21mar/180

Politica: Pesquisa para distrital vai aterrorizar oposição á Juarezão


A mais recente pesquisa deverá dar uma reviravolta na cidade de Brazlândia. Mesmo depois de sofrer ataques dos mais diversos por seu adversários, o distrital Juarezão, ganha folego importante em seu projeto de reeleição.

O levantamento do Instituto Exata está sendo chamado no meio politico de a "super pesquisa" e os números serão animadores para o distrital do PSB;" Vamos esperar os resultados. Mas confio em nosso trabalho e vamos continuar trabalhando. Os adversários estão preocupados com eleição, mas isso será debatido no momento certo", disse Juarezão ao gbu.

 

fonte: Redação

Quero CompartilharShare on FacebookShare on Google+Tweet about this on TwitterShare on LinkedIn
21mar/180

Politica: Arruda vem de Frejat e só um desastre eleitoral mudará esse cenário

Arruda deverá dar apoio a Frejat na disputa com o atual governador Rodrigo Rollemberg

Enquanto uma serie de frentes vem sendo criadas para impedir o crescimento do pré- candidato Jofran Frejat ao governo do DF, o ex- governador José Roberto Arruda acredita que será difícil uma possível retirado do nome de Frejat das disputas pela a principal cadeira do DF.

Vale lembrar que nas ultimas  pesquisas eleitorais, o ex- secretário de saúde de Joaquim Roriz, recebe a migração natural do eleitorado de Arruda em seu beneficio;"O Frejat se apresenta como o menos desgastado e ainda herda os votos de Arruda. Não tem como não ser ele o candidato", declarou um aliado do ex- governador Arruda.

fonte: Redação

Quero CompartilharShare on FacebookShare on Google+Tweet about this on TwitterShare on LinkedIn
21mar/180

Juarezão garante obra e fiscaliza o andamento em Brazlândia

Brazlândia vive uma transformação, afirma deputado Juarezão

 

Há vários anos Brazlândia não recebia tantos investimentos quanto agora. São obras estruturantes, nas áreas da saúde, da cultura e do lazer. Isso só foi possível graças ao representante da cidade, que destinou emendas e trabalhou junto ao Governo de Brasília para que ações fossem realizadas na região.

O deputado Juarezão, é morador da cidade e foi eleito majoritariamente pelos eleitores de Brazlândia. Por conta disso, o distrital honrou suas origens e o compromisso com a comunidade, elaborou projetos e enviou verbas para a satélite. Basta circular pelas ruas da cidade para ver quantas obras estão em andamento.

Nos anos de 2013 e 2014, por exemplo, foram destinados pouco mais de R$ 4 milhões e R$ 3 milhões, respectivamente. Com Juarezão representando Brazlândia na Câmara Legislativa, estes valores tiveram um salto. Em 2016 foram enviados por meio de Lei Orçamentária Anual (LOA) mais de R$ 21 milhões, em 2017, mais de R$ 20 milhões e em 2018 este número passa dos R$ 19 milhões. Toda esta verba é investida no bem-estar da população, que por muitos anos ficou esquecida do poder público.

A revitalização do Balneário Veredinha, por exemplo, um sonho antigo da população, ficou abandonada por décadas. Agora, o Balneário está em obras e, quando for concluído devolverá à comunidade um dos cartões postais da cidade. É o mesmo caso do Lago Veredinho que teve sua orla revitalizada com a construção do estacionamento, tudo para oferecer mais segurança e comodidade aos moradores que visitam o local.

Na Saúde, o deputado foi incansável, a exemplo da sua luta pelo Hospital Regional de Brazlândia, que passará por uma completa reforma e ampliação. Além disso, as obras do novo Banco de Leite do HRBz estão em andamento, o que só foi possível graças a destinação de emenda parlamentar do deputado Juarezão.

E as transformações não param, basta acompanhar. Veja o que está em execução:

  • Estádio Chapadinha
  • Campo do Atlético
  • Quadras Esportivas: - 1 Sul - 5 Norte - 3 Setor Veredas
  • Museu - Orla do lago
  • Prédio da administração
  • Quadra de tênis da Orla do Lago
  • Setor de Comércio e Diversões Norte - Rodoviária
  • Praça do Laço
  • Calçadas: 12 Norte - Quadra 45
  • Praça da Quadra 33
  • Creche Incra 06
  • Estacionamento do posto de saúde – Setor Veredas (ao lado CAPs)
  • Estacionamento da CEF 02 - 12 Norte
  • Estacionamento da Vila Olímpica
  • Aquecimento da Piscina Vila Olímpica
  • Reforma e cobertura da quadra, além da pintura da Escola Classe 05
  • Reforma do piso da quadra e calçadas, construção da sala do arquivo, sistema de captação de água e iluminação da Quadra de Esportes do CEF 02
  • Reforma da Quadra e Cobertura, com iluminação e sistema de captação de água na Escola Classe 1 - Setor Tradicional
  • Construção da Quadra e Cobertura, com iluminação e sistema de captação de água na escola classe 08 - Setor veredas
  • Reforma da quadra e Cobertura, com iluminação e sistema de captação de água escola classe Chapadinha
  • Iluminação da DF 445 - Balão do Incra 08, sentido DF Verde

 

fonte: Ascom Juarezão

Quero CompartilharShare on FacebookShare on Google+Tweet about this on TwitterShare on LinkedIn
21mar/180

Secretaria de Obras continua o trabalho de desobstrução das bocas de lobo

As equipes da Secretaria de Obras de Águas Lindas tem feito um trabalho de desobstrução de bocas de lobo nos bairros da cidade, com as chuvas constantes  muitas bocas de lobo ficam entupidas por conta de entulhos e lixos que são jogados nas ruas e avenidas, fazendo com que muitos pontos da cidade  fiquem alagados e o  asfalto danificado.

Vários bairros já receberam as ações de limpeza das bocas de lobo proporcionando aos moradores melhores condições de trafegabilidade nas ruas e calçadas. A Prefeitura pede aos moradores que façam um trabalho de conscientização com os vizinhos para que os mesmos evitem jogar lixo e entulho nas ruas e avenidas da cidade.

Uma cidade limpa proporciona urbanização, segurança e saúde aos moradores, portanto é indispensável a participação da comunidade na conservação da cidade. Evite jogar lixo nas ruas e lotes vazios, pois lixo na rua é uma das principais causas de proliferação de insetos e animais peçonhentos.

As equipes da Secretaria de Obras têm realizado ainda ações de roçagem, recuperação asfáltica e varrição de ruas e avenidas. Colabore você também para manter a cidade mais organizada, um lugar cada vez melhor se constrói com trabalho em equipe.

Da Assessoria de Comunicação da Prefeitura Águas Lindas - GO

Quero CompartilharShare on FacebookShare on Google+Tweet about this on TwitterShare on LinkedIn
21mar/180

Lei do Silêncio volta à pauta com resultado imprevisível nesta terça

Adiado em 6 de março, projeto foi novamente incluído na pauta. Sem acordo, não se sabe se a matéria será aprovada ou rejeitada

Adiada em 6 de março, a votação da Lei do Silêncio voltará à pauta da Câmara Legislativa nesta terça-feira (20/3). Apesar de o Colégio de Líderes ter concordado em submeter o assunto ao plenário, não há acordo sobre o tema. Dessa forma, não se sabe o destino da controversa matéria, que divide a opinião dos distritais.

Ainda assim, o autor da proposta, deputado distrital Ricardo (PT), espera que os colegas em dúvida revejam os posicionamentos e alterem a legislação, que há oito anos espera por nova regulamentação.

Hoje, Vale acredita ter 10 votos favoráveis à alteração da lei. Para aprovar a matéria, é preciso ter maioria simples na sessão, que só pode ser aberta com a presença de 13 distritais.

“Acredito que podemos ter a aprovação, dependendo de quantos deputados estejam em plenário. Apenas três se posicionaram abertamente contrários à proposta. Os outros não se manifestaram, e espero que eles revejam a lei”, disse Ricardo Vale.

Mudanças

Atualmente, a altura máxima do som produzido no DF não pode exceder 50 decibéis. O projeto aumenta esse limite para 75 durante o dia e 70 à noite.

Outra mudança prevista refere-se à forma como é feita a fiscalização dos estabelecimentos. “O fiscal terá de se identificar ao responsável pelo estabelecimento, e a inspeção ocorrerá no local onde a reclamação foi feita, não no comércio, como é hoje”, acrescenta o deputado.

As denúncias anônimas continuarão sendo permitidas, mas o local da reclamação precisa ser informado para a aferição da altura do som que chega à área. Metropóles.

 

Quero CompartilharShare on FacebookShare on Google+Tweet about this on TwitterShare on LinkedIn
21mar/180

Justiça absolve Agnelo Queiroz em ação por improbidade administrativa

A 6ª Turma Cível do TJDFT, em decisão unânime, entendeu que não houve má-fé do petista em reintegrar ex-distrital aos quadros da PM

Gluacya Braga/GDF

A 6ª Turma Cível do Tribunal de Justiça do Distrito Federal e dos Territórios (TJDFT) absolveu o ex- governador Agnelo Queiroz (PT) da condenação de improbidade administrativa no caso da reintegração de um ex-deputado aos quadros da Polícia Militar. Na tarde desta quarta-feira (21/3), os desembargadores acataram o recurso da defesa do petista por unanimidade.

A votação havia sido adiada em 21 de fevereiro, após o pedido de vista do desembargador José Divino de Oliveira. Porém, nesta quarta (21), ele votou com o relator do caso, o desembargador Carlos Guimarães, por considerar que não está caracterizado o dolo ou prejuízo ao erário com a reintegração do ex-deputado distrital Marco Antônio dos Santos Lima à corporação, que teria custado R$ 1 milhão aos cofres públicos.

Na sessão anterior, o relator já havia julgado não haver prova da ação no sentido de favorecer Lima. “Procurei achar um documento com suporte para concluir que todo procedimento tenha sido por má vontade, com sede de favorecer, mas não encontrei elementos nos autos”, afirmou na última sessão.

O desembargador Esdras Neves também acompanhou o relator. Com a decisão, o ex-consultor jurídico e advogado Paulo Guimarães também foi absolvido.

A decisão da Turma também extingue o processo de bloqueio de bens do ex-governador. O Ministério Público do Distrito Federal e Territórios (MPDFT), autor da denúncia, ainda pode recorrer da decisão no Superior Tribunal de Justiça (STJ).

Histórico

No ano passado, Agnelo Queiroz e o ex-consultor jurídico e atual advogado do petista foram condenados por improbidade administrativa pela 7ª Vara da Fazenda Pública do DF. O juiz Paulo Afonso Cavichioli Carmona entendeu, à época, que os dois praticaram “ato flagrantemente nulo”, permitindo a reintegração do ex-deputado distrital. O ex-governador recorreu da decisão, que foi reformada nesta quarta (21).

Marco Lima ingressou na PMDF em 1987 e, em 1992, foi afastado da corporação por razões disciplinares. Em 1994, candidatou-se ao cargo de deputado distrital. Eleito, tomou posse em 1º de janeiro de 1995. Segundo o processo, em agosto do mesmo ano, foi editado um decreto distrital que anulou o afastamento de Lima e de outros oito ex-policiais.

No entanto, em 2000, a PMDF teria expedido portaria, respaldada pela Procuradoria-Geral do Distrito Federal (PGDF), afastando Marco Lima da corporação a partir do registro de sua candidatura, em julho de 1994. Em 2012, de acordo com o Ministério Público, foi editado o Decreto nº 33.790, reintegrando o ex-distrital à corporação, mesmo com parecer contrário da PGDF.

De acordo com o processo, em 30 de setembro de 2010, o então senador Gim Argello enviou ofício ao GDF solicitando a reintegração de Marco Lima. Na ocasião, o comandante-geral da PMDF consultou a Procuradoria-Geral do DF sobre a legalidade do ato. Um parecer foi expedido recomendando que o pedido fosse indeferido, em decorrência da prescrição quinquenal administrativa.

Apesar do parecer contrário, a Consultoria Jurídica do GDF elaborou novo entendimento, sendo favorável à reintegração, que culminou na edição de um decreto pelo então governador Agnelo Queiroz. No entendimento do magistrado, a medida foi tomada após o transcurso de lapso temporal superior a 12 anos, o que não é permitido pelo ordenamento jurídico, o qual estabelece prazo de cinco anos para prescrição. Metropóles.

 

Quero CompartilharShare on FacebookShare on Google+Tweet about this on TwitterShare on LinkedIn
21mar/180

Joaquim Roriz é internado em hospital da Asa Sul após passar mal

Daniel Ferreira/Metrópoles

DANIEL FERREIRA/METRÓPOLES

O ex-governador Joaquim Roriz, 81 anos, foi internado nesta terça-feira (20/3), no Hospital Home, na Asa Sul. A assessoria do político disse que ele sentiu-se mal pela manhã. Devido ao recente quadro debilitado, a família preferiu levá-lo ao hospital.

Segundo pessoas próximas, desde a segunda-feira (19), o ex-governador não passa bem. Ele amanheceu o dia com vômitos e chegou-se a suspeitar de gastrite ou pneumonia. No hospital, fez exames de sangue, urina e tomografia. O patriarca do clã Roriz está consciente e aguarda no quarto o resultado dos testes. A previsão é que tenha alta nesta quarta (21).

No mês passado, por decisão judicial, o político deixou de responder ao processo que trata de crimes de corrupção e lavagem de dinheiro envolvendo o Edifício Monet, em Águas Claras. O juiz substituto da 2ª Vara Criminal de Brasília, André Ferreira de Brito, homologou o laudo do Instituto de Medicina Legal (IML) que atestou a insanidade mental de Joaquim Roriz.De acordo com o parecer médico, o ex-governador tem síndrome demencial, de etiologia mista, de Alzheimer e vascular, em estágio grave, com intensa repercussão sobre sua autonomia. O exame atestou que o ex-governador não tem compreensão da denúncia de corrupção contra ele.

Amputação

Em agosto de 2017, o Metrópoles revelou que Roriz precisou amputar dois dedos do pé direito por causa do agravamento de sua diabetes. O político voltou ao hospital 11 dias depois e, dessa vez, teve a perna direita amputada na altura do joelho.

O ex-governador luta, com o apoio da família, para controlar o avanço da doença. Ele também é paciente renal crônico.

Em novembro de 2015, o político ficou quase uma semana internado após um quadro de hipertensão e taquicardia e precisou fazer um cateterismo, o qual não identificou nenhum problema de saúde além dos já conhecidos.

O patriarca da família Roriz governou o DF por 14 anos. Em 2006, foi eleito senador. Iniciou o mandato em 2007 e renunciou após cinco meses para escapar de um eventual processo de cassação devido ao escândalo da Bezerra de Ouro.

Esquizofrenia

Recentemente, Roriz foi avaliado por junta médica que atestou piora em suas funções mentais. Como o diagnóstico ocorreu em um momento pré-eleitoral e todas as herdeiras diretas estão praticamente inelegíveis, o grupo político do ex-governador começou a ruir.

Os representantes de Roriz em articulações passaram a perder credibilidade e força proporcionalmente ao avanço da doença do ex-governador. Quando algum aliado ou pessoa próxima percebia os sintomas, familiares logo afirmavam que se tratava de um efeito colateral do excesso de medicamentos.

Sem condições de eleger alguma de suas filhas como herdeiras naturais, começam a surgir outros nomes, como o do sobrinho Dedé Roriz, que tenta abocanhar fatia do espólio eleitoral do ex-governador. Filho de Jaqueline, Joaquim Roriz Neto é estimulado pela mãe para concorrer a um cargo eletivo. Nas últimas eleições, no entanto, o rapaz, que a substituiu na busca por uma cadeira na Câmara dos Deputados, conseguiu apenas a suplência pelo Partido da Mobilização Nacional (PMN).

Também no mês passado, começou a circular, no meio político, rumores que o estado de saúde do ex-governador havia piorado e ele não resistira. Imediatamente, familiares e pessoas próximas ao ex-governador começaram a receber uma enxurrada de ligações em busca de informações sobre Roriz.

Quem desfez o mal-entendido foi a filha do meio do político, Jaqueline Roriz. Depois de quase uma hora que o boato começou a circular nos bastidores, ela tranquilizou amigos e correligionários do ex-governador: o pai passava bem e repousava em casa. Metropóles.

 

Quero CompartilharShare on FacebookShare on Google+Tweet about this on TwitterShare on LinkedIn