29maio/190

PM conhecido como “Véi da 12” é alvo de operação contra grilagem no DF

Sargento da Polícia Militar do Distrito Federal, José Claudio Bonina costuma ostentar uma arma calibre .12 em Ceilândia

Reprodução
Reprodução
O sargento da Polícia Militar do Distrito Federal (PMDF) José Claudio Bonina, conhecido como “Véi da 12”, foi alvo de busca e apreensão durante a Operação Hórusna manhã desta quarta-feira (29/05/2019). Policiais civis e promotores do Ministério Público do Distrito Federal e Territórios (MPDFT) foram até a casa do militar para cumprir o mandado expedido pela Auditoria Militar do Distrito Federal. Os investigadores apuram o envolvimento de PMs em grilagem de terras no Setor Habitacional Sol Nascente.
O militar é conhecido por ostentar uma arma calibre .12. Costuma fazer muitas apreensões de drogas e armamento. Nas últimas eleições, ele se candidatou pelo Partido da Mobilização Nacional (PMN) a deputado distrital, mas não foi eleito.
“Hoje é o dia mais triste da minha vida. Estava no curso e recebi a ligação da minha filha. Ela me disse que a Polícia Civil e a PM estavam na minha residência. Sei que isso é politicagem. Eu não sou envolvido com grilagem ou corrupção. A única coisa que faço lá é a entrega de frutas e verduras para a comunidade”, disse o militar, em um vídeo divulgado nas redes sociais. “Sou um homem de fé, mas, nessa hora, meu camarada, tem que chorar. É uma perseguição que eu já estava ciente”, ressaltou.

No total, foram cumpridos sete mandados de prisão preventiva e 15 de busca e apreensão. A operação é um desdobramento de investigação iniciada na 19ª Delegacia de Polícia (P Norte), há oito anos. Ao longo da apuração, foi identificada dentro da organização criminosa um núcleo que atuava como braço armado para cometer crimes relacionados às invasões de terras. Entre os quais,  ameaças e homicídios.

 

Metropoles

Quero CompartilharShare on FacebookShare on Google+Tweet about this on TwitterShare on LinkedIn
29maio/190

Aniversário de Brazlândia!!!!

Quero CompartilharShare on FacebookShare on Google+Tweet about this on TwitterShare on LinkedIn
29maio/190

Brazlândia: Distrital nesse momento na Secretaria de Saúde para definir instalação imediata de tenda de combate a dengue

O distrital Iolando Almeida está nesse momento com o subsecretário de gestão de Saúde e com a subsecretária de gestão de pessoas. O encontro tem por objetivo agilizar a situação da instalação de tenda de combate a dengue em Brazlândia.

Nesse momento o Sr. Elissandro, da coordenação de atenção básica está se dirigindo a Brazlândia  para fechar a escala e colocar a tenda pra funcionar.

Redação

Quero CompartilharShare on FacebookShare on Google+Tweet about this on TwitterShare on LinkedIn
29maio/190

Câmara Legislativa assina acordo para implantação do Sistema Eletrônico de Informações (SEI)

O presidente da Câmara Legislativa, Rafael Prudente assinará nesta quarta-feira (29), um acordo de cooperação técnica para a cessão de uso do Sistema Eletrônico de Informação (SEI), desenvolvido pelo Tribunal Regional Federal da 4ª Região sediado em Porto Alegre – RS.

O ato de assinatura acontecerá no plenário da Câmara Legislativa, às 17 horas, com a presença do presidente do TRF 4, desembargador Thompsom Flores.

“Em seis meses a Câmara Legislativa não terá nenhuma tramitação em papel, todo o processo será feito pelo sistema digital para projetos, requerimentos, atos e todos os outros documentos necessários para o funcionamento do Legislativo”, disse Rafael Prudente.

O presidente da CLDF afirmou ainda que o novo sistema proporcionará mais transparência para as atividades do legislativo e uma economia de aproximadamente R$ 1 milhão por mês.

Além da redução de custos, o vice presidente da Câmara Legislativa Delmasso (PRB) destaca a transparência do sistema. “Vamos transformar o papel em documento digital, o acesso será de forma mais eficaz. Isso significa menos burocracia e mais celeridade”, aposta.

Hoje mais de 400 órgãos públicos de todo o país utilizam o Sistema Eletrônico de Informações (SEI), desenvolvimento pelo TRF da 4ª Região. Cerca de 60 servidores da CLDF estão envolvidos diretamente com o manuseio de papeis, eles serão utilizados em outras áreas. A economia se dará no corte de despesas com transporte desses documentos, veículos, combustível, motoristas e impressão.

 

ASCOM CLDF

Quero CompartilharShare on FacebookShare on Google+Tweet about this on TwitterShare on LinkedIn