15maio/190

Cidades: Enquete está no ar e vai avaliar gestão de Jesiel Costa em Brazlândia

Jesiel Costa - ao centro

O blogdogbu estará colocando a disposição dos nossos leitores pelo o período de 15 dias, uma enquete para conhecermos a opinião popular quanto a gestão do administrador regional de Brazlândia, Jesiel Costa.

Então fique atento e avise quem você puder para participarem. Ao final da enquete vamos divulgar os números finais.

 

Redação

Quero CompartilharShare on FacebookShare on Google+Tweet about this on TwitterShare on LinkedIn
15maio/190

Política: Edimar Pireneus faz postagem e demonstra que poderá somar com Iolando Almeida

 

O ex- deputado distrital, Edimar Pireneus, decidiu tornar público pela as redes sociais uma união provável com o atual parlamentar da cidade de Brazlândia, Iolando Almeida.

Ao postar uma imagem dele com Iolando Almeida, o ex- distrital Edimar Pireneus levantou avaliações das mais diversas nas redes sociais. Comenta-se que Edimar Pireneus busca uma aproximação com Iolando Almeida e dessa aproximação poderá surgir a dobradinha tão sonhada na cidade; Edimar Federal/ Iolando distrital.

Temos só que esperar!

 

Redação

Quero CompartilharShare on FacebookShare on Google+Tweet about this on TwitterShare on LinkedIn
15maio/190

Entrevista: André Queiroz solta o verbo e diz que Juarezão não tem mais grupo

O ex- candidato a distrital, André Queiroz, foi o entrevistado do mês de maio do blogdogbu. Ele abre o jogo, fala que até hoje não sabe porque foi exonerado do cargo de administrador e declara que Juarezão sofreu abandono geral.

Veja abaixo como pensa o servidor público André Queiroz de temas dos mais diversos;

GBU - ENTREVISTA: André Queiroz

GBU -  Quem é André Queiroz?

André Queiroz : filho do Professor Zé Nivardo e da Professora Terezinha. Bisneto do fundador da nossa pequenina Brazlândia. Tem 40 (quarenta) ano de idade, casado com Geanne Araújo também nascida e com família aqui na cidade, tem 02 (duas) filhas lindas, servidor concursado de 02 (duas) carreiras no DF: Especialista em Saúde Pública (Administrador) na Secretaria de Estado de SAÚDE e Professor de Administração na Secretaria de EDUCAÇÃO do DF. Apaixonado pelo campo e pela área rural.

 GBU - O senhor é filho do inesquecível e popular Zé Nivardo. O que o senhor tem de parecido com
ele?

André Queiroz - Meu pai iniciou na política bem antes de Brazlândia ter um deputado distrital, eleito foi chefe do antigo CDS (Centro de Desenvolvimento Social) de Brazlândia, iniciou suas atividades como Professor da Secretaria de Educação e foi convidado para trabalhar na gestão do Administrador Regional de Brazlândia - José Tobias de Resende. Posteriormente, passou por alguns órgãos públicos tais como Diretor da antiga DRDLT que funcionava no Balneário Veredinhas aonde findou seu reconhecido trabalho na cidade principalmente na área de esportes, atuando também na cultura, lazer e turismo. Depois passou pela Assessoria da Secretaria de Coordenação das Administrações Regional (SUCAR), dentre outros. Em comum, gostamos de ajudar as pessoas e isso nos faz bem. Meu pai sempre nos ensinou que na vida devemos nos colocar no lugar das pessoas para que possamos entender o que realmente elas estão passando. A honestidade e o amor por Brazlândia foram atributos que ele defendia com firmeza e que nos assemelha.

GBU - O senhor teve uma votação em 2018 considerada razoável para um estreante na vida política. O senhor acha que esse apoio veio de eleitores do seu ex-aliado Juarezão?

André Queiroz - Acredito que tive apoio de muitos segmentos, inclusive de ex-aliados insatisfeitos com a atuação do referido ex-deputado, que é algo que considero natural na política. A sociedade buscava e ainda busca nomes que primem pela RENOVAÇÃO, um dos meus princípios norteadores.

GBU - O senhor já foi aliado do ex-deputado Juarezão, porque do rompimento e do lançamento de
sua candidatura em 2018?

André Queiroz - Meu rompimento político com o ex-distrital não tem vínculo direto com minha candidatura em 2018. Posso afirmar que são ações independentes. Meu desligamento se deu por diferenças ideológicas com o ex-parlamentar e pela falta de autonomia que me era ofertada no cargo de Administrador Regional de Brazlândia/DF. A natureza do cargo de Administrador Regional já reproduz traços da falta de autonomia Administrativa, Financeira e Política.

Já o lançamento da minha candidatura nasceu do interesse de muitas pessoas da
comunidade, de grupos organizados, lideranças, cidadãos, associações e familiares que desejavam lançar um nome para Distrital em 2018, que se afastava da "velha e clássica política" praticada há anos em Brazlândia/DF. Foi assim que meu nome se tornou protagonista em um projeto político do bem e em prol da nossa comunidade, nascendo assim o “PROJETO ANDRÉ QUEIROZ” como candidato a Deputado Distrital para
2018.

GBU -  O senhor vinha fazendo uma administração positiva na avaliação do governo na época. Porque o senhor foi demitido do cargo de administrador regional de Brazlândia?

André Queiroz - Fui  exonerado até hoje não sei verdadeiramente o porquê. Por se tratar de um cargo natural de livre nomeação e exoneração não me tirou o sossego em querer saber quais foram os reais motivos daquela gestão em me ver fora da Administração Regional de Brazlândia.

No entanto, a Administração Regional é a porta de entrada das diversas demandas da nossa cidade e eu juntamente com muitos servidores da nossa equipe naquela época (comissionados e efetivos) abrimos diversos espaços para diálogo e deliberações com a nossa comunidade a respeito da gestão daquela pasta em Brazlândia.

Como havia crise orçamentária acentuada em 2015 no GDF, falta de servidores nomeados em áreas consideradas essenciais da casa (DAG, Chefe de Gabinete, Engenheiros e  Arquitetos etc), falta de caminhões e maquinários no parque de serviços, falta de combustíveis, ausência de um plano de governo efetivo do GDF que fosse coerente para ser seguido pelas RA's e dentre outros problemas crônicos do ponto de vista de gestão na época  tomei a decisão imediata de ir para as ruas e fazer as devidas tratativas diretamente com cada segmento da comunidade conscientizando-os dos fatos daquela gestão e pedindo apoio para seguirmos unidos para superar a crise e buscar soluções alternativas para a cidade. Quando isso começou a dar certo acredito que acabei incomodando muita gente e talvez daí tenha saído minha exoneração no Diário Oficial. Hoje tenho plena convicção que a minha saída da Administração Regional foi um livramento pois a gestão passada teve algumas ações desastrosas do meu ponto de vista e quem se manteve aliado a ela sentiu um gosto bem amargo nas urnas das eleições de 2018.

GBU - O senhor conviveu com o ex-deputado Juarezão. Porque o senhor acha que ele perdeu a reeleição?

André Queiroz - Ao meu ver são inúmeros fatores que vão desde a esperança frustada de uma cidade que ficou 12 (doze) anos sem representantes na CLDF e não percebeu grandes avanços até o abandono de ótimas pessoas da sua base política que contribuíram bastante para sua vitória nas eleições de 2014. Mas o fator que provavelmente foi decisivo refere-se à inexecução de políticas públicas efetivas voltadas para a SAÚDE de Brazlândia, principalmente no HRBz - Hospital Regional de Brazlândia. Andei de casa em casa, bati de porta em porta nas eleições de 2018 e ouvi muitas reclamações nesse sentido.

GBU -  O senhor faz parte dessa nova safra de lideranças políticas de Brazlândia. O que o senhor acha da proposta do ex-deputado Edimar Pireneus em voltar para o cenário distrital em 2022?

André Queiroz - Edimar Pireneus é uma pessoa que tenho amizade e um enorme respeito, além de ser pai de um grande amigo meu. Ele traz uma proposta interessante de unir todos os ex-candidatos das eleições de 2018 e pretensos para 2022, e a partir de aí lançar somente 01 (um) nome nas próximas eleições como candidato a deputado distrital. Acredito que a união de nomes para 2022 é uma estratégia louvável, mas não é a única. Estamos conversando, mas posso garantir que meu nome está à disposição da nossa comunidade como Pré+ candidato a Deputado Distrital para 2022. Deixo o convite aqui para o amigo Edimar e a todos os outros amigos pretensos pré-candidatos (as) para que venham integrar e somar nesse projeto, assim como toda comunidade de Brazlândia/DF e entorno.

GBU -  O ex-deputado Juarezão decidiu “pendurar as chuteiras” e desistiu da vida pública. Porque ele tomou essa decisão na avaliação do senhor?

André Queiroz - Acredito que seja por enfraquecimento da sua base que em boa parte já migrou para outros políticos eleitos e pretensos pré-candidatos para 2022.

GBU -  Como o senhor está avaliando o trabalho do atual deputado Iolando Almeida?

André Queiroz - O Deputado Iolando assim como todo parlamentar que inicia seu mandato pela primeira vez tem suas dificuldades, mas também ele tem tudo para fazer um bom trabalho e pleitear uma reeleição, caso queira. Costumo dizer que atuamos na capital da Administração Pública Brasileira, onde se reúnem praticamente todos os órgãos e entidades de cúpula do país, e por esses
e outros fatores é que devemos ter um olhar especial para o servidores e empregados públicos do DF, ainda mais com os que lidam diretamente com serviços essenciais para a comunidade. Um exemplo é a saúde pública do DF que sem dúvidas necessita ser remodelada, mas deve-se ter cautela com o trato aos servidores dessa pasta que lutam diariamente para manterem os serviços à comunidade do DF que na sua maioria atuam sem condições de trabalho, com falta de estrutura, de insumos, de equipamentos, de pessoal dentre outros. A saúde pública historicamente vem sendo precarizada pelos governos e os resultados dessa mazela estão caindo injustamente no colo do servidor como culpados pela má gestão dos recursos disponíveis. O Deputado Iolando deve apoiar ações do GDF em prol de melhorias mas deve ter também um olhar especial para os servidores e empregados públicos do DF como um todo.

GBU - Quais as três principais propostas do senhor para uma Brazlândia melhor visando o futuro?

André Queiroz -  Sem sombra de dúvidas fomentar melhorias na saúde pública para Brazlândia é o foco do nosso Projeto político para 2022, até mesmo porque sou servidor público da saúde do DF e vivencio diariamente as dificuldades dessa pasta e o sofrimento dos usuários quando necessitam desses serviços. Também acreditamos que lutar pela criação da ADE - Área de Desenvolvimento Econômico da cidade trará mudanças significativas na vida dos moradores daqui e do entorno, essa iniciativa atrai empresas privadas que
consequentemente geram renda, emprego e desenvolvimento aonde se instalam. Dentro dessa perspectiva lutamos pelo fortalecimento dos produtores rurais da nossa região por meio de cooperativas, associações e demais inciativas que busquem o desenvolvimento econômico da área rural de Brazlândia/DF. Uma terceira proposta está ligada ao aumento de oferta do Ensino Tecnico /Proficionalizante gratuito na rede pública.

Em breve estaremos inaugurando uma Escola Tecnica de Brazlândia que tenho muito orgulho de ter participado da equipe designada pelo GDF para implementar essa Unidade de Ensino na nossa cidade.

GBU -  Na avaliação do senhor, quais as três maiores demandas de Brazlândia e que a gestão Ibaneis Rocha poderá resolver?

André Queiroz -  Saúde Pública; Duplicação da DF 001 com parceria efetiva com o Governo Federal na Duplicação da BR 080; e Regularização Fundiária da Área Rural/Urbana da cidade. Logicamente sem desconsiderar outras pastas que também são prioritárias tais como; Educação, Segurança, Desenvolvimento Econômico, Meio Ambiente, etc.

GBU -  O senhor sabe dessa nova regra eleitoral para 2022 que acaba com as coligações proporcionais. Mesmo assim o senhor será candidato a distrital?

André Queiroz -  Não é segredo para ninguém que Brazlândia tem um grande potencial para eleger novamente mais de 01 (um) Deputado Distrital independente de regras eleitorais vigentes, basta que o eleitor local apoie e acredite nos candidados da cidade.

O eleitorado da nossa região administrativa nas eleições de 2018, votou em sua grande maioria em candidatos de fora da cidade pelos seus motivos e nós temos a obrigação de resgatar a confiança desse eleitorado/cidadãos para que haja uma inversão dos números dessa estatística. Outro fator que nos motiva a colocar nosso nome à disposição como Pré- Candidato para 2022 é que muitos candidatos da eleição passada, cidadãos e até mesmo lideranças locais têm conversado com a gente e se agregando ao projeto gradativamente, isso com certeza fortalece cada vez mais nossas ações para 2022.

GBU -  O senhor costuma ler o blogdogbu? O que acha do blog?

André Queiroz -  Sim, leio diariamente o blog. O GBU acompanha de perto o dia a dia da nossa cidade e de Brasilia como um todo e nos traz notícias sobre o cenário político de Brazlândia, do DF e do Entorno.

 

Redação

Quero CompartilharShare on FacebookShare on Google+Tweet about this on TwitterShare on LinkedIn