23jan/210

Fiasco: Fracassam em todo o Brasil carreatas convocadas por Psol e PT,  pelo impeachment do presidente Jair Bolsonaro

Convocadas por Psol e PT, carreatas pelo impeachment do presidente Jair Bolsonaro fracassam em todo Brasil

Convocadas pelo PT, Psol e movimentos de extrema-esquerda para este sábado (23), as carreatas que pediam o impeachment do presidente Jair Bolsonaro foram um verdadeiro fracasso em várias cidades do Brasil.

Em São Paulo, os organizadores tentaram utilizar a imagem do candidato derrotado Guilherme Boulos (Psol) para alavancar algum apoio. No entanto, a adesão ao movimento foi muito menor do que os organizadores esperavam. Resultado: Boulos berrava ao microfone para um punhado de gatos-pingados molhados pela chuva.

" alt="" aria-hidden="true" />

O fracasso da carreata paulista não pode ser justificado pelas fortes chuvas que caem em São Paulo nas últimas semanas. As inúmeras bandeiras do PT e o figurino com camisas vermelhas ostentadas pelos manifestantes denunciaram o viés esquerdista dos organizadores, adeptos ao “quanto pior, melhor”. É um movimento da esquerda para a esquerda, não tem povo, não tem massa, não tem nenhuma novidade. E todo esse vermelho que lembra o governo corrupto do PT e seus líderes causa repulsa no cidadão comum.

O cenário foi o mesmo em outras cidades. A imagem de manifestantes em Castanhal-PA viralizou, virando piada nas redes sociais. “Uma mega manifestação com oito pessoas e um bebê de colo!”, ironizou um internauta ao compartilhar a imagem.

" alt="" aria-hidden="true" />

Outro ponto a ser considerado é que, ao convocar carreatas, os organizadores distorcem a verdadeira dimensão do movimento, já que uma fila com 1 km de carros pode ter somente algumas dezenas de pessoas, a depender do trecho, da disposição e distanciamento que tais veículos trafegam. Nas imagens compartilhadas nas redes sociais por participantes das carreatas era possível constatar que vários veículos trafegavam com vários metros de distância uns dos outros, muitos ocupados apenas pelos seus motoristas.

No Distrito Federal, a Polícia Militar contabilizou 500 veículos, mesmo número de Belém do Pará. Já no Rio de Janeiro, a estimativa é de que apenas 100 veículos participaram. No Recife e no estado de São Paulo, os números não foram muito diferentes, evidenciando a baixa adesão popular.

As carreatas foram convocadas pelos partidos PT, PSOL, Rede, PDT, PCdoB, PV, PSB, Cidadania e PCB. Também contou com a adesão de movimentos de extrema-esquerda como Frente Povo Sem Medo, a Frente Brasil Popular, o Movimento dos Trabalhadores Sem Teto (MTST), a União Nacional dos Estudantes (UNE) e a União Estadual dos Estudantes de São Paulo (UEE-SP).

Internet

Quero CompartilharShare on FacebookShare on Google+Tweet about this on TwitterShare on LinkedIn
23jan/210

Arthur Lira assume favoritismo na disputa para presidir a Câmara

Bloco de apoio a Arthur Lira soma 242 votos contra 203 do candidato de Rodrigo Maia

A disputa pela presidência da Câmara, afinal, não está tão acirrada como parecia. Apesar de o atual presidente Rodrigo Maia colocar toda máquina a serviço do preposto Baleia Rossi (MDB-SP), o favoritismo está com o rival.

O bloco de partidos que apoia o deputado Arthur Lira (PP-AL) soma 242 votos, cerca de 47% do total. Já o bloco de Rossi chega apenas a 203, mas só se contar com improváveis 100% dos deputados do MDB, DEM, PT, PSB, PDT, PV, PCdoB, Cidadania, Rede e Solidariedade. A informação é da Coluna Cláudio Humberto, do Diário do Poder.

Reduzem as chances de Baleia Rossi outras cinco candidaturas que lhe tiram votos: no seu MDB e também no Novo, Psol, Avante e PL.

A candidatura de Fábio Ramalho (MDB-MG), deputado muito querido na Câmara, tira votos preciosos de Rossi entre os 33 membros da bancada.

Diário do poder

Quero CompartilharShare on FacebookShare on Google+Tweet about this on TwitterShare on LinkedIn
22jan/210

Sucessão CF: PSL deixa Baleia Rossi e adere a Artur Lira

Oficialização do apoio ao candidato do PP a presidente da Câmara foi deferido hoje

A Secretaria-Geral da Mesa Diretora da Câmara dos Deputados deferiu nesta quinta-feira (21) a entrada do PSL no bloco partidário que apoia a candidatura do deputado Arthur Lira (PP-AL) à presidência da Casa.

O partido estava no bloco de apoio ao candidato Baleia Rossi (MDB-SP), mas foi apresentado requerimento com as assinaturas da maioria dos integrantes da bancada em apoio ao bloco de Lira.

Arthur Lira agora conta com o apoio oficial de 11 partidos, no bloco de apoio à sua candidatura à Presidência da Câmara dos Deputados. São eles: PL, PP, PSD, Republicanos, PTB, Pros, Podemos, PSC, Avante, Patriota e PSL.

O deputado do PP de Alagoas disputa o comando da Câmara dos Deputados, no pleito marcado para 1º de fevereiro, contra os deputados Baleia Rossi (MDB-SP), Capitão Augusto (PL-SP), André Janones (Avante-MG), Alexandre Frota (PSDB-SP), Fábio Ramalho (MDB-MG), Marcel van Hattem (Novo-RS) e Luíza Erundina (PSOL-SP).(Com informações da Agência Câmara de Notícias).

Diário do poder

Quero CompartilharShare on FacebookShare on Google+Tweet about this on TwitterShare on LinkedIn
22jan/210

Saúde: Distrital Iolando garante mais médicos e técnicos em área complexa para Brazlândia

Parlamentar se movimenta para melhorar a saúde de sua base

A cidade de Brazlândia que vem recebendo um cuidado especial nas questões estruturais também não ficará sem os avanços na área da Saúde pública da região.

O distrital Iolando Almeida (PSC) anunciou nessa quinta-feira (21) junto com o Secretário de Saúde a chegada de mais quatro médicos na área da clínica médica e mais desseseis técnicos na área de hematologia.

Procurado pelo o blogdogbu o parlamentar garantiu que o reforço na área da Saúde se faz necessário;" Vamos sempre melhorar a nossa área da saúde. Os médicos estão chegando para melhor atender a nossa comunidade", garantiu Iolando.

Redação

Quero CompartilharShare on FacebookShare on Google+Tweet about this on TwitterShare on LinkedIn
20jan/210

Culinária: 7 restaurantes para conhecer em Brazlândia DF

 

 

Há 38 km do centro de Brasília. A cidade de Brazlandia é conhecida por atrair moradores de todo o DF para as festividades do Morango. Mas, além disso, há alguns restaurantes que deixamos de sugestão:

1-Restaurante do Neguinho

Que tal almoçar na beira do lago em Brazlândia uma comida de qualidade com excelente atendimento bom. Conheça o Restaurante do Neguinho, localizado no Setor Tradicional Q 7, em Brazlândia.

2-Restaurante Cantina do Lago

Tem uma boa a variedade de pratos a la carte, com preço justo e excelente atendimento. O ambiente é agradável e tem uma vista maravilhosa para o lago. O local conta com uma pequena cama elástica para distrair as crianças. Quadra 7 lote 17 – Brazlândia.

3-Arvorê Bistrô

Culinária afetiva com bons vinhos, música boa, ambiente agradável e com boas energias. St. Norte – Brazlândia.

4-Restaurante Cozinha Mandacaru

Restaurante self-service estilo comida caseira. Preços justos e boa variedade. Tempero mineiro e goiano. Boa opção no Setor Tradicional de Brazlândia. E um extraordinário atendimento.

5-BrasilChina

Restaurante, com cardápio bastante variado, açaí, pizza, sushi, hamburguer, macarrão, porções, torre de cerveja, baldinhos e jantar. Lugar bastante aconchegante, familiar.Quadra 3 norte, lote 154 loja 01 – Brazlândia.

6-Gold Restaurante e Petiscaria

Ótimo atendimento, ambiente organizado e limpo, comida maravilhosa, suco e espeto incluso no almoço , entregas rápidas. St. Norte Q 1 – Brazlândia.

7-Restaurante Panela Cheia

Ampla variedade de alimentos para se servir com preço adequando para o que é servido. Comida caseira com um tempero delicioso. As instalações são simples a experiência e o atendimento são incríveis. Vila São José Q 38 Conj. E – Veredas.

Fonte: Blog do Eldo

Quero CompartilharShare on FacebookShare on Google+Tweet about this on TwitterShare on LinkedIn
20jan/210

PCGO prende suspeito de envolvimento na morte de motorista de app do DF

Em 12 de janeiro, Geraldo Gontijo, 50 anos, foi encontrado morto no porta-malas do carro, abandonado no pátio do hospital de Santa Maria

Geraldo Iris GontijoREPRODUÇÃO/FACEBOOK

A Polícia Civil de Goiás (PCGO), por meio da delegacia de Valparaíso (GO), prendeu um dos suspeitos da morte de Geraldo Iris Gontijo (foto em destaque). A detenção, realizada pelo Grupo de Investigação de Homicídios (GIH) da unidade em conjunto com a Polícia Civil do DF (PCDF), ocorreu na manhã desta quarta-feira (20/1).

O suspeito é acusado pelos crimes de homicídio e tentativa de homicídio, uma vez que outra vítima foi encontrada ferida a tiro em um setor de chácaras da cidade goiana. Para a delegada responsável do caso, Samya Barros, trata-se de “testemunha-chave” para esclarecimentos dos fatos.

“Pela dinâmica do crime, é possível materializar algumas coisas, mas ainda estamos mantendo a investigação sob sigilo para não atrapalhar”, informou a investigadora.

O caso

Morador do Gama, o motorista do sistema de transporte por aplicativo Geraldo Iris Gontijo foi encontrado morto, no porta-malas de seu carro, na manhã de 12 de janeiro. O carro dele acabou abandonado pelos envolvidos no crime no pátio do Hospital Regional de Santa Maria (HRSM).

Conforme a PCDF, uma equipe da Polícia Militar foi acionada para atender uma ocorrência de “localização de cadáver” na unidade de saúde, por volta de 8h50. No local, dois homens disseram aos militares que, horas antes, encontraram uma outra vítima de arma de fogo dentro de um carro, em um setor de chácaras de Valparaíso (GO). A vítima, um homem de 31 anos, estava no banco traseiro do Volkswagen Up, ainda com vida.

Segundo as testemunhas, após encontrarem a pessoa baleada, ambas a levaram ao hospital. Contudo, ao chegarem ao HRSM, eles descobriram que havia outro homem dentro do veículo e acionaram a PMDF. Geraldo estava no porta-malas, mas já sem vida. A polícia trabalha com a possibilidade de latrocínio (roubo com morte).

De acordo com o genro de Geraldo, que apenas se identificou como Vidal, o motorista de aplicativo atuava pela empresa 99 Pop. “Sabemos que ele recebeu um chamado para uma corrida no condomínio Porto Rico, em Santa Maria, por volta de 1h. Mas, aí, uns caras entraram no carro, anunciaram o assalto e deram um tiro na nuca dele”, narra.

A empresa

Em nota, a empresa 99 solidarizou-se com a morte do colaborador e diz que contrubuirá com as investigações da polícia.

Veja o comunicado na íntegra:

A 99 lamenta profundamente a morte de Geraldo Iris Gontijo e apura se o crime ocorreu durante corrida pelo aplicativo. Nos solidarizamos com a dor dos familiares e estamos buscando contato com eles para oferecer o suporte necessário. A plataforma se coloca à disposição da polícia para compartilhar informações que possam ajudar a esclarecer os fatos e a punir os responsáveis. A segurança é uma prioridade para a 99. Por isso, o aplicativo investe continuamente em segurança antes, durante e depois das corridas. Como formas de prevenção antes das chamadas, a companhia mostra aos motoristas informações sobre o destino final, a nota do passageiro e se ele é frequente — além de exigir que todos os passageiros incluam CPF ou cartão de crédito. Durante o trajeto, ferramentas como câmeras de segurança, gravação de áudio, monitoramento da corrida via GPS, compartilhamento de rotas com parentes e amigos e um botão para ligar direto para a polícia estão disponíveis. Depois das viagens, uma central telefônica 24h para emergências oferece apoio imediato em caso de necessidade”.

Metropoles

Quero CompartilharShare on FacebookShare on Google+Tweet about this on TwitterShare on LinkedIn
20jan/210

Desespero: Reunião’ de Maia com embaixador é só um factoide de quem perde poder

Serão apenas duas pessoas falando mal de quem mais detestam: Jair Bolsonaro

A doze dias de acabar sua presidência na Câmara, o deputado Rodrigo Maia tenta criar fatos políticos para mostrar que ainda lhe resta poder e utilidade.

O factoide do dia, nesta terça (19), foi solicitar uma “reunião virtual” com o embaixador da China “para entender” criação de supostas dificuldades do governo chinês para fornecer o principal insumo para produção de vacina.

O bate-papo não terá efeito prático: serão apenas duas pessoas falando mal de quem mais detestam: Jair Bolsonaro. A informação é da Coluna Cláudio Humberto, do Diário do Poder.

Contratos de importação/exportação não passam por diplomatas e nem por parlamentares, porque se trata de relação com empresas privadas.

A importação desse insumo foi contratada do Butantan junto a Sinovac, laboratório privado que desenvolveu a vacina rebatizada de Coronavac.

É incomum diplomatas estrangeiros falarem mal dos governos que os hospedam. Só por isso a reunião com Maia suscita alguma curiosidade.

Diário do poder

Quero CompartilharShare on FacebookShare on Google+Tweet about this on TwitterShare on LinkedIn
20jan/210

Eleições 2022: Sem poder coligar, partidos irão apostar em nomes testados nas urnas

A pré-campanha já começou em Brazlândia e nas demais cidades do DF e alguns personagens começam a surgir na intenção de disputar a eleição para Deputado distrital e federal.

Vale lembrar que o sonho de alguns em querer disputar a eleição de 2022 na condição de candidato poderá se transformar num verdadeiro e interminável pesadelo.

Com a nova legislação eleitoral e com o fim das coligações os partidos políticos certamente não irão apostar em marinheiros de primeira viagem temendo não atingirem o cooeficiente , na lista de prioridades das legendas estarão nomes que disputaram a eleição anterior ou que já foram testados nas urnas pelo menos uma vez.

Entre os analistas dos corredores do poder, acreditam eles que não será surpresa se os partidos optarem por ex-candidatos acima de dois mil votos ou mesmo grandes lideranças reconhecidamente com densidade eleitoral ainda não testadas nas urnas.

Em Ceilândia, Gama, Santa Maria e em cidades acima de 100 mil votos estarão de forma mais atenciosa os olhares dos caciques políticos do DF. Afinal, atingir o cooeficiente eleitoral em 2022 somente com os votos individuais de cada partido não será uma missão muito fácil.

Em 2022 a eleição não será para amadores e se os líderes políticos não se cuidarem o fracasso poderá bater em muitas portas.

Esperar para ver!

Redação

Quero CompartilharShare on FacebookShare on Google+Tweet about this on TwitterShare on LinkedIn
20jan/210

Prefeito de Águas Lindas:” Na minha gestão não iremos aceitar diretor escolar que vai uma vez por semana na escola”, diz Dr. Lucas

Novo Prefeito defende democratizar as gestões das escolas no município

O novo Prefeito de Águas Lindas -GO, Dr. Lucas, que faz uma gestão ouvindo a comunidade dos bairros pela a manhã e a tarde despacha no gabinete, deixou claro em um programa de rádio que não aceitará em sua gestão diretores de escolas faltosos:" O diretor de escola deve ser exemplo. Chegou ao nosso conhecimento que existe diretores de escolas que aparecem na escola uma vez por semana. Na minha gestão não iremos aceitar isso", declarou Dr. Lucas.

Vale lembrar que ainda nesse semestre o chefe do executivo de Águas Lindas, estuda a possibilidade de  enviar a Câmara de Vereadores do município um projeto para que as escolhas dos diretores sejam feitas de forma democrática pela a comunidade escolar.

Dentro da comunidade a proposta é vista como o fim das interferências políticas nas direções escolares do município:" Seria inovadora a proposta. Se o Dr. Lucas aprovar esse projeto será o grito de liberdade para os gestores e para a classe e a comunidade escolar  uma conquista histórica", declarou, Ana Maria Coelho, mãe de aluno.

Redação

Quero CompartilharShare on FacebookShare on Google+Tweet about this on TwitterShare on LinkedIn
20jan/210

DF vacina os primeiros profissionais de saúde contra a Covid-19

Vacinação na capital federal começou nesta terça-feira (19) no Hospital Regional da Asa Norte

JOHNNY BRAGA, DA AGÊNCIA SAÚDE-DF

A Secretaria de Saúde vacinou contra a Covid-19, na manhã desta terça-feira (19), os primeiros profissionais que estão na linha de frente no enfrentamento da pandemia. Seis profissionais que atuam no Hospital Regional da Asa Norte (Hran) participaram da abertura da campanha de vacinação no DF com a presença do governador, Ibaneis Rocha, do secretário de Saúde, Osnei Okumoto e de outras autoridades do GDF.

A enfermeira Lídia Rodrigues, que atua no Hran, foi a primeira a ser imunizada. “É um momento de esperança, de que tudo vai se normalizar, logo tudo vai voltar ao normal que é trabalhar e dedicar nossa vida para salvar pessoas. Essa vacina vai ajudar a todos que precisam e ajudar a nós, profissionais de saúde, a superar tudo isso”, declarou.

Em seguida, a técnica de enfermagem Karina de Jesus Silva, a fisioterapeuta Ana Paula Barbosa, a médica Juliana Bento da Cunha, a auxiliar de limpeza Narcisa Trajano de Araújo e o vigilante Pedro Teodoro foram os primeiros a serem imunizados com a vacina CoronaVac produzida pela farmacêutica Sinovac, em parceria com o Instituto Butantan, em São Paulo. O governador do DF destacou a importância desse momento.“Estamos esperançosos que 2021 será um ano bem melhor para nós todos”, afirmou o governador Ibaneis Rocha, durante a solenidade de vacinação no Hran. O chefe do Executivo local destacou o trabalho dos profissionais que estão na linha de frente no combate à pandemia de Covid-19. “Eu acompanhei o trabalho desses profissionais que dedicam suas vidas para tratar de uma doença totalmente desconhecida. Com o trabalho deles conseguimos superar o ano de 2020 e dizer que nenhum paciente com coronavírus no DF tenha deixado de ser atendido”.

O secretário de Saúde, Osnei Okumoto, explicou como ocorrerá a vacinação nos hospitais. “Os profissionais que estão no front serão vacinados no ambiente de trabalho, nas UTIs, prontos-socorros e nos andares de internação. Estamos vacinando quem está na linha de frente no combate à pandemia, do médico ao profissional de limpeza, ou seja, todos aqueles que lidam diariamente com os pacientes que precisam de atendimento na rede de saúde”, destacou.

O secretário disse ainda que “as pessoas podem ficar tranquilas pois haverá vacinas para todos e divulgaremos antecipadamente as próximas fases da vacinação”.

Imunização no DF

Além do Hran, a vacinação no Distrito Federal ocorrerá em outros 14 hospitais públicos. Foram recebidas 106.160 doses vacina que irá imunizar 53.080 pessoas em duas doses que deverão ser administradas com intervalo de 14 dias.

O público-alvo da primeira fase são os profissionais de saúde que estão atuando na linha de frente no combate à pandemia. São médicos, enfermeiros, técnicos de enfermagem, fisioterapeutas que atuam nas UTIs, profissionais administrativos que fazem a ficha de atendimento dos pacientes, vigilantes, profissionais de limpeza que atuam em hospitais e UBSs, servidores do Samu, bombeiros que estão no atendimento pré-hospitalar, profissionais da atenção primária que estão no atendimento a pacientes com sintomas respiratórios, idosos acima de 60 anos e deficientes que vivem em instituições de acolhimento ou asilos e seus cuidadores, além da população indígena.

Os 16 pontos de vacinação receberão os profissionais de saúde, das redes pública e privada, que integram as listas elaboradas pelas unidades onde trabalham. A escolha do local de vacinação é facultativa a esses profissionais. Já os demais membros do grupo da primeira fase receberão as doses nas instituições e nas aldeias indígenas.

A vacinação para os demais integrantes dos públicos-alvo previstos no Plano Operacional de Vacinação Contra a Covid-19 no DF começará assim que a Secretaria de Saúde receber mais doses da vacina. A pasta divulgará amplamente a informação junto aos veículos de comunicação.

Donnysilva

Quero CompartilharShare on FacebookShare on Google+Tweet about this on TwitterShare on LinkedIn
20jan/210

Ibaneis fecha 2020 com 54% de aceitação

Pesquisa Exata Opinião Pública realizada no último trimestre do ano passado indica que a avaliação do governo de Ibaneis Rocha voltou ao mesmo patamar de 54% de aprovação aferidos no início do governo, em fevereiro de 2019.

Mesmo fechando 2020 em alta, o governo do emedebista quer mais. Vai concentrar todas as suas forças, neste início de 2021 no combate a pandemia, na entrega de obras estruturantes em todas as regiões administrativas e, consequentemente, na geração de emprego e renda para reaquecer a economia do DF.

Ao que parece, nem mesmo o movimento da oposição, de olho nas eleições de 2022, que resolveu sair do casulo em que esteve enfiada desde a última campanha de 2018, tem sido o suficiente para diminuir a avaliação positiva de Ibaneis junto a maioria da população. É o que diz pesquisa Exata OP.

Na trajetória dos gráficos, o maior pico de popularidade de Ibaneis Rocha ocorreu em março do ano passado ao atingir 62% de aprovação por tomar as medidas protetivas e de isolamento social para o combate ao coronavírus.

Foi o primeiro governador brasileiro a deflagrar ações em defesa da saúde pública. Nos meses de maio e junho o governo se manteve bem com 61% e 59% respectivamente de avaliação positiva.

No entanto, em exatos dez dias depois, despenca para 31%. Ibaneis saiu das cinzas e voou nas asas da contra-pandemia.

Com um olhar voltado para as famílias de baixa renda, Ibaneis instituiu, de imediato, dois auxílios, programas apoiados pelo Banco de Brasília (BRB) e coordenados pela Secretaria de Desenvolvimento Social (Sedes).

O Programa Renda Mínima do GDF, paga R$ 408 ao trabalhador para ajudar a enfrentar a crise provocada pela pandemia.

Já o Cartão Prato Cheio, no valor de R$ 250, serve para a aquisição de itens da cesta de alimentos que garante alimentação às famílias em situação de insegurança alimentar e nutricional no DF.

Após dar assistência a famílias carentes do DF, Ibaneis mirou no amplo mundo dos servidores públicos.

Começou pelas forças de segurança ao cumprir uma promessa de campanha. Conseguiu junto ao presidente Bolsonaro a tão sonhada recomposição salarial, uma luta antiga dos policiais civis do DF, ignorada, há anos por governos anteriores.

Foram destinados R$364,29 milhões do fundo constitucional para conceder o reajuste para todos os postos da Polícia Militar e do Corpo de Bombeiros do Distrito Federal, além de R$140,68 milhões no valor dos subsídios para as carreiras da Polícia Civil-DF.

Feito isso, o emedebista partiu para cumprir outros compromissos com uma das mais importantes categorias de funcionários públicos neste período de pandemia: os bravos e respeitados servidores da saúde.

O primeiro passo de Ibaneis foi quitar as horas extras e ampliar a jornada de trabalho de 20 horas para 40 horas beneficiando milhares de servidores.

Pagou as pecúnias dos aposentados e colocou todos os aposentados excluídos em um calendário para receber o que tem direito.

Paga em dia a hora extra – Trabalho por Período Definido (TPD) e pagará neste mês março a última parcela da GATA (Gratificação de Apoio Técnico Administrativo).

Recentemente, Ibaneis virou uma página da agonia dos milhares de servidores da saúde, vivida nos últimos 20 ao construir e concretizar o plano de saúde, ideia surgida lá nos primórdios do governo Roriz.

O “GDF Saúde” está sendo gerido pelo Instituto de Assistência à Saúde do Servidor do Distrito Federal (Inas) com previsão de alcançar cerca de 500 mil vidas, contemplando cerca de 170 mil funcionários (efetivos, comissionados, ativos, inativos) e os 330 mil restantes, dependentes.

O gráfico da popularidade do governador, que estava estagnado em 31 %, em julho de 2020, começou a subir gradativamente nos meses seguintes. Foi a 37%, depois a 39% e atingiu 54% de aprovação do seu governo. Um extraordinário percentual capaz de deixar qualquer um dos seus adversários políticos com a barba no molho.

*Fonte: Radar DF

Quero CompartilharShare on FacebookShare on Google+Tweet about this on TwitterShare on LinkedIn
19jan/210

Águas Lindas: Cidade começa a vacinar contra o Covid-19

#UmNovoTempo |DIA HISTÓRICO

Hoje é um dia histórico para todos os aguaslindenses!

As primeiras vacinas chegaram nesta terça- feira (19).

O Governo Municipal deu início à vacinação contra a COVID -19 no LAR BOM SAMARITANO no Setor 5. Juntamente com o prefeito Dr. Lucas,esteve presente, o Secretário de Saúde, Dr. Rui Barbosa.

O Prefeito informou que chegaram neste primeiro momento, 1.600 (um mil e seiscentas) doses da vacina;o município esperava cerca de 8.000 (oito mil) doses, afim de atender a todos os critérios do Ministério da Saúde.

O prefeito Dr. Lucas realizou pessoalmente a aplicação da primeira vacina no Sr. Delcídio Lopes Pereira,80 anos, morador do Lar Bom Samaritano.
“Era prioridade iniciarmos de imediato a vacinação na nossa cidade” disse o Prefeito.

Prefeitura de Águas Lindas de Goiás - UM NOVO TEMPO

#saude #prefeitura #vacina #goias #aguaslindas

Fonte: Prefeitura de Águas Lindas

Quero CompartilharShare on FacebookShare on Google+Tweet about this on TwitterShare on LinkedIn