11set/190

Coaf descobre movimentação suspeita de R$2,5 milhões de David Miranda

Ele é casado com jornalista Greenwald e suplente de Jean Wilis, que vive na Europa

Uma movimentação de R$ 2,5 milhões na conta bancária do deputado federal David Miranda (Psol-RJ) chamou atenção do Conselho de Controle de Atividades Financeiras (Coaf). O parlamentar também está enrolado em investigações de improbidade administrativa, peculato, lavagem de dinheiro e suspeita de “rachadinha”, quando assessores são contratados e obrigados a devolver parte dos salários ao parlamentar.

O patrimônio declarado pelo deputado à Justiça Eleitoral, em 2018, foi de R$ 353,4 mil, mas o Coaf identificou “movimentação atípica” de R$ 2,5 milhões entre 2 de abril de 2018 e 28 de março de 2019 na conta do parlamentar.

Segundo o Coaf, o nome do deputado apareceu no relatório porque ele contratou serviços de uma das empresas envolvidas em uma investigação de ilegalidades em gráficas de Mangaratiba (RJ). O documento fala em “suspeita de ocultação de origem” devido a inúmeros depósitos, em espécie, de valores entre R$ 2,5 mil e R$ 5 mil, na conta do parlamentar, incluindo os feitos por assessores e ex-assessores.

Com base no documento do Coaf, o MP do RJ pediu a quebra dos sigilos bancário e fiscal de David Miranda e dos outros envolvidos, mas o juiz Marcelo da Silva determinou que o deputado e quatro assessores e ex-assessores sejam ouvidos antes.

Miranda, que se define no Twitter como “preto e favelado”, disse por meio de sua assessoria que o salário de R$ 33,7 mil recebido como deputado não é sua única fonte de renda e que os R$ 2,5 milhões que passaram pela conta “são compatíveis com sua renda familiar”. O dinheiro seria de uma empresa de turismo da qual é sócio.

Outra investigação, por peculato e lavagem de dinheiro, foi enviada à Procuradoria-Geral da República porque Miranda tem foro privilegiado. Quando concorreu ao cargo de vereador, em 2016, o patrimônio declarado à Justiça Eleitoral era de R$ 74,8 mil, saltando para R$ 353,4 mil em dois anos depois.

Diário do poder

Quero CompartilharShare on FacebookShare on Google+Tweet about this on TwitterShare on LinkedIn
11set/190

Política: Iolando Almeida, passa para a história ao assumir a Secretaria da Pessoa com Deficiência do DF

O distrital Iolando Almeida passa para a história do DF como o primeiro Secretário da Pessoa com Deficiência do DF.

Um sonho antigo do parlamentar que buscava com muito esforço o atendimento prioritário a pessoa com deficiência no DF.

O evento que marcou esse importante capítulo da história da pessoa com deficiência aconteceu nessa quarta-feira (11) no palácio do Buriti.

O chefe do executivo acredita no potencial de Iolando Almeida que se declarou preparado;" Vamos fazer um belo trabalho para a pessoa com deficiência. Só tenho a agradecer a Deus e ao governador Ibaneis Rocha por ter acreditado nesse sonho", salientou Iolando ao gbu.

 

Redação

Quero CompartilharShare on FacebookShare on Google+Tweet about this on TwitterShare on LinkedIn
11set/190

TCDF Aperta O Cerco Contra Farra No Iprev E Agnelo, Rollemberg E Distritais Entram Em Pânico

 

O Tribunal de Contas do DF vai investigar possíveis prejuízos envolvendo a aplicação de recursos do Instituto de Previdência de Servidores do Distrito Federal (Iprev-DF) em fundos de investimento, iniciadas ainda em 2014 no governo do petista Agnelo Queiroz e com sérios danos apurados em 2018 no governo de Rodrigo Rollemberg (PSB). E não foi falta de aviso aos intrépidos ex-governadores e para descompromissados deputados distritais (alguns reeleitos e outros não em 2018). O cerco finalmente começa a se fechar contra essa turma.

Segundo informações, a iniciativa do TCDF deixou Agnelo, Rollemberg e distritais em pânico. Eles achavam que não daria em nada autorizar retirada de dinheiro do Iprev-DF. Não contavam com a eficiência do Ministério Público de Contas do TCDF, que efetivamente fiscaliza o dinheiro público no DF.

Donnysilva
Quero CompartilharShare on FacebookShare on Google+Tweet about this on TwitterShare on LinkedIn
11set/190

Presidente e controlador da Câmara de Formosa são presos em operação

A Justiça goiana determinou o bloqueio de bens dos acusados para assegurar o ressarcimento dos prejuízos causados aos cofres públicos

O Ministério Público e a Polícia Civil de Goiás deflagraram, na manhã desta quarta-feira (11/09/2019), a operação Número Sete, que levou à prisão o atual presidente da Câmara Municipal de Formosa, Edmundo Dourado, e o controlador interno da Câmara, Humberto Serafim Mendonça. Os mandados foram expedidos pelo juiz Fernando Oliveira Samuel.

Segundo apurou o Ministério Público, em 2016, 2018 e 2019, Edmundo aproveitou-se da condição de presidente da Câmara e ordenador de despesas para adquirir diretamente produtos e mercadorias sem a indispensável realização de procedimento licitatório, “favorecendo amigos, correligionários e apaniguados”. Os donos dos estabelecimentos comerciais beneficiados também estão na mira da investigação.

As equipes de policiais e promotores cumpriram cinco mandados de busca e apreensão na casa de outros denunciados e em uma empresa que estaria ligada ao esquema criminoso. A Justiça goiana determinou o bloqueio de bens dos acusados para assegurar o ressarcimento dos prejuízos ocasionados aos cofres públicos.

Além da responsabilização criminal, que prevê penas que podem chegar a oito anos de prisão, os investigados respondem por improbidade administrativa, que prevê suspensão de direitos políticos, perda do cargo e proibição de contratação com o poder público. Os réus ainda podem pagar multa.

Metropoles

Quero CompartilharShare on FacebookShare on Google+Tweet about this on TwitterShare on LinkedIn
11set/190

Política: Algo estranho

O caso curioso do deputado federal Luis Miranda (DEM) relatado pela reportagem do Fantástico ontem (8) tem suscitado muitos questionamentos entre internautas, mas sobretudo dentro da própria imprensa.

Miranda foi acusado de dar calotes em 25 pessoas por prometer uma vida melhor nos Estados Unidos, e não conseguirem.

Pois bem. O questionamento que se tem feito se embasa numa operação da Polícia Civil na semana passada (veja aqui) em que um homem foi preso por extorquir o deputado para barrar justamente a matéria do Fantástico.

O programa, segundo comentários na internet por parte da imprensa, não teria dado a devida relevância no caso de acusarem que, gente da própria Globo estaria disposta a parar a matéria, desde que “recebesse” uma grana.

Radiocorredor

Quero CompartilharShare on FacebookShare on Google+Tweet about this on TwitterShare on LinkedIn
11set/190

DF: Depois de 30 anos, Iolando Almeida transforma em realidade desejo de 750 mil pessoas com deficiência

O distrital Iolando Almeida estará certamente se emocionando ao ver seu sonho realizado. A secretaria da pessoa com deficiência do DF será sancionado hoje (11)

A luta incansável do distrital Iolando Almeida estará virando realidade na manhã de hoje (11) no palácio do Buriti.

O governador Ibaneis Rocha deverá sancionar nessa quarta-feira (11) o projeto que cria a tão sonhada Secretaria da Pessoa com Deficiência do DF.

A criação da Secretaria da pessoa com deficiência é uma luta de mais de vinte anos do agora distrital Iolando Almeida, que demonstrou satisfação com o resultado;" Tinha uma missão em minha vida. Ver de fato a pessoa com deficiência ter representatividade na estrutura do estado. A criação da Secretaria da Pessoa com Deficiência na manhã de hoje mostra o respeito e o compromisso do governador Ibaneis Rocha com a nossa causa", declarou Iolando ao blogdogbu.

Sanção do projeto que cria a Secretaria da Pessoa com Deficiência do DF:

Dia: Hoje (11/09)

Local: Palácio do Buriti

Horário: 10hs

 

Redação

Quero CompartilharShare on FacebookShare on Google+Tweet about this on TwitterShare on LinkedIn