18set/190

Politica: Secretário Iolando Almeida mostra desenvoltura e busca parcerias na defesa da pessoa com deficiência

O distrital e atual Secretário da Pessoa com Deficiência do DF, Iolando Almeida, decidiu cair em campo na busca de parcerias que possam trazer ganhos a sua secretaria e consequentemente a um grupo estimado de 650 mil pessoas com deficiência no DF.

O parlamentar esteve em reunião com a Força Aérea Brasileira em busca de parcerias para a nova secretaria da Pessoa com Deficiência. Como militar reformado da FAB,Iolando Almeida, conhece muito bem o potencial tecnológico da instituição e o compromisso que ela tem junto às suas atividades.

Aeronáutica se colocou inteiramente à disposição para auxiliar no que for preciso para o bom funcionamento da pasta. Vale lembrar que Iolando Almeida vem estabelecendo uma aproximação e  estreitando os laços com todas as instituições em busca de uma melhor qualidade de vida para a pessoa com deficiência no DF. 

O novo secretário mostra com suas ações que está no caminho certo.

redação

Quero CompartilharShare on FacebookShare on Google+Tweet about this on TwitterShare on LinkedIn
18set/190

Distritais garantem atendimento em até 30 dias para pacientes com câncer

Caso o atendimento não seja realizado nas unidades públicas, o poder público deverá providenciar na rede privada

Os deputados distritais determinaram que as unidades da Secretaria de Saúde do Distrito Federal terão até trinta dias para realizar exames e procedimentos médicos em pacientes com câncer. A lei terá vigência imediata a partir de sua publicação, com o prazo de 180 dias para regulamentação.

O texto também determina que, caso o atendimento não seja realizado dentro desse prazo, nas unidades públicas de saúde do DF, o poder público deverá providenciar sua imediata realização na rede privada de saúde.

Por 14 votos, o plenário da Câmara Legislativa do Distrito Federal (CLDF) rejeitou o veto do governador Ibaneis Rocha, que alegara ausência de interesse público e invasão de competência, entre outros motivos.

O presidente da CLDF, Rafael Prudente (MDB) ressalta que  a neoplasia maligna “deve ser tratada no menor espaço de tempo para obter resultados satisfatórios e eficazes”. Diáriodopoder.

Quero CompartilharShare on FacebookShare on Google+Tweet about this on TwitterShare on LinkedIn
18set/190

Ciclista morre atropelado na BR-080, em Brasília

Por G1 DF e TV Globo

Ciclista morreu após ser atropelado na BR-080 nesta quarta-feira (18) — Foto: TV Globo/Reprodução

Ciclista morreu após ser atropelado na BR-080 nesta quarta-feira (18) — Foto: TV Globo/Reprodução

Um ciclista morreu atropelado na BR-080, na altura de Brazlândia, no Distrito Federal, por volta das 19h30 desta terça-feira (17).

Conforme a ocorrência registrada pela Polícia Civil, o motorista, Lucas Nunes Menezes Regis Serafim, de 23 anos, tentou uma ultrapassagem em local proibido. Para evitar uma batida frontal com outro veículo que vinha na direção contrária, direcionou o carro para o acostamento, atingindo Renato Carlos Rezende dos Santos, de 41 anos.

A vítima pedalava em grupo, mas não houve outros feridos. O Corpo de Bombeiros chegou a acionar um helicóptero para o socorro, mas Renato Carlos não resistiu aos ferimentos e morreu no local.

Ciclista morreu após ser atropelado na BR-080 nesta quarta-feira (18) — Foto: TV Globo/Reprodução

Ciclista morreu após ser atropelado na BR-080 nesta quarta-feira (18) — Foto: TV Globo/Reprodução

Enquanto os bombeiros atendiam a ocorrência, o motorista teve uma crise nervosa, mas rejeitou ser atendido em um hospital. Ele foi encaminhado para a delegacia de Brazlândia, que investiga o caso.De acordo com as informações da Polícia Civil, o teste do bafômetro no motorista apresentou resultado negativo. Ele permaneceu no local do acidente até o socorro da vítima.

Ciclista morreu após ser atropelado na BR-080 nesta quarta-feira (18) — Foto: TV Globo/Reprodução

Ciclista morreu após ser atropelado na BR-080 nesta quarta-feira (18) — Foto: TV Globo/Reprodução

Acidentes

Em junho deste ano, a ciclista Cleunice Rosa de Souza, de 49 anos, morreu atropelada na DF-230, perto do Morro da Capelinha. O motorista estava alcoolizado.

Em fevereiro, no Recanto das Emas, um ciclista morreu atropelado por um carro enquanto empurrava sua bicicleta. Luiz Deo de Castro, de 61 anos, morreu na hora.

Em agosto de 2018, um ciclista de 43 anos morreu enquanto pedalava, de manhã, na avenida principal do Lago Sul, em Brasília. A vítima, Maurício da Cruz Carneiro de Almeida, era tenente-coronel do Exército, e foi atingido por um ônibus.

De acordo com o balanço do Departamento de Trânsito do Distrito Federal (Detran-DF), de janeiro a junho de 2019, foram registradas 10 mortes de ciclistas. No mesmo período do ano passado, foram 13 vítimas fatais.

fonte: Portal G1

Quero CompartilharShare on FacebookShare on Google+Tweet about this on TwitterShare on LinkedIn
18set/190

Governo reúne Administradores Regionais para discutir GDF presente

Coordenado pelo secretário de Governo, José Humberto Pires, o encontro teve o objetivo de registrar demandas e tirar dúvidas sobre o programa

ANA LUIZA VINHOTE, DA AGÊNCIA BRASÍLIA

Os administradores regionais do Distrito Federal se reuniram na tarde desta terça-feira (17) com representantes do governo e coordenadores dos polos do GDF Presente para registrar demandas e tirar dúvidas sobre o programa. O encontro, que ocorreu no Salão Nobre do Palácio do Buriti, foi coordenado pelo secretário de Governo, José Humberto Pires. O chefe da pasta destacou a importância da integração entre os órgãos do Executivo local.

“O programa está maduro e o planejamento é muito bom, mas temos que continuar nos preocupando. Nosso principal objetivo é manter a disciplina no levantamento das demandas que são de interesses da comunidade melhorando a qualidade dos serviços prestados à população do DF”, comentou José Humberto Pires.

Nosso principal objetivo é manter a disciplina no levantamento das demandas que são de interesses da comunidade melhorando a qualidade dos serviços prestados à população do DFJosé Humberto Pires, secretário de Governo

O chefe da pasta pediu aos administradores que continuem fazendo o levantamento de todas as ações do GDF e o remanejamento do programa para aquelas áreas que ainda não foram atendidas pelo GDF Presente. Cada representante do governo esclareceu as dúvidas dos administradores e reforçaram o que cada área tem feito para dar continuidade ao programa.

Entre os participantes da reunião estavam os secretários das Cidades, Gustavo Aires; de Desenvolvimento Urbano e Habitação, Mateus Oliveira; de Obras e Infraestrutura, Izídio Santos e de Comunicação, Weligton Moraes, além dos subsecretários adjuntos da Secretaria de Governo, Marcelo Cunha; da executiva de Políticas Públicas da Secretaria de Governo, Meire Mota; do Sistema de Defesa Civil, Sérgio Bezerra e o diretor do Serviço de Limpeza Urbana (SLU), Félix Palazzo.

Também estiveram presentes representantes da Casa Civil, da Companhia Imobiliária de Brasília (Terracap), do Departamento de Estradas de Rodagem (DER) e da Agência de Fiscalização do (DF Legal).

 

 

fonte: Donnysilva

Quero CompartilharShare on FacebookShare on Google+Tweet about this on TwitterShare on LinkedIn
18set/190

ONGs oficiam MPDFT contra lei que autoriza autopromoção de distritais

Emenda à Lei Orgânica permite a parlamentares e agentes públicos a divulgação de ações, audiência e destinação de emendas com verba pública

IgoEstrela/Metrópoles

Apromulgação da Emenda à Lei Orgânica do Distrito Federal nº 114, nessa sexta-feira (13/09/2019), autorizando os deputados distritais a divulgarem suas ações parlamentares com seus nomes ou alcunhas, causou reações e críticas de organizações não governamentais que fiscalizam a ação de políticos. O Observatório Social de Brasília e o Instituto de Fiscalização e Controle (IFC) protocolaram ofício junto ao Ministério Público do DF e dos Territórios (MPDFT) para que o órgão ajuíze ação de inconstitucionalidade contra a proposta.

O texto, aprovado em agosto deste ano, prevê que os deputados não sejam punidos por propagandas com suas logomarcas e fotos ao divulgar os gastos liberados por meio de emendas parlamentares.

O projeto determina que cada um dos três Poderes do Distrito Federal poderá definir como serão as regras para a divulgação de ações políticas. Na opinião dos distritais, a medida não libera a autopromoção, apenas dará mais transparência na divulgação de emendas parlamentares e ações de seus respectivos mandatos, sem serem questionados pelo MPDFT e pela Justiça.

“Quando um parlamentar propõe uma audiência pública ou destina uma emenda, o nome dele aparece na proposta. Entretanto, a partir do momento que as mesmas são aprovadas pelos demais deputados, o ato passa a ser da Câmara Legislativa, não sendo mais do indivíduo”, avalia Chia.

O presidente da Câmara Legislativa, Rafael Prudente (MDB), rebate as declarações e afirma se tratar de transparência para a população. “É importante a divulgação do trabalho do parlamentar e legítimo. A divulgação do mandato e promoção pessoal são coisas distintas. A população nos cobra transparência e que prestemos conta daquilo que está sendo realizado e qual o benefício que o mandato parlamentar trouxe a população”, defende.

Metropoles

Quero CompartilharShare on FacebookShare on Google+Tweet about this on TwitterShare on LinkedIn
18set/190

Antes de chegar ao altar, grávida sofre AVC e morre em frente a igreja

A jovem tinha 30 anos e teve que ser submetida a uma cesárea de emergência

Reprodução / Instagram

Jéssica Victor Guedes não conseguiu realizar um de seus principais sonhos: casar-se. Aos 30 anos, poucos minutos antes de subir ao altar, a jovem começou a sentir um mal-estar. De início, acharam que era apenas uma ansiedade por conta da cerimônia. Mas quando seu noivo, Gonçalves, foi ver o que estava acontecendo, encontrou sua mulher desmaiada.

Tudo começou quando Jéssica ficou grávida. Ela e o marido decidiram realizar o casório antes da filha, Sophia, nascer. A cerimônia foi organizada nesse domingo (15/09/2019), mas pouco tempo antes de Jéssica chegar a igreja, a noiva começou a sentir dores fortes pelo corpo.

Quando chegou ao local, o noivo, que já foi bombeiro, a encontrou desmaiada e, então, começou a prestar os primeiros socorros. Após a chegada da ambulância, Jéssica foi levada para um hospital de São Paulo. Porém, o caso era mais grave do que se imaginava e foi preciso transferi-la para o Hospital e Maternidade Pro Matre Paulista.

Após a realização de alguns atendimentos, foi constatado que Jéssica tinha sofrido um AVC por causa de uma pré-eclâmpsia. Ao chegar na maternidade, a noiva já estava sem atividade cerebral. Segundo a tenente Mariana, da Seção de Comunicação Social do 46º Batalhão de Polícia Militar, a equipe do hospital decidiu realizar uma cesárea de emergência. Com sucesso, a pequena Sophia nasceu com 29 semanas, pesando cerca de 1kg.

Em entrevista à revista Crescer, Mariana relatou que tudo estava bem na gestação da mãe de Sophia. “Jéssica estava fazendo acompanhamento pré-natal, não teve nenhum pico de pressão alta durante toda a gestação. Ela era saudável, fazia atividade física e se alimentava bem”, revelou a tenente.

Pelos gastos que o casal teve com o casamento, Gonçalves decidiu realizar uma vaquinha online para arcar com o atendimento da filha Sophia, que foi socorrida por uma unidade hospitalar fora do seu convênio médico. Além disso, por conta da morte cerebral de Jéssica, a família decidiu que todos os órgão seriam doados, atendendo a um pedido dela mesma.

De acordo com a Crescer, o Hospital e Maternidade Pro Matre Paulista divulgou uma nota. “No momento, toda a equipe da maternidade está priorizando o apoio, conforto e atenção às famílias do Tenente Gonçalves e da paciente, ajudando-as com todas as providências necessárias”.

Metropoles

Quero CompartilharShare on FacebookShare on Google+Tweet about this on TwitterShare on LinkedIn
18set/190

Robério na Secretaria do Trabalho

 

 No Palácio do Buriti há uma certeza: vão tentar convencer o deputado distrital Robério Negreiros a ser secretário do Trabalho. João Pedro Ferraz acumula também a Secretaria de Educação.

Robério sempre nega a informação, mas o seu nome não sai da boca dos palacianos.

Leia Também:  Bastidores

Será que o flerte vira namoro ou casamento?

Radiocorredor

Quero CompartilharShare on FacebookShare on Google+Tweet about this on TwitterShare on LinkedIn
18set/190

TSE decide que candidaturas laranjas levam à cassação de toda a chapa

Felipe Amorim Do UOL

O TSE (Tribunal Superior Eleitoral) decidiu na noite de hoje que a presença de candidaturas laranjas para fraudar a cota mínima de candidatas mulheres deve levar à cassação de toda a chapa eleitoral, com a perda do mandato dos eleitos.

A decisão foi tomada por quatro votos a três, em processo que julgou o caso de candidatas laranjas em coligação para o cargo de vereador na cidade de Valença do Piauí (PI).

Quero CompartilharShare on FacebookShare on Google+Tweet about this on TwitterShare on LinkedIn