2020. A medida foi definida devido à pandemia do novo coronavírus.

As convenções partidárias deverão ser realizadas entre o dia 20 de julho e 5 de agosto, conforme prevê o calendário eleitoral.

TSE: julga ações que pedem cassação de Bolsonaro e Mourão na próxima semana

O relator, ministro Luis Felipe Salomão, ponderou em seu voto que as convenções virtuais devem seguir as regras e procedimentos previstos na lei,  respeitando as normas partidárias e a democracia interna das legendas. Ficou definido que os partidos têm autonomia para utilizarem as ferramentas tecnológicas que entenderem mais adequadas.

As  eleições programadas para outubro deste ano poderão ser adiadas, mas ainda não há uma definição. Barroso defende que, em caso de mudança, isso deverá ocorrer pelo menor prazo possível. Para o presidente do TSE,  a prorrogação dos atuais mandatos deve ser evitada até o limite, ele também já descartou a possibilidade de unificar as eleições municipais e gerais em 2022

 

Quero CompartilharShare on FacebookShare on Google+Tweet about this on TwitterShare on LinkedIn