5jul/190

Santa Maria: Daniel Radar é criticado por falar muito e não fazer nada pela a cidade

Ex-candidato não aceita a derrota de 2018 e crítica até o que vem dando certo na cidade de Santa Maria

O aliado de primeira hora do Senador Reguffe em Santa Maria, Daniel Radar, vem sofrendo duras críticas em virtude da sua pouca produção em defesa dos interesses da cidade.

Ao adotar uma postura de criticar até o que vem dando certo na cidade, Daniel Radar,  faz uma 'oposição canina' a distrital eleita da região, com isso, não aceitando o fracasso nas urnas no processo político de 2018.

O grupo que discorda da postura de Daniel Radar acha que ele poderia ser "mais cidade e menos oposição";" Eu queria saber quanto o Senador Reguffe, para o qual o Daniel Radar trabalha, já destinou para a nossa comunidade por intermédio dele. Se o Daniel tivesse preocupação com a coletividade ele estaria buscando nos ajudar", declarou João Paulo, morador da cidade.

Em outra vertente existe aqueles que gostam de Daniel Radar, mas mesmo assim acreditam que ele poderia somar mais para a cidade;" Gosto do Daniel, mas ele precisa sair do teclado do computador e ajudar a cidade. Só críticas não contribui com nosso futuro.", declarou a jovem Luciene Silva.

Nos bastidores da cidade já tem gente dizendo que o estilo do ex-candidato Daniel Radar fazer política em Santa Maria, faz lembrar a velha frase de Tite, técnico da seleção brasileira ;" fala muito, fala muito!!!!".

 

Redação

Quero CompartilharShare on FacebookShare on Google+Tweet about this on TwitterShare on LinkedIn
5jul/190

Política: Distrital Iolando Almeida é o novo comandante do PSC/DF

Único distrital pela sigla, Iolando Almeida assume comando do PSC-DF.O parlamentar chega à presidência do partido como sucessor de Zenóbio Rocha, que passa a ser primeiro-secretário

Na esteira de que partidos políticos sejam conduzidos por políticos com mandato, o único representante eleito do PSC-DF, deputado distrital Iolando Almeida, assumiu a presidência regional da sigla. “Tenho a missão de tornar o partido maior”, declarou o distrital. O mandato do novo comandante vai até o dia 31 de dezembro.

Até então, a legenda era conduzida por Zenóbio Oliveira Rocha. Na campanha de 2018, o então comandante declarou apoio à candidatura de Rogério Rosso (PSD) ao Palácio do Buriti, mas a cúpula nacional do Partido Social Cristão orientou filiados locais a seguirem com Ibaneis Rocha(MDB). Com a decisão verticalizada, Zenobio recuou, inicialmente, mas depois manteve apoio ao pessedista. Contra o grupo dissidente, o emedebista acabou eleito governador do DF.

Metropoles

Quero CompartilharShare on FacebookShare on Google+Tweet about this on TwitterShare on LinkedIn