28jan/190

Cirurgia termina com êxito, após mais de 7 horas, e Bolsonaro está consciente

Aspecto do hospital israelita Alberto Einsen, em Brasília

A cirurgia de retirada da bolsa de colostomia e reconstrução do trânsito intestinal do presidente Jair Bolsonaro terminou por volta das 15h30, com êxito, no Hospital Israelita Albert Einstein, na capital paulista. A informação foi dada pela assessoria de imprensa da Presidência da República.

O boletim médico do Hospital Albert Einstein afirmou que a cirurgia teve uma duração total de 7 horas, “sem intercorrências e sem necessidade de transfusão de sangue”.

Ainda segundo o boletim, foi realizada uma “anastomose do íleo com o cólon transverso”, que é a união do intestino delgado com o intestino grosso. “No momento, o paciente encontra-se, na Unidade de Terapia Intensiva, clinicamente estável, consciente, sem dor, recebendo medidas de suporte clínico, prevenção de infecção e de trombose venosa profunda”, diz o boletim médico.

Bolsonaro deu entrada ontem, 27, no hospital e a cirurgia começou logo de manhã.

Alta

Segundo o porta-voz da Presidência da República, Otávio do Rêgo Barros, o presidente Jair Bolsonaro deverá ter alta médica em dez dias. Ele confirmou que Bolsonaro ficará em descanso total por 48 horas, retornando às atividades na quarta-feira, 30, por volta das 10h. Neste período, o vice-presidente, general Hamilton Mourão, exercerá a Presidência da República.

Rêgo Barros disse que está “otimista” com a recuperação. Segundo ele, acompanham o presidente os filhos Carlos, Eduardo e Renan, além da primeira-dama, Michelle Bolsonaro.

Ataque

No dia 6 de setembro do ano  passado, ao participar de um ato de campanha em Juiz de Fora, Minas Gerais, o então candidato à Presidência da República foi esfaqueado por Adélio Bispo de Oliveira. Com lesões nos intestinos delgado e grosso, Bolsonaro foi operado na Santa Casa de Misericórdia de Juiz de Fora e passou a usar uma bolsa de colostomia temporária. Transferido para São Paulo, ele foi novamente operado no dia 12 de setembro no Hospital Albert Einstein e ficou internado até o dia  29, quando recebeu alta.

Passadas 48 horas da cirurgia, Bolsonaro voltará ao trabalho, ainda no hospital, onde deve ficar 10 dias em recuperação. O hospital organizou um espaço para o presidente despachar.

Diário do Poder

Quero CompartilharShare on FacebookShare on Google+Tweet about this on TwitterShare on LinkedIn
28jan/190

Sardinha, Um Distrital Bem Fominha

Recentemente, exonerou a namorada do administrador do Cruzeiro, que estava lotada em seu gabinete. Tomou a iniciativa depois de vir a público, nesta coluna, o vínculo afetivo entre seus dois apadrinhados.

Sabe-se agora que o deputado também mantém debaixo de sua tutela outra dobradinha com ligação familiar.

Ambos assumiram o posto de chefe de gabinete nos organogramas do Legislativo e do Executivo, respectivamente. O primeiro coordena as atividades do parlamentar. E o segundo é lotado na Administração Regional do Sudoeste/Octogonal, órgão que também está no cota das indicações do distrital estreante.

O salário de José Roberto será de R$ 19.761,77. Luiz Antônio receberá R$ 6.506,35. Os dois doaram dinheiro para a campanha eleitoral de Sardinha, em um total de R$ 2,6 mil. Há que se considerar que o investimento de José Roberto (R$ 1,6 mil) foi bem recompensado. Ele fez campanha ostensiva para o policial civil, agora deputado.

A assessoria de imprensa do distrital informou por meio de nota que os critérios para a nomeação de José Roberto Cardoso foram técnicos e decorrentes dos “valorosos serviços prestados à Polícia Civil do Distrito Federal”. Sobre o parentesco dele com Luiz Antônio, nada a comentar.

O administrador do Sudoeste/Octogonal, Mário Lúcio de Oliveira, indicado por Sardinha, disse desconhecer os laços consanguíneos dos dois chefes de gabinete.

No meio político, em que a prática de acomodação de apadrinhados é corriqueira, a fome do parlamentar debutante virou assunto. Comenta-se que ele tenta nomear quase duas centenas de comissionados. Vamos ver até onde o governador Ibaneis Rocha (MDB) vai esticar a brasa para a sardinha do distrital neófito.

Fonte: Donny Silva

Quero CompartilharShare on FacebookShare on Google+Tweet about this on TwitterShare on LinkedIn
28jan/190

Buriti x Câmara Legislativa: cenas dos próximos capítulos

Depois de passar pelo primeiro grande teste ao aprovar a ampliação do IHB, Ibaneis tentará emplacar outros projetos polêmicos na CLDF

Metropoles
Quero CompartilharShare on FacebookShare on Google+Tweet about this on TwitterShare on LinkedIn
28jan/190

Brazlândia: Administrador acha conselho de saúde inexistente na cidade

Jesiel Costa;"Em breve teremos um conselho de saúde atuante"

O administrador de Brazlândia, Jesiel Costa, andou criando polêmica em grupos de redes sociais.

Em uma postagem o chefe do executivo de Brazlândia, mostra que o conselho de Saúde da região, não existe.

Após a postagem, Jesiel Costa, sofreu um ataque duro de membros do conselho e de lideranças locais.

Quero CompartilharShare on FacebookShare on Google+Tweet about this on TwitterShare on LinkedIn