21mar/180

Juarezão garante obra e fiscaliza o andamento em Brazlândia

Brazlândia vive uma transformação, afirma deputado Juarezão

 

Há vários anos Brazlândia não recebia tantos investimentos quanto agora. São obras estruturantes, nas áreas da saúde, da cultura e do lazer. Isso só foi possível graças ao representante da cidade, que destinou emendas e trabalhou junto ao Governo de Brasília para que ações fossem realizadas na região.

O deputado Juarezão, é morador da cidade e foi eleito majoritariamente pelos eleitores de Brazlândia. Por conta disso, o distrital honrou suas origens e o compromisso com a comunidade, elaborou projetos e enviou verbas para a satélite. Basta circular pelas ruas da cidade para ver quantas obras estão em andamento.

Nos anos de 2013 e 2014, por exemplo, foram destinados pouco mais de R$ 4 milhões e R$ 3 milhões, respectivamente. Com Juarezão representando Brazlândia na Câmara Legislativa, estes valores tiveram um salto. Em 2016 foram enviados por meio de Lei Orçamentária Anual (LOA) mais de R$ 21 milhões, em 2017, mais de R$ 20 milhões e em 2018 este número passa dos R$ 19 milhões. Toda esta verba é investida no bem-estar da população, que por muitos anos ficou esquecida do poder público.

A revitalização do Balneário Veredinha, por exemplo, um sonho antigo da população, ficou abandonada por décadas. Agora, o Balneário está em obras e, quando for concluído devolverá à comunidade um dos cartões postais da cidade. É o mesmo caso do Lago Veredinho que teve sua orla revitalizada com a construção do estacionamento, tudo para oferecer mais segurança e comodidade aos moradores que visitam o local.

Na Saúde, o deputado foi incansável, a exemplo da sua luta pelo Hospital Regional de Brazlândia, que passará por uma completa reforma e ampliação. Além disso, as obras do novo Banco de Leite do HRBz estão em andamento, o que só foi possível graças a destinação de emenda parlamentar do deputado Juarezão.

E as transformações não param, basta acompanhar. Veja o que está em execução:

  • Estádio Chapadinha
  • Campo do Atlético
  • Quadras Esportivas: - 1 Sul - 5 Norte - 3 Setor Veredas
  • Museu - Orla do lago
  • Prédio da administração
  • Quadra de tênis da Orla do Lago
  • Setor de Comércio e Diversões Norte - Rodoviária
  • Praça do Laço
  • Calçadas: 12 Norte - Quadra 45
  • Praça da Quadra 33
  • Creche Incra 06
  • Estacionamento do posto de saúde – Setor Veredas (ao lado CAPs)
  • Estacionamento da CEF 02 - 12 Norte
  • Estacionamento da Vila Olímpica
  • Aquecimento da Piscina Vila Olímpica
  • Reforma e cobertura da quadra, além da pintura da Escola Classe 05
  • Reforma do piso da quadra e calçadas, construção da sala do arquivo, sistema de captação de água e iluminação da Quadra de Esportes do CEF 02
  • Reforma da Quadra e Cobertura, com iluminação e sistema de captação de água na Escola Classe 1 - Setor Tradicional
  • Construção da Quadra e Cobertura, com iluminação e sistema de captação de água na escola classe 08 - Setor veredas
  • Reforma da quadra e Cobertura, com iluminação e sistema de captação de água escola classe Chapadinha
  • Iluminação da DF 445 - Balão do Incra 08, sentido DF Verde

 

fonte: Ascom Juarezão

Quero CompartilharShare on FacebookShare on Google+Tweet about this on TwitterShare on LinkedIn
21mar/180

Secretaria de Obras continua o trabalho de desobstrução das bocas de lobo

As equipes da Secretaria de Obras de Águas Lindas tem feito um trabalho de desobstrução de bocas de lobo nos bairros da cidade, com as chuvas constantes  muitas bocas de lobo ficam entupidas por conta de entulhos e lixos que são jogados nas ruas e avenidas, fazendo com que muitos pontos da cidade  fiquem alagados e o  asfalto danificado.

Vários bairros já receberam as ações de limpeza das bocas de lobo proporcionando aos moradores melhores condições de trafegabilidade nas ruas e calçadas. A Prefeitura pede aos moradores que façam um trabalho de conscientização com os vizinhos para que os mesmos evitem jogar lixo e entulho nas ruas e avenidas da cidade.

Uma cidade limpa proporciona urbanização, segurança e saúde aos moradores, portanto é indispensável a participação da comunidade na conservação da cidade. Evite jogar lixo nas ruas e lotes vazios, pois lixo na rua é uma das principais causas de proliferação de insetos e animais peçonhentos.

As equipes da Secretaria de Obras têm realizado ainda ações de roçagem, recuperação asfáltica e varrição de ruas e avenidas. Colabore você também para manter a cidade mais organizada, um lugar cada vez melhor se constrói com trabalho em equipe.

Da Assessoria de Comunicação da Prefeitura Águas Lindas - GO

Quero CompartilharShare on FacebookShare on Google+Tweet about this on TwitterShare on LinkedIn
21mar/180

Lei do Silêncio volta à pauta com resultado imprevisível nesta terça

Adiado em 6 de março, projeto foi novamente incluído na pauta. Sem acordo, não se sabe se a matéria será aprovada ou rejeitada

Adiada em 6 de março, a votação da Lei do Silêncio voltará à pauta da Câmara Legislativa nesta terça-feira (20/3). Apesar de o Colégio de Líderes ter concordado em submeter o assunto ao plenário, não há acordo sobre o tema. Dessa forma, não se sabe o destino da controversa matéria, que divide a opinião dos distritais.

Ainda assim, o autor da proposta, deputado distrital Ricardo (PT), espera que os colegas em dúvida revejam os posicionamentos e alterem a legislação, que há oito anos espera por nova regulamentação.

Hoje, Vale acredita ter 10 votos favoráveis à alteração da lei. Para aprovar a matéria, é preciso ter maioria simples na sessão, que só pode ser aberta com a presença de 13 distritais.

“Acredito que podemos ter a aprovação, dependendo de quantos deputados estejam em plenário. Apenas três se posicionaram abertamente contrários à proposta. Os outros não se manifestaram, e espero que eles revejam a lei”, disse Ricardo Vale.

Mudanças

Atualmente, a altura máxima do som produzido no DF não pode exceder 50 decibéis. O projeto aumenta esse limite para 75 durante o dia e 70 à noite.

Outra mudança prevista refere-se à forma como é feita a fiscalização dos estabelecimentos. “O fiscal terá de se identificar ao responsável pelo estabelecimento, e a inspeção ocorrerá no local onde a reclamação foi feita, não no comércio, como é hoje”, acrescenta o deputado.

As denúncias anônimas continuarão sendo permitidas, mas o local da reclamação precisa ser informado para a aferição da altura do som que chega à área. Metropóles.

 

Quero CompartilharShare on FacebookShare on Google+Tweet about this on TwitterShare on LinkedIn
21mar/180

Justiça absolve Agnelo Queiroz em ação por improbidade administrativa

A 6ª Turma Cível do TJDFT, em decisão unânime, entendeu que não houve má-fé do petista em reintegrar ex-distrital aos quadros da PM

Gluacya Braga/GDF

A 6ª Turma Cível do Tribunal de Justiça do Distrito Federal e dos Territórios (TJDFT) absolveu o ex- governador Agnelo Queiroz (PT) da condenação de improbidade administrativa no caso da reintegração de um ex-deputado aos quadros da Polícia Militar. Na tarde desta quarta-feira (21/3), os desembargadores acataram o recurso da defesa do petista por unanimidade.

A votação havia sido adiada em 21 de fevereiro, após o pedido de vista do desembargador José Divino de Oliveira. Porém, nesta quarta (21), ele votou com o relator do caso, o desembargador Carlos Guimarães, por considerar que não está caracterizado o dolo ou prejuízo ao erário com a reintegração do ex-deputado distrital Marco Antônio dos Santos Lima à corporação, que teria custado R$ 1 milhão aos cofres públicos.

Na sessão anterior, o relator já havia julgado não haver prova da ação no sentido de favorecer Lima. “Procurei achar um documento com suporte para concluir que todo procedimento tenha sido por má vontade, com sede de favorecer, mas não encontrei elementos nos autos”, afirmou na última sessão.

O desembargador Esdras Neves também acompanhou o relator. Com a decisão, o ex-consultor jurídico e advogado Paulo Guimarães também foi absolvido.

A decisão da Turma também extingue o processo de bloqueio de bens do ex-governador. O Ministério Público do Distrito Federal e Territórios (MPDFT), autor da denúncia, ainda pode recorrer da decisão no Superior Tribunal de Justiça (STJ).

Histórico

No ano passado, Agnelo Queiroz e o ex-consultor jurídico e atual advogado do petista foram condenados por improbidade administrativa pela 7ª Vara da Fazenda Pública do DF. O juiz Paulo Afonso Cavichioli Carmona entendeu, à época, que os dois praticaram “ato flagrantemente nulo”, permitindo a reintegração do ex-deputado distrital. O ex-governador recorreu da decisão, que foi reformada nesta quarta (21).

Marco Lima ingressou na PMDF em 1987 e, em 1992, foi afastado da corporação por razões disciplinares. Em 1994, candidatou-se ao cargo de deputado distrital. Eleito, tomou posse em 1º de janeiro de 1995. Segundo o processo, em agosto do mesmo ano, foi editado um decreto distrital que anulou o afastamento de Lima e de outros oito ex-policiais.

No entanto, em 2000, a PMDF teria expedido portaria, respaldada pela Procuradoria-Geral do Distrito Federal (PGDF), afastando Marco Lima da corporação a partir do registro de sua candidatura, em julho de 1994. Em 2012, de acordo com o Ministério Público, foi editado o Decreto nº 33.790, reintegrando o ex-distrital à corporação, mesmo com parecer contrário da PGDF.

De acordo com o processo, em 30 de setembro de 2010, o então senador Gim Argello enviou ofício ao GDF solicitando a reintegração de Marco Lima. Na ocasião, o comandante-geral da PMDF consultou a Procuradoria-Geral do DF sobre a legalidade do ato. Um parecer foi expedido recomendando que o pedido fosse indeferido, em decorrência da prescrição quinquenal administrativa.

Apesar do parecer contrário, a Consultoria Jurídica do GDF elaborou novo entendimento, sendo favorável à reintegração, que culminou na edição de um decreto pelo então governador Agnelo Queiroz. No entendimento do magistrado, a medida foi tomada após o transcurso de lapso temporal superior a 12 anos, o que não é permitido pelo ordenamento jurídico, o qual estabelece prazo de cinco anos para prescrição. Metropóles.

 

Quero CompartilharShare on FacebookShare on Google+Tweet about this on TwitterShare on LinkedIn
21mar/180

Joaquim Roriz é internado em hospital da Asa Sul após passar mal

Daniel Ferreira/Metrópoles

DANIEL FERREIRA/METRÓPOLES

O ex-governador Joaquim Roriz, 81 anos, foi internado nesta terça-feira (20/3), no Hospital Home, na Asa Sul. A assessoria do político disse que ele sentiu-se mal pela manhã. Devido ao recente quadro debilitado, a família preferiu levá-lo ao hospital.

Segundo pessoas próximas, desde a segunda-feira (19), o ex-governador não passa bem. Ele amanheceu o dia com vômitos e chegou-se a suspeitar de gastrite ou pneumonia. No hospital, fez exames de sangue, urina e tomografia. O patriarca do clã Roriz está consciente e aguarda no quarto o resultado dos testes. A previsão é que tenha alta nesta quarta (21).

No mês passado, por decisão judicial, o político deixou de responder ao processo que trata de crimes de corrupção e lavagem de dinheiro envolvendo o Edifício Monet, em Águas Claras. O juiz substituto da 2ª Vara Criminal de Brasília, André Ferreira de Brito, homologou o laudo do Instituto de Medicina Legal (IML) que atestou a insanidade mental de Joaquim Roriz.De acordo com o parecer médico, o ex-governador tem síndrome demencial, de etiologia mista, de Alzheimer e vascular, em estágio grave, com intensa repercussão sobre sua autonomia. O exame atestou que o ex-governador não tem compreensão da denúncia de corrupção contra ele.

Amputação

Em agosto de 2017, o Metrópoles revelou que Roriz precisou amputar dois dedos do pé direito por causa do agravamento de sua diabetes. O político voltou ao hospital 11 dias depois e, dessa vez, teve a perna direita amputada na altura do joelho.

O ex-governador luta, com o apoio da família, para controlar o avanço da doença. Ele também é paciente renal crônico.

Em novembro de 2015, o político ficou quase uma semana internado após um quadro de hipertensão e taquicardia e precisou fazer um cateterismo, o qual não identificou nenhum problema de saúde além dos já conhecidos.

O patriarca da família Roriz governou o DF por 14 anos. Em 2006, foi eleito senador. Iniciou o mandato em 2007 e renunciou após cinco meses para escapar de um eventual processo de cassação devido ao escândalo da Bezerra de Ouro.

Esquizofrenia

Recentemente, Roriz foi avaliado por junta médica que atestou piora em suas funções mentais. Como o diagnóstico ocorreu em um momento pré-eleitoral e todas as herdeiras diretas estão praticamente inelegíveis, o grupo político do ex-governador começou a ruir.

Os representantes de Roriz em articulações passaram a perder credibilidade e força proporcionalmente ao avanço da doença do ex-governador. Quando algum aliado ou pessoa próxima percebia os sintomas, familiares logo afirmavam que se tratava de um efeito colateral do excesso de medicamentos.

Sem condições de eleger alguma de suas filhas como herdeiras naturais, começam a surgir outros nomes, como o do sobrinho Dedé Roriz, que tenta abocanhar fatia do espólio eleitoral do ex-governador. Filho de Jaqueline, Joaquim Roriz Neto é estimulado pela mãe para concorrer a um cargo eletivo. Nas últimas eleições, no entanto, o rapaz, que a substituiu na busca por uma cadeira na Câmara dos Deputados, conseguiu apenas a suplência pelo Partido da Mobilização Nacional (PMN).

Também no mês passado, começou a circular, no meio político, rumores que o estado de saúde do ex-governador havia piorado e ele não resistira. Imediatamente, familiares e pessoas próximas ao ex-governador começaram a receber uma enxurrada de ligações em busca de informações sobre Roriz.

Quem desfez o mal-entendido foi a filha do meio do político, Jaqueline Roriz. Depois de quase uma hora que o boato começou a circular nos bastidores, ela tranquilizou amigos e correligionários do ex-governador: o pai passava bem e repousava em casa. Metropóles.

 

Quero CompartilharShare on FacebookShare on Google+Tweet about this on TwitterShare on LinkedIn
19mar/180

MORO MANDA À PRISÃO EXECUTIVO DA ENGEVIX APÓS CONDENAÇÃO EM 2ª INSTÂNCIA

MORO PRENDE EMPREITEIRO APÓS 2ª INSTÂNCIA E ACABA COM FAZ DE CONTA

Quero CompartilharShare on FacebookShare on Google+Tweet about this on TwitterShare on LinkedIn
19mar/180

Iolando Almeida perde, Pastor Egmar Tavares, seu principal apoiador

 Daniel De Castro Lança Oficialmente Pré-Candidatura A Deputado Distrital

Daniel de Castro recebe também o apoio do ex-candidato a distrital do Gama, pastor Egmar Tavares. Egmar abriu mão de concorrer na campanha de 2018 para reforçar o grupo do pastor Daniel

Na presença de praticamente todos os presidentes de Campo da Assembléia de Deus Ministério de Madureira no DF, do presidente do PSC-DF Zenóbio Rocha, do presidente do PRB-DF e pré-candidato ao governo do Distrito Federal Wanderley Tavares, do deputado distrital Julio César (PRB), o pastor e advogado Daniel de Castro lança oficialmente sua pré-candidatura a deputado distrital, no Arena Shopping, no Vicente Pires. O evento que ocorreu na manhã desse sabado, 17, contou ainda com a presença de vários Agentes políticos, familiares, amigos e cooperadores do pastor Daniel que fizeram questão de reforçar o apoio ao projeto do pré-candidato para 2018. O Informa Tudo DFesteve presente e registou esse momento tão aguardado pelo Ministério de Madureira.

Ex-administrador de Taguatinga e ex-assessor especial do governo do DF, Daniel de Castro obteve na eleição passada aproximadamente 10 Mil votos e ficou na suplência de deputado distrital.O evento esteve todo tempo repleto de figuras do meio político e representantes de instituições religiosas do Distrito Federal e do Entorno.

Para as eleições desse ano, além das bençãos do presidente nacional do Ministério de Madureira, Bispo Manoel Ferreira, o pastor Daniel de Castro recebe também o apoio do ex-candidato a distrital do Gama, pastor Egmar Tavares. Egmar abriu mão de concorrer na campanha de 2018 para reforçar o grupo do pastor Daniel.

Fizeram questão de prestigiar Daniel de Castro, representantes de outros Ministério,  como por exemplo, A.D. Betel Apostólica, e  A.D. Novo Dia da L2 Sul. Dentre outros Líderes religiosos, o Pr. Gilvando Galdino da ADEGAS- Águas Lindas, Pr. Albino da ADEPAR- Paranoá, Pr. Elton da ADIT- Itapoã, Pr Lourival da AD- Sobradinho, Pr. João Adair da igreja da Baleia- W3 Sul, Pr. Nilson Chagas, Pr. Nunes, Pr. Valdeir, Pr. Antônio Carlos, Pr. Elias Alves, Ap. Ronaldo, Tânia da Executiva do PSC feminina,  ADETAG- Águas Claras, ADETAG- Ceilândia Sul, ASESS- São Sebastião, e vários pré-candidatos a Federal, Distrital e Senado.

Durante o evento, Daniel de Castro agradeceu a todos os presentes e a sua esposa Glaísa Castro, Também ressaltou o valor da Família e da Unidade. E destacou:

“Só podemos chegar a algum lugar entendendo o valor da unidade, sozinho não é possível” disse o pre-candidato.

Veja também: 2018: Daniel de Castro é o “Nome” da Madureira no DF

Sobre a Campanha passada, onde por poucos votos não conseguiu ser eleito, Daniel de Castro afirmou:  “Tudo acontece no tempo de Deus” .

O Presidente do PSC-DF, Zenóbio, acredita que a construção da nominata possibilitará eleição de dois ou até três distritais em 2018.

Wanderley Tavares parabenizou Daniel de Castro e reiterou seus apoio. O deputado Julio César disse que pretende ajudar o Daniel e caminhar “juntos” (Julio César é pre-candidato a deputado federal em 2018). Outros políticos e pré-candidato do PSC foram ao evento em uma demonstração de unidade da legenda.

Um dos pastores disse ao Informa Tudo DF  que o evento foi sucesso total, porque Daniel de Castro mostrou que, além de ser bem articulado, é respeitado e admirado por todos os que compareceram ao lançamento de sua pré-candidatura a deputado distrital e completou:

Daniel de Castro reúne todas as condições de ser o deputado distrital mais bem votado do DF, e pelo que demonstrou hoje, poderia até concorrer a um cargo Majoritário, disse o pastor.

Fonte: Da Redação Informa Tudo DF

Fonte:  Informa Tudo DF

Quero CompartilharShare on FacebookShare on Google+Tweet about this on TwitterShare on LinkedIn
19mar/180

PR, de Frejat, e PTB, de Alírio, estão irregulares, aponta TRE-DF

Siglas correm o risco de ter comissões provisórias inativas. Sem documentação, não podem disputar eleições

Reprodução

Dois pré-candidatos ao Palácio do Buriti podem enfrentar problemas para estampar os próprios rostos nas urnas como opções ao cargo de governador. Está nas mãos do Tribunal Regional Eleitoral do Distrito Federal (TRE-DF) a decisão de tornar inativas as comissões provisórias que funcionam em prazo superior ao previsto pela legislação sem amparo de estatuto partidário.

Entre as agremiações alvos do órgão, estão o PTB, do ex-deputado distrital Alírio Neto, e o PR, do ex-secretário de Saúde Jofran Frejat. O PR, porém, entrou com um recurso, segundo o TRE-DF.

Os diretórios dessa natureza são indicados pela cúpula nacional das legendas, que impõem as escolhas ao comando distrital das siglas. Se as direções dos partidos no Distrito Federal forem suspensas e não regularizarem a situação até meados de julho, correm o risco de ser impedidas de lançar candidatos e receber repasse do fundo partidário, de acordo com o TRE-DF.

Segundo o site do Tribunal Superior Eleitoral (TSE), o órgão diretivo do PR-DF teve início em 21 de agosto de 2013. Contudo, não há indicação de quando terminaria, ou seja, está ausente a previsão de eleições internas. A vigência da comissão regional do PTB, por outro lado, começou em 10 de outubro de 2017, com término em 8 de abril de 2018. Portanto, ambas as agremiações preveem duração do exercício por mais de 120 dias.

Embora a Emenda Constitucional 97, de outubro de 2017, tenha alterado um item da Constituição e aberto brecha para que fosse livre a definição sobre a estrutura interna das siglas, o TSE, em 20 de fevereiro deste ano, entendeu que a liberdade não é absoluta, e o regime democrático deve ser resguardado.

Com base na resolução do TSE, a Coordenadoria de Registro de Partidos Políticos e Jurisprudência da Secretaria Judiciária do TRE-DF compreendeu não haver validade nas comissões que fogem à regra e recomendou ao presidente do órgão, Romeu Gonzaga Neiva, a inativação daquelas que estejam nessa situação. Anteriormente, o magistrado decidiu pela suspensão dos que estavam irregulares a partir de dezembro de 2017, mas a coordenadoria aguardava a interpretação do TSE sobre a emenda.

De 33 partidos, apenas 19 têm órgãos definitivos no Distrito Federal, segundo dados do Sistema de Gerenciamento de Informações Partidárias do TSE. Dos 14 com comissões provisórias, o TRE-DF está de olho em 10, que informaram período de trabalho superior a quatro meses.

Caso o magistrado decida pela inativação, o PR, porém, pode escapar. Assim como o PSDC, a sigla entrou com um pedido de reconsideração, que, de acordo com o TRE-DF, será analisado. O PTB, por outro lado, não havia solicitado reavaliação até a última sexta-feira (16/3).

O que a lei diz

Antes da emenda constitucional, o art. 39 da Resolução nº 23.465/2015 do TSE já previa que as comissões provisórias funcionassem por 120 dias ou período superior caso o estatuto partidário estabelecesse prazo “razoável diverso”. Cabe à Corte a aprovação de alterações no regimento.

Conforme a norma, em situações excepcionais e devidamente justificadas, o partido poderá requerer ao TRE a prorrogação do prazo pelo período necessário para realizar convenção e escolha de novos dirigentes.

Atos inexistentes

Especialista em direito eleitoral de um escritório de advocacia, Bruno Beleza comenta que os atos praticados por diretório regional inativo são considerados inexistentes. “No entanto, a Constituição Federal assegura aos partidos autonomia para definir a estrutura interna. Um possível impedimento de atuação pode ser considerado como extrapolação do poder de atuação da Justiça Eleitoral”, pondera.

Ele ressalta ainda que a situação pode acarretar problemas com as filiações partidárias, possíveis até 7 de abril para quem pretende disputar as eleições de outubro. “Um registro de candidatura de um político filiado na época que o diretório regional estava inativo pode ser indeferido pela Justiça Eleitoral, mas o partido poderá recorrer”, explica.

Também especialista em direito eleitoral, Francisco Emerenciano avalia que o número significativo de agremiações funcionando com comissões provisórias costuma justificar a irregularidade sob a alegação de que os respectivos estatutos permitem a prática.

O TSE estabeleceu, na resolução, que esse prazo previsto em estatuto para criação dos diretórios municipais e regionais deve ser razoável, mas sem estabelecer uma data. Dessa forma, os próprios partidos que vão estabelecer nos seu estatutos o que é esse ‘prazo razoável’"

Francisco Emerenciano, especialista em direito eleitoral

outro lado

Jofran Frejat disse ao Metrópoles não ter conhecimento do assunto. Declarou, porém, não estar preocupado. “A comissão é provisória, colocada pela Executiva nacional e, portanto, é ela que tomará providência”, opina.

O presidente do PR-DF, José Salvador Bispo de Oliveira, não retornou os contatos para comentar o tema. Filho dele, Alexandre Bispo afirmou que não há “ilegalidade quanto ao funcionamento como comissão provisória”. Segundo ele, a presidência do partido estabeleceu, no estatuto, prazo maior e mais razoável para conclusão do diretório.

À frente do PTB-DF, Alírio Neto afirma que a escolha do prazo da comissão foi da presidência nacional do partido. De acordo com ele, se houver uma determinação, uma convenção será realizada. “Isso é mais uma forma de a gente movimentar nossa pré-campanha. Interessa muito para nós fazermos na hora”, defende.

Secretário-jurídico do PTB, Luiz Gustavo Pereira da Cunha destaca que a pré-candidatura de Alírio Neto é importante e, ao primeiro sinal de problemas, a Executiva poderá autorizar as eleições locais, contrariando as determinações históricas do partido. Ele confirmou não haver previsão de um “prazo razoável” para a duração das comissões provisórias da sigla. “Desde que o PTB foi fundado, usa um prazo de 180 dias. Isso só não está expresso no estatuto”, comenta.

Cunha esclarece que o partido político é uma pessoa jurídica de direito privado. Por isso, tem autonomia para a gerência interna, sustenta o secretário-jurídico. Ele faz ainda uma crítica à resolução da Corte Eleitoral: “Há de ter uma fiscalização, sim. Agora, querer interferir como os partidos devem agir internamente? Aí o TSE está usurpando a atuação”. Metropóles.

 

Quero CompartilharShare on FacebookShare on Google+Tweet about this on TwitterShare on LinkedIn
19mar/180

Politica: Enquete em Brazlândia mostra Juarezão com chances de reeleição

O deputado distrital Juarezão de Brazlândia andou comemorando a enquete realizada pelo site Informa Brazlândia e publicado na página do Facebook do pré- candidato á distrital Adeilton Braz. De acordo o site, o parlamentar do PSB teria 49% de intenções de voto e com esse resultado o representante da pacata Brazlândia seria reeleito para a Câmara Legislativa.

Procurado pelo o blogdogbu para comentar o excelente resultado, o distrital demonstrou entusiasmo;" Fico feliz que a comunidade vem vendo o nosso trabalho e reconhecendo que estamos cuidando da cidade com muita responsabilidade", salientou Juarezão.

 

fonte: Redação

Quero CompartilharShare on FacebookShare on Google+Tweet about this on TwitterShare on LinkedIn
19mar/180

Deputado Juarezão cobrou, o Detran atendeu

A partir de abril motoristas do DF poderão usar cartão de crédito para pagar multas de trânsito

 

Após reiteradas cobranças, o DETRAN passa a implementar a resolução do CONTRAN que permite o pagamento de multas com cartões de débito e o parcelamento no crédito (Res. n.697). O deputado distrital Juarezão esteve com o Diretor do DETRAN-DF, Silvaim Fonseca, ainda em outubro (19/10), cobrando celeridade na implementação desta medida. E a cobrança deu resultado.

A partir de abril, as multas de trânsito poderão ser parceladas no cartão de crédito ou pagas no débito. O Departamento de Trânsito divulgou na última semana a instrução de credenciamento para as empresas que prestarão o serviço. No documento, foram listadas as exigências da seleção.

A previsão é de que, na segunda quinzena de abril, o condutor possa ser atendido presencialmente nos postos de atendimento do Gama, Shopping Popular, Taguatinga, no Depósito de Veículos da Asa Norte e na Sede do Detran. O atendimento on-line deve ser liberado em maio.

Além de utilizar essa nova alternativa para quitar a dívida, o cidadão poderá utilizar mais de um cartão de crédito para efetuar o parcelamento dos débitos. O pagamento pode ser realizado inclusive por cartão de terceiros, desde que seja realizado presencialmente e o dono compareça e apresente documento de identificação. Em contrapartida, o pagamento feito pela internet pode ser realizado somente por cartão em que o titular seja a mesma pessoa que está em débito com o Detran-DF.

 

fonte: Ascom Juarezão

Quero CompartilharShare on FacebookShare on Google+Tweet about this on TwitterShare on LinkedIn
13mar/180

FACHIN DIZ QUE O STF NÃO DEVE ALTERAR DECISÃO SOBRE PRISÃO EM 2ª INSTÂNCIA

MINISTRO NÃO VÊ RAZÃO NEM TEÓRICAS PARA REDISCUTIR 2ª INSTÂNCIA
Quero CompartilharShare on FacebookShare on Google+Tweet about this on TwitterShare on LinkedIn
12mar/180

Joe Valle tem sintoma de meningite. Servidores da CLDF estão em pânico

Além disso, Joe Valle também teve de tomar um remédio recomendado na profilaxia de pessoas que mantiveram contato por mais de quatro horas com pessoas infectadas pela doença, que pode ser contagiosa (veja mais abaixo). “Esta noite tive febre e agora estou com uma dor de cabeça leve. Por precaução, a médica me orientou que fizesse uma bateria de exames de sangue para descartar o contágio”, diz Valle.

Carlos Antônio Vieira Júnior chefia o cerimonial da Câmara Legislativa há uma década. É ele quem organiza eventos ligados à presidência da Casa. Desde o último sábado (10), Carlinhos, como é chamado pelos colegas, começou a ter febre, sentir dor no pescoço e na cabeça.

Carlinhos acabou internado na unidade de terapia intensiva do Hospital Brasília, onde segue em observação. A unidade informou que aguarda exames para a definição completa do diagnóstico.

Na manhã desta segunda (12), uma de suas filhas, Marissa, usou um grupo de WhatsApp do qual o pai faz parte para comunicar a doença. Na mensagem ao grupo “Cerimonial”, disse: “Meu pai deu entrada na UTI ontem com meningite. Estamos orando para que tudo dê certo e ele se recupere logo”, ressaltou.

A notícia gerou comoção entre os servidores mais próximos a Carlinhos e também preocupação. Segundo Joe Valle, pelo menos 10 funcionários foram orientados a se consultar, fazer exames e tomar o medicamento usado na prevenção da doença. O remédio é feito à base de cloridrato de ciprofloxacino monoidratado e é ministrado na forma de comprimido, em dose única.

Nota oficial

Na tarde desta segunda-feira (12), a Câmara Legislativa divulgou uma nota na qual confirma o quadro de meningite do servidor, internado desde sábado (10). O departamento médico da Casa emitiu recomendação para aqueles que tiveram contato direto com Carlos Antônio Vieira Junior, desde a última quinta-feira (8), procurarem o serviço médico para receber orientações.

“A Casa também está acompanhando a evolução do quadro clínico do servidor e se solidariza à família na torcida pelo pronto restabelecimento de Carlos Vieira, o mais rapidamente possível”, conclui o comunicado.

Preocupação

Apavorados com a possibilidade de incubação da doença, muitos servidores lotaram o serviço médico e a presidência, cobrando providências da instituição. O último evento que o chefe do Cerimonial participou foi o de lançamento da candidatura de Ciro Gomes (PDT) à Presidência da República; e de Joe Valle ao GDF. O ato ocorreu na última quinta-feira (8) à noite.

Arquivo pessoal

ARQUIVO PESSOAL

Questionado sobre o fato de os servidores em estado de alerta ainda não terem tido acesso ao remédio indicado, Joe afirmou que, antes, é necessário que passem por consulta. Mas o presidente garantiu que a Câmara dará todo o suporte na prevenção da doença: “Estou inteiramente à disposição para ajudar no que for preciso”.

Fechamento da Casa

O segundo-secretário da Mesa Diretora da CLDF, Robério Negreiros (PSDB), aguarda uma posição da Secretaria de Saúde para saber o tipo específico da meningite e, dependendo do resultado, pode solicitar o fechamento da Casa na terça-feira (13) por precaução.

“O servidor organizou uma sessão solene do Dia da Mulher, na quinta (8). A preocupação é de todos os servidores e transeuntes. É uma Casa que recebe milhares de pessoas por dia”, frisa o tucano. Segundo ele, porém, nenhuma decisão será tomada sem antes consultar o presidente, Joe Valle, ou o vice-presidente, Wellington Luiz (MDB).

O que é a meningite

Inflamação da meninge, uma membrana que cobre o sistema nervoso central. De 15% a 30% dos casos são fatais.

A doença pode ser viral ou bacteriana. A diferenciação é feita por exames, em especial a coleta de líquido da medula espinhal (punção lombar).

É preciso procurar ajuda médica logo nos primeiros sintomas, que são:

– Febre alta repentina
– Dor de cabeça
– Pescoço rígido
– Vômitos
– Náusea
– Convulsões
– Sonolência
– Sensibilidade à luz
– Falta de apetite
– Confusão mental
– Rachaduras e manchas vermelhas na pele
– Moleira tensa ou elevada (em bebês)

Como fazer o diagnóstico

– Cultura de sangue
– Exames de raios X e tomografia para procurar infecções
– Punção lombar

Tipos de meningite
– Viral: forma mais comum e menos perigosa. Muitas vezes não exige tratamento. Os vírus podem estar em alimentos, água e objetos contaminados

– Bacteriana: forma mais grave. Acontece quando uma das bactérias (Streptococcus pneumoniaeHaemopphilus influenzaeNeisseria meningitidisListeria monocytogenes – as duas primeiras têm vacina) entra na corrente sanguínea e migra até o cérebro. Pode desencadear uma infecção no ouvido, fratura ou cirurgia. Não é transmitida com tanta facilidade como uma gripe, mas o contágio acontece por meio do contato intenso com secreções respiratórias.

– Fúngica: tipo menos comum. Pode levar a um quadro crônico. Não passa de pessoa para pessoa e tem efeitos similares aos da meningite bacteriana.

Como tratar
Depende do tipo de meningite. No caso da viral, a doença costuma desaparecer sozinha e a indicação é repouso e muita água, além de remédios para a dor — em alguns casos, antivirais. Na bacteriana, o tratamento é imediato, com antibióticos intravenosos e corticoides. A meningite fúngica é tratada com fungicidas.

Sequelas
Uma meningite não tratada pode deixar marcas como surdez, quadro de epilepsia, AVC com paralisias motoras e diminuição da capacidade intelectual.

Prevenção
– Cuidados com higiene
– Vacina

Colaborou Juliana Contaifer

Quero CompartilharShare on FacebookShare on Google+Tweet about this on TwitterShare on LinkedIn