27jun/190

Política: A herança política de Juarezão (parte lll) – Iolando Almeida, pouco beneficiado

Aos poucos a cidade de Brazlândia procura se acostumar com a ausência do popular Juarezão, que nos deixou vítima de um acidente na BR 080.

Além de deixar um legado de pequenas e importantes obras para Brazlândia, Juarezão, deixa uma herança eleitoral que certamente se dividirá entre poucos nomes da cidade.

O atual distrital Iolando Almeida se apresenta como pouco beneficiado da herança política de Juarezão. Um exemplo claro é que o ex-distrital perdeu mais da metade de seus votos de uma eleição para outra e a migração desses votos não apareceram computados nos números de Iolando Almeida. Até porque o atual distrital de Brazlândia se manteve em um teto parecido de uma eleição para outra dentro de sua região, crescendo substancialmente fora.

O fato  de Juarezão ter perdido mais da metade de seus votos dentro de Brazlândia e o agora distrital Iolando Almeida não ter se beneficiado, mostra uma falta de identificação do eleitor de Juarezão com Iolando Almeida. Algo a ser estudado pela a equipe do atual distrital com vistas a 2022.

O grande desafio de Iolando Almeida será mostrar que na investidura do cargo poderá realizar um trabalho satisfatório e fugir do teto de cinco mil votos em 2022 dentro de seu reduto eleitoral.

Trabalhando ele está !

 

Redação

 

Quero CompartilharShare on FacebookShare on Google+Tweet about this on TwitterShare on LinkedIn