1abr/190

Política: Distrital Iolando larga ar condicionado e vai conhecer realidade de perto

O deputado distrital Iolando Almeida decidiu que seu mandato será fora do ar condicionado e mais nas ruas ouvindo a comunidade. Na área da educação, o distrital não aceitou cruzar os braços e decidiu conhecer a realidade de perto. 

O parlamentar esteve visitando o Centro de Ensino Especial 01 de Taguatinga, para conhecer as carências apresentadas pelo diretor Luciano, além de conhecer as instalações da instituição e ter contato com os alunos, professores e servidores dessa escola que acolhe mais de 450 alunos com deficiência. O distrital reiterou a atenção e parceria com a causa das Pessoas com Deficiência no DF e Entorno.

 

Redação

 

Quero CompartilharShare on FacebookShare on Google+Tweet about this on TwitterShare on LinkedIn
1abr/190

Encontro do ofício de Nossa Senhora da Abadia é comemorado em grande estilo

No último final de semana aconteceu o encontro do ofício da Nossa Senhora da Abadias. O evento contou com a participação dos Violeiros, membros da Festa Do Divino Espírito Santo,  Catireiros e violeiros de diversas regiões.

A proposta dos grupos será por manter a união e juntar os tradicionais com a nova geração de festeiros.

O evento foi organizado na chácara do casal de festeiros Célio Alarcão e Maria e contou com um público significativo.

O ex- Distrital Edimar Pireneus participou do evento e garantiu se manter junto com os grupos dos festeiros.

 

Redação

Quero CompartilharShare on FacebookShare on Google+Tweet about this on TwitterShare on LinkedIn
1abr/190

GDF vai ocupar Centrad, em Taguatinga, a partir de 12 de abril

GDF vai ocupar Centrad, em Taguatinga, a partir de 12 de abril -  Órgãos do governo se mudarão aos poucos para o prédio em Taguatinga. Governadoria e vice-governadoria serão alguns dos primeiros setores a ocupar o edifício

O Governo do Distrito Federal definiu que, a partir de 12 de abril — sexta-feira da semana que vem —, passará a utilizar o Centro Administrativo de Taguatinga (Centrad) — complexo de edifícios que ocupa uma área de 182 mil metros quadrados, inaugurado em 2014 e, até então, sem uso. Na data, 500 servidores do Executivo serão transferidos para o espaço. Os gabinetes do governador Ibaneis Rocha e do vice, Paco Britto, além das secretarias da Casa Civil, da Casa Militar e de Fazenda, Planejamento, Orçamento e Gestão serão os primeiros órgãos do GDF a ocupar o centro.

"A transferência será gradual, até porque não temos poderes mágicos para fazê-la por completo. Por enquanto, levaremos as áreas principais do governo para lá. Após isso, definiremos um cronograma para as demais", disse o secretário de Fazenda, Planejamento, Orçamento e Gestão, André Clemente.

Segundo o chefe da pasta, a estimativa é de transferir, mensalmente, 500 servidores do alto escalão do GDF para o Centrad, que tem capacidade para receber 13 mil dos 130 mil servidores locais.

 "Contudo, poderemos migrar mais ou menos funcionários dependendo do que encontrarmos daqui em diante. Afinal, também existe a necessidade de transferência de mobiliário e equipamentos de informática. De qualquer forma, montamos uma logística intensa e pesada para essa transferência. Queremos concluí-la o quanto antes", acrescentou André Clemente.

A ocupação do Centrad, garantiu o secretário, foi bem negociada. "Não há nada conflituoso. Ainda precisamos saber os valores e quem são os credores para fazer o primeiro pagamento. A partir daí, negociar os demais valores com o equipamento público já ocupado. Vamos pagar pelo imóvel o valor que for válido e devido", respondeu. "Não podemos assumir uma coisa e não pagar por ela. O governo não pode arcar por um enriquecimento ilícito", acrescentou André Clemente.

Augusto Fernandes – Foto: Breno bFortes/CB/D.A.Press – Correio Braziliense

Quero CompartilharShare on FacebookShare on Google+Tweet about this on TwitterShare on LinkedIn
1abr/190

Política: Senadora Leila recebe demandas de Brazlândia em áreas estruturais

 

A Senadora Leila Barros recebeu na última semana o líder comunitário Davi Emanuel, na pauta, as demandas da região de Brazlândia.

O jovem e atuante lider, Davi Emanuel, apresentou a mais nova Senadora de Brasília pelo menos três pedidos de atenção por parte da parlamentar com relação a cidade de Brazlândia.

Segundo Davi Emanuel, as reformas das escolas públicas, a duplicação da BR-080 e a ampliação do hospital regional da cidade foram pautas do encontro;" A Senadora Leila Barros demonstrou o compromisso de caminharmos juntos na busca dessas e outras melhorias. Ela colocou o mandato a disposição e só tenho a agradecer a postura da senadora", disse Davi Emanuel

 

Redação

Quero CompartilharShare on FacebookShare on Google+Tweet about this on TwitterShare on LinkedIn
1abr/190

Morre, aos 93 anos, Benjamin Roriz, ex-secretário de Governo

Morre, aos 93 anos, Benjamin Roriz, ex-secretário de Governo - Primo distante de Joaquim Roriz, atuou ao lado do ex-governador em funções políticas e jurídicas até os 80 anos. Era auditor fiscal aposentado da Receita Federal

A idade não foi barreira para que Benjamin Segismundo de Jesus Roriz, auditor fiscal aposentado da Receita Federal, estivesse ao lado do primo distante e ex-governador do Distrito Federal Joaquim Roriz durante os quatro mandatos. Em época de campanha, assessorava juridicamente o então candidato e atuou como secretário de Governo até 2006, quando já tinha mais de 80 anos. "A outra opção é pior", costumava justificar Benjamin aos que perguntavam o motivo pelo qual ainda continuava trabalhando. Da morte, queria distância, e aos amigos íntimos revelava a expectativa de comemorar o centenário.

A jornada, no entanto, se encerrou antes. Aos 93 anos, Benjamin morreu enquanto dormia em casa, na madrugada desta segunda-feira (1/4).

O amigo e advogado Everardo Ribeiro conta que, apesar da idade e das sessões diárias de hemodiálise pelas quais Benjamin era submetido, a notícia o pegou de surpresa. "Há poucos dias estive com ele. Parecia saudável e estava todo risonho, lúcido, dono de si. Um amigo de longa data que tinha um grande amor pela vida. Assim será lembrado", afirma. O advogado esteve ao lado de Benjamin também na época em que ele foi condenado por improbidade administrativa pela contratação milionária — ultrapassava R$ 4,5 milhões —  e sem licitação de uma consultoria (Instituto Euvaldo Lodi) para elaborar o projeto do trem-bala que ligaria Brasília a Goiânia.

Durante a vida política, Benjamin se destacou ao lado do primo Joaquim Roriz, sendo assessor jurídico e a principal pessoa de confiança do então chefe do executivo. Antes de atuar em Brasília, foi secretário de Estado em Goiás e rodou os quatro cantos do país na função de auditor fiscal da Receita Federal. Durante toda a trajetória, também foi secretário-adjunto de Relações Institucionais do GDF, assessor especial do governo Arruda e  assessor da presidência do conselho de administração do Banco de Brasília.

Uma das últimas aparições públicas do auditor aposentador foi justamente no velório do primo, em setembro de 2018. De cadeira de rodas, como se locomovia há aproximadamente dois anos, ele se despediu do ex-governador. Benjamin tinha insuficiência nos rins, motivo pelo qual era submetido às sessões de diálise. Ainda não se sabe a causa da morte.

Bruna Lima – Foto:  Fabyana Mota/ON/D.A Press) – Correio Braziliense

Quero CompartilharShare on FacebookShare on Google+Tweet about this on TwitterShare on LinkedIn